Stock Light: Reis conquista vitória capital na melhor prova do ano da Stock Light

Corrida deste sábado em Londrina contou com nada menos que seis pilotos brigando diretamente pela vitória nas voltas finais

Na melhor corrida da temporada 2018 da Stock Light, Raphael Reis conquistou uma vitória essencial em sua caminhada rumo ao título. Em Londrina neste sábado (20), o piloto da W2/Shell sobreviveu a uma batalha que envolveu seis carros pela liderança nas voltas finais e, com inteligência e uma boa dose de sorte, escapou aos toques que vitimaram seus principais rivais para vencer pela quinta vez na categoria e pela quarta vez na temporada.

Curiosamente, Reis só assumiu a liderança nas três voltas finais: ele passou a maior parte da disputa apenas monitorando o então líder Gabriel Robe, porém um safety car na parte final por conta de um carro parado na pista mudou toda a história, aproximando todo o pelotão e proporcionando um espetáculo que valeu o ingresso.

“Foi uma corrida bastante intensa, vamos dizer assim. No começo parecia que ia ser tranquila, eu estava em segundo com o Robe na frente e até começamos a abrir um pouco, mas depois comecei a perder um pouco de desempenho – a pista ficou suja por causa de alguns acidentes – e então a corrida ficou mais emocionante. E nessas horas a gente tem que saber se posicionar para evitar acidentes e sair ileso, sempre pensando em marcar pontos. E fizemos isso com êxito. A equipe W2 mais uma vez deixou o carro impecável e só tenho de agradecer”, comemorou o líder da tabela.

Robe, que largou da pole position, acabou vitima de um dos inevitáveis toques que aconteceram na batalha, que chegou a ver cinco pilotos emparelhados em plena reta dos boxes e viu suas chances de ser bicampeão ficarem mais distantes ao abandonar restando quatro voltas para o fim. Vice-líder, Enzo Bortoletto foi outro que viu Reis fugir ainda mais na frente da tabela ao rodar nessa mesma disputa por conta de um pneus furado, tendo de se conformar com o 12º lugar.

Alheio à disputa do título, Marco Cozzi foi um dos personagens da prova ao conquistar a segunda posição “na marra”. “Perdi a liderança e vi uma brecha par recuperar uma posição, consegui, mas ao mesmo tempo fui ultrapassado pelo Reis enquanto eu sofria ataques dos demais. Foi uma corrida muito boa, vindo de onde viemos, mudamos o carro todo da classificação para a corrida e tudo se encaixou direito”, disse o experiente piloto.

“Batendo na trave”, Marcel Coletta completou o pódio em terceiro: “Acabei dando um toque na largada e prejudicou minha direção e tivemos várias disputas, e estamos aqui entre os três primeiros. Segundo pódio consecutivo, estamos batendo na trave. O trabalho tem sido bom, estamos rápidos, e vamos continuar a batalha para trazer a vitória”, disse o piloto, que conquistou o terceiro lugar na prova superando Gustavo Frigotto nos metros finais. Pedro Cardoso e Gustavo Myasava fecharam a lista dos seis primeiros, que receberam a bandeirada a menos de cinco segundos do vencedor.

A Stock Light fecha a disputa da penúltima etapa da temporada na manhã deste domingo, às 9 horas (de Brasília), com transmissão ao vivo do Globoesporte.com.

Resultado Stock Light – Corrida 1*:
1 . # 77 Raphael Reis (W2 Racing) – 22 voltas em 35min28s
2 . # 23 Marco Cozzi (Rsports Team), a 1.956
3 . # 9 Marcel Coletta (Cimed Racing Júnior), a 3.303
4 . # 86 Gustavo Frigotto (RKL Motorsports), a 3.580
5 . # 43 Pedro Cardoso (Carlos Alves Competições), a 4.247
6 . # 18 Gustavo Myasava (MRF Racing), a 4.415
7 . # 27 Renan Guerra (SG Racing), a 4.807
8 . # 7 Vinicius Margiota (KTF Sports), a 5.255
9 . # 13 Diego Ramos (RKL Motorsports), a 6.443
10 . # 26 Raphael Abbate (L3 Motorsports), a 7.501
11 . # 58 João Rosate (Carlos Alves Competições), a 8.246
12 . # 85 Enzo Bortoleto (KTF Sports), a 17.867
13 . # 10 Murilo Coletta (W2 Racing), a 18.659
14 . # 8 Matheus Coletta (Cimed Racing Júnior), a 25.476
15 . # 12 Lauro Traldi (MRF Motorsport), a 1 voltas
16 . # 35 Gabriel Robe (Motortech Competições), a 4 voltas
NÃO COMPLETARAM
17 . # 22 Gabriel Lusquiños (Motortech Competições), a 6 voltas
18 . # 46 Tuca Antoniazzi (Motortech Motorsport), a 7 voltas
19 . # 74 Odair dos Santos (Motor Fast Racing), a 8 voltas
20 . # 71 Lucas Daleffe (MRF Motorsport), a 8 voltas
21 . # 33 Antonio Matiazzi (TMG Light Team), a 8 voltas
22 . # 0 Pedro Saderi (SG Racing), a 13 voltas
23 . # 1 Erik Mayrink (TMG Light Team), a 13 voltas
MELHOR VOLTA: Raphael Reis, 1min17s549 (média de 141,8 km/h)
*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *