Stock: Marcos Gomes e Sérgio Jimenez vencem em Curitiba

Marcos Gomes (Voxx Racing Team) e Sérgio Jimenez (C2 Team) foram os vencedores da sexta etapa da temporada, disputada em Curitiba, no Paraná.

Prova 1:

Fotos: Divulgação (click em slide para mais fotos)

Gomes venceu a primeira prova, marcada por um forte acidente, e a inusitada invasão de uma criança (que atravessou a pista pouco antes dos carros). Allam Khodair (Full Time Sports) e Daniel Serra (Red Bull Racing) completaram o pódio.

Pole-position, Gomes manteve a ponta na largada, seguido por Khodair e Thiago Camilo (Ipiranga-RCM). O atual campeão  Rubens Barrichello (Full Time Sports) se envolveu em um toque com Ricardo Maurício (Eurofarma RC), saiu da pista e caiu para as últimas posições.

Na primeira curva, Valdeno Brito  (Shell Racing) deu um toque no belga Laurens Vanthoor (substituto do suspenso Cacá Bueno na Red Bull Racing), e acabou levando a pior. O paraibano teve a suspensão traseira esquerda quebrada, e tentou levar o carro até os boxes. Chegando a ficar atravessado na pista e quase provocando outro acidente. Brito acabou excluído da etapa pelos comissários de prova.

Na quinta volta, Camilo passou Khodair pelo segundo lugar. Mas pouco depois, Camilo perdeu velocidade na reta principal. Muito lento (e certamente tentando levar o carro para os boxes, para não perder a segunda prova), Camilo vinha pelo lado direito da pista. Quando o pelotão de carros apareceu, os fiscais sinalizaram com a bandeira branca (indicando um carro lento na pista), mas sem antes bandeiras amarelas serem agitadas (o que obrigaria os pilotos a diminuir a velocidade).

Camilo acabou sendo acertado por Rafa Matos (Schin Racing Team), o que provocou uma sucessão de batidas e pedaços de carros voando pela reta de Curitiba. Além de Camilo e Matos, Lapenna (parceiro de equipe de Matos) e Felipe Fraga (Voxx Racing Team) também tiveram os carros bastante destruídos.

Camilo, com dores nos pés, foi atendido ao lado do que restou do seu carro. Fraga, foi resgatado de dentro do carro, colocado em uma maca, e assim como Camilo, levado de ambulância para o Hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba.

De acordo com o Dr. Leandro Schimmelpseng, médico-adjunto da Stock Car, nenhuma lesão foi constatada em nenhum dos dois pilotos. Eles passarão a noite em observação no hospital somente por precaução. Ele destacou que tanto Felipe Fraga como Thiago Camilo permaneceram conscientes durante todo o atendimento. “Com o Felipe está tudo tranquilo. Foram feitos todos os exames nele, como tomografia e raio-x, e deu tudo normal. Ele se queixava de dor no tórax, por causa do cinto de segurança, e no joelho esquerdo, mas não há nenhum tipo de fratura, mas foi prudente radiografar para excluir qualquer possibilidade de lesão. Quanto ao Thiago, ele sentia bastante dor no pé esquerdo. Na avaliação clínica não havia indícios de fratura, mas achamos prudente leva-lo ao hospital para radiografar e excluir isso. Ele só tinha um pequeno corte no pé, que já foi suturado”, explicou.

Quarenta minutos depois a prova foi reiniciada. Com os tempos sendo somados para o resultado final.

Gomes manteve a ponta na relargada, seguido por Khodair e Serra. Na oitava volta, Gomes foi para os boxes, para o pit stop obrigatório, trocando os dois pneus do lado esquerdo.

Khodair assumiu a ponta, mas na 17ª volta, com uma bela ultrapassagem, Gomes reassumiu a liderança. 

Pouco depois o Safey-Car teve que ser acionado, devido a uma criança, que atravessou a pista, pouco antes dos carros!! As imagens flagraram várias crianças perto da pista. A equipe de segurança foi acionada, com as crianças saindo em disparada entre as árvores que circundam o autódromo!!

Gomes recebeu a bandeirada com seis segundos de vantagem sobre Khodair. Serra fechou o pódio.

Átila Abreu (AMG Motorsport) terminou em quarto, seguido por Maurício e Júlio Campos (Prati-donaduzzi). Ricardo Zonta (Shell Racing), Diego Nunes (Vogel Motorsport), Galid Osman (Ipiranga-RCM) e Jimenez fecharam os dez primeiros.

Com o grid invertido dos dez primeiros, Jimenez garantiu a pole para a segunda prova.

Resultado da Corrida 1:

1-) 80 Marcos Gomes (Voxx Racing Team) 34 voltas em 49min12s679

2-) 18 Allam Khodair (Full Time Sports) – a 6s260

3-) 29 Daniel Serra (Red Bull Racing) – a 10s614

4-) 51 Átila Abreu (AMG Motorsport) – a 14s742

5-) 90 Ricardo Maurício (Eurofarma RC) – a 21s841

6-) 4 Júlio Campos (Prati-donaduzzi) – a 22s110

7-) 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – a 22s481

😎 70 Diego Nunes (Vogel Motorsport) – a 23s490

9-) 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) – a 23s664

10-) 73 Sérgio Jimenez (C2 Team) – a 26s139

11-) 65 Max Wilson (Eurofarma RC) – a 26s457

12-) 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 29s132

13-) 74 Popó Bueno (Cavaleiro Racing Sports) – a 36s655

14-) 8 Rafael Suzuki (RZ Motorsport) – a 39s733

15-) 1 Antonio Pizzonia (Prati-donaduzzi) – a 41s243

16-) 12 Lucas Foresti (AMG Motorsport) – a 41s845

17-) 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) – a 43s102

18-) 9 Gustavo Lima (ProGP) – a 51s081

20-) 25 Tuka Rocha (União Química Racing) -a 1 volta

20-) 91 Laurens Vanthoor (Red Bull Racing) – a 2 voltas

21-) 14 Luciano Burti (RZ Motorsport) – a 2 voltas

22-) 46 Vitor Genz (Boettger Competições) – a 3 voltas

23-) 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) – a 5 voltas

24-) 11 César Ramos (Cavaleiro Racing Sports-) – a 5 voltas

25-) 83 Gabriel Casagrande (C2 Team) – a 11 voltas

NÃO COMPLETARAM 75%

26-) 3 Bia Figueiredo (União Química Racing) – a 17 voltas

27-) 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – não completou

28-) 2 Rafa Matos (Schin Racing Team) – não completou

29-) 88 Felipe Fraga (Voxx Racing Team) – não completou

30-) 110 Felipe Lapenna (Schin Racing Team) – não completou

31-) 72 Fábio Fogaça (Hot Car Competições) – não completou

Melhor volta: Marcos Gomes, 1min20s206 na 10ª volta

Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Prova 2:

Jimenez venceu a segunda prova de ponta a ponta. Campos e Nunes completaram o pódio.

Na largada, Jimenez manteve a ponta, seguido por Abreu (que fez uma ótima largada da quinta posição) e Nunes. Galid levou um toque de Zonta e caiu para último lugar. O ex-piloto da Toyota na F-1 levou um drive-through pelo toque.

Na 13ª volta, Nunes superou Abreu, que logo depois teve um pneu furado, e abandonou.

Nas voltas finais, as atenções ficaram com a disputa entre Gomes e Max Wilson (Eurofarma RC), pela sexta posição. Usando o puss to pass, Gomes superou Wilson, que deu o troco na volta seguinte. Usando o último puss to pass, Gomes superou Wilson (sem mais nenhum puss to pass) novamente na freada da primeira curva.

Na volta final, Campos superou Nunes, pelo segundo lugar. Jimenez venceu com um 1s4 de vantagem sobre Campos. Nunes, mesmo com o motor falhando devido a falta de combustível, fechou o pódio.

Serra terminou em quarto, seguido por Maurício, Gomes e Wilson. Gabriel Casagrande (C2 Team), Barrichello e Antonio Pizzonia (Prati-donaduzzi) fecharam os dez primeiros.

Gomes lidera o campeonato com 140 pontos, seguido por Campos com 115. Serra e Bueno, com 113, estão empatados em terceiro.

A sétima etapa, a Corrida do Milhão, acontece daqui a duas semanas, em Goiânia. 

PUNIÇÃO ALTERA CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO

Após cruzar a linha de chegada da segunda corrida em Curitiba na quinta posição, Ricardo Maurício foi desclassificado da prova. Após a pesagem obrigatória, os comissários desportivos verificaram que o carro #90 da Eurofarma-RC não atingiu o peso mínimo obrigatório. Já Galid Osman foi punido por atitude anti-desportiva e teve 20 segundos acrescidos ao seu tempo final de corrida.

Resultado da Corrida 2:

1-) 73 Sérgio Jimenez (C2 Team) 20 voltas em 27min09s325

2-) 4 Julio Campos (Prati-donaduzzi) – a 1s406

3-) 70 Diego Nunes (Vogel Motorsport) – a 4s103

4-) 29 Daniel Serra (Red Bull Racing) – a 4s879

5-) 90 Ricardo Maurício (Eurofarma RC) – a 10s134

6-) 80 Marcos Gomes (Voxx Racing Team) – a 10s800

7-) 65 Max Wilson (Eurofarma RC) – a 11s244

😎 83 Gabriel Casagrande (C2 Team) – a 15s134

9-) 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 21s070

10-) 1 Antonio Pizzonia (Prati-donaduzzi) – a 21s399

11-) 25 Tuka Rocha (União Química Racing) – a 26s540

12-) 8 Rafael Suzuki (RZ Motorsport) – a 30s943

13-) 46 Vitor Genz (Boettger Competições) – a 30s973

14-) 14 Luciano Burti (RZ Motorsport) – a 34s455

15-) 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) – a 34s640

16-) 12 Lucas Foresti (AMG Motorsport) – a 1 volta

17-) 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) – a 1 volta

18-) 74 Popó Bueno (Cavaleiro Racing Sports) -a 1 volta

19-) 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – a 5 voltas

NÃO COMPLETARAM 75%

20-) 18 Allam Khodair (Full Time Sports) – a 6 voltas

21-) 51 Átila Abreu (AMG Motorsport) – a 7 voltas

22-) 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) – a 7 voltas

23-) 9 Gustavo Lima (ProGP) – a 9 voltas

24-) 91 Laurens Vanthoor (Red Bull Racing) – a 12 voltas

NÃO LARGARAM

25-) 11 César Ramos (Cavaleiro Racing Sports) 

26-) 3 Bia Figueiredo (União Química Racing) 

27-) 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) 

28-) 2 Rafa Matos (Schin Racing Team) 

29-) 88 Felipe Fraga (Voxx Racing Team)

30-) 110 Felipe Lapenna (Schin Racing Team) 

31-) 72 Fábio Fogaça (Hot Car Competições) 

Melhor volta: Marcos Gomes, 1min20s319 (média de 165,6 km/h)

Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Classificação do campeonato

1. Marcos Gomes – 1412. Julio Campos – 116 3. Daniel Serra – 1134. Cacá Bueno – 1135. Rubens Barrichello – 1096. Max Wilson – 957. Allam Khodair – 868. Ricardo Maurício – 709. Thiago Camilo – 6710. Sérgio Jimenez – 6511. Diego Nunes – 6012. Átila Abreu – 5813. Galid Osman – 5514. Valdeno Brito – 5415. Antonio Pizzonia – 5216. Gabriel Casagrande – 4917. Ricardo Zonta – 4018. Vitor Genz – 3819. Felipe Fraga – 3620. Tuka Rocha – 3521. Denis Navarro – 3222. Rafael Suzuki – 3123. Luciano Burti – 2924. Popó Bueno – 2925. Rafa Matos – 2526. Raphael Abbate – 1927. Lucas Foresti – 1828. Cesar Ramos – 1829. Felipe Lapenna – 1630. Bia Figueiredo – 731. Gustavo Lima – 432. Fábio Fogaça – 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *