Stock: Marcos Gomes e Valdeno Brito vencem em Santa Cruz do Sul

Marcos Gomes (Voxx Racing Team) e Valdeno Brito (Shell Racing) foram os vencedores da quinta etapa da temporada, disputada em santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul.

Prova 1:

Gomes venceu a primeira prova. Allam Khodair e Rubens Barrichello, parceiros na Full Time Sports completaram o pódio.

Segundo no grid, Gomes superou o pole Valdeno no começo da prova. Na parada obrigatória nos boxes, Khodair assumiu a liderança, mas logo na segunda volta após o pit, Gomes recuperou a liderança.

“Por detalhes não tínhamos conseguido vencer até agora, mesmo sendo o carro mais rápido da pista. Hoje Graças a Deus deu tudo certo. Larguei em segundo lugar e o Valdeno tinha um. Tive que arriscar um pouco para passar ele. Acabei jogando pra dentro na freada, ele me respeitou bastante e eu consegui a ultrapassagem. O Khodair fez uma estratégia de parada curta e saiu na minha frente. Mas nosso ritmo era forte e ultrapassei ele na segunda volta após o pit. A equipe está de parabéns. Entregaram um carro perfeito e fizeram um pit stop excelente. Estamos todos muito felizes”, comentou Gomes.

Ricardo Maurício terminou em quarto, seguido pelo parceiro na Eurofarma RC, Max Wilson.

Cacá Bueno (Red Bull) foi o sexto, e assumiu a liderança do campeonato. Denis Navarro (Vogel Motorsport), Brito (com problema no extrator), Gabriel Casagrande (C2 Team) e Daniel Serra (Red Bull Racing) fecharam os dez primeiros. Serra garantiu a pole para a segunda prova (dez primeiros invertidos).

Com o pneu traseiro direito furado, o então líder do campeonato Júlio Campos (Prati-donaduzzi), abandonou na segunda volta. O piloto fez a troca, mas danos provocados no carro pela longa volta sem o pneu, forçaram o abandono.

Final, prova 1:

1. Marcos Gomes (Voxx Racing Team) – 34 voltas em 48min30s960
2. Allam Khodair (Full Time Sports) – a 4.180
3. Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 5.226
4. Ricardo Maurício (Eurofarma RC) – a 5.838
5. Max Wilson (Eurofarma RC) – a 12.427
6. Cacá Bueno (Red Bull Racing) – a 15.983
7. Denis Navarro (Vogel Motorsport) – a 17.027
8. Valdeno Brito (Shell Racing) – a 17.388
9. Gabriel Casagrande (C2 Team) – a 17.612
10. Daniel Serra (Red Bull Racing) – a 17.881
11. Felipe Fraga (Voxx Racing Team) – a 18.320
12. Ricardo Zonta (Shell Racing) – a 18.967
13. Átila Abreu (AMG Motorsport) – a 19.681
14. Galid Osman (Ipiranga-RCM) – a 20.346
15. Vitor Genz (Boettger Competições) – a 20.868
16. Rafa Matos (Schin Racing Team) – a 21.266
17. Raphael Abbate (Hot Car Competições) – a 23.236
18. Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – a 23.573
19. Rafael Suzuki (RZ Motorsport) – a 39.675
20. Fábio Fogaça (Hot Car Competições) – a 47.441
21. Tuka Rocha (União Química Racing) – a 1 volta
22. Cesar Ramos (Cavaleiro Racing Sports) – a 1 volta
23. Gustavo Lima (ProGP) – a 1 volta
24. Bia Figueiredo (União Química Racing) – a 8 voltas
Não completaram 75% da prova
25. Antonio Pizzonia (Prati-donaduzzi)
26. Felipe Lapenna (Schin Racing Team)
27. Popó Bueno (Cavaleiro Racing Sports)
28. Lucas Foresti (AMG Motorsport)
29. Sérgio Jimenez (C2 Team)
30. Luciano Burti (RZ Motorsport)
31. Julio Campos (Prati-donaduzzi)
32. Diego Nunes (Vogel Motorsport)

Prova 2:

Saindo da terceira posição do grid, Valdeno assumiu a liderança na largada, para vencer pela primeira vez no ano.  Serra e Bueno completaram o pódio.

“Só tinha dois pushs e, com o carro todo aos pedaços. Nunca imaginei que poderia vencer, pois o carro estava sem o extrator desde a primeira volta da primeira corrida. Isso faz com que o carro perca totalmente a aderência atrás. Entre uma corrida e outra tentamos minimizar isso, mas ainda assim o carro continuou sem downforce. A vitória na segunda corrida era a última coisa que imaginava”, explicou Valdeno.

Wilson foi o quarto, seguido por Gomes, Maurício e Casagrande. Cesar Ramos (Cavaleiro Racing Sports), Khodair e Thiago Camilo (Ipiranga-RCM)  completaram os dez primeiros.

Bueno é o novo líder do campeonato com 133 pontos.

“O objetivo foi cumprido, que era sair daqui como líder do campeonato. Fizemos o planejado. Claro que gostaríamos de ter ganhado, mas o planejado foi cumprido”, comentou Cacá.

Gomes é o segundo com 107, seguido por Barrichello com 92.

A próxima etapa acontece no dia 2 de agosto no anel externo do Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR).   

Final, prova 2:

1. Valdeno Brito (Shell Racing) – a 19 voltas em 29min34s168
2. Daniel Serra (Red Bull Racing) – a 0.532
3. Cacá Bueno (Red Bull Racing) – a 0.839
4. Max Wilson (Eurofarma RC) – a 1.388
5. Marcos Gomes (Voxx Racing Team) – a 1.670
6. Ricardo Maurício (Eurofarma RC) – a 5.982
7. Gabriel Casagrande (C2 Team) – a 6.225
8. Cesar Ramos (Cavaleiro Racing Sports) – a 6.430
9. Allam Khodair (Full Time Sports) – a 12.494
10. Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – a 13.371
11. Luciano Burti (RZ Motorsport) – a 14.691
12. Vitor Genz (Boettger Competições) – a 14.970
13. Sergio Jimenez (C2 Team) – a 15.813
14. Ricardo Zonta (Shell Racing) – a 17.172
15. Gustavo Lima (ProGP) – a 18.449
16. Julio Campos (Prati-donaduzzi) – a 20.506
17. Galid Osman (Ipiranga-RCM) – a 20.639
18. Rafael Suzuki (RZ Motorsport) – a 22.590
19. Rafa Matos (Schin Racing Team) – a 23.034
20. Denis Navarro (Vogel Motorsport) – a 31.485
21. Raphael Abbate (Hot Car Competições) – a 2 voltas
22. Felipe Fraga (Voxx Racing Team) – a 2 voltas
Não completaram 75 % da prova
23. Átila Abreu (AMG Motorsport)
24. Felipe Lapenna (Schin Racing Team)
25. Rubens Barrichello (Full Time Sports)
26. Tuka Rocha (União Química Racing)
27. Fábio Fogaça (Hot Car Competições)
28. Lucas Foresti (AMG Motorsport)
29. Antonio Pizzonia (Prati-donaduzzi)
30. Bia Figueiredo (União Química Racing)
31. Popó Bueno (Cavaleiro Racing Sports)
32. Diego Nunes (Vogel Motorsport)
Resultado sujeito a verificações técnicas e desportivas

Classificação do campeonato:
1. Cacá Bueno – 133
2. Marcos Gomes – 107
3. Rubens Barrichello – 92
4. Julio Campos – 87
5. Daniel Serra – 84
6. Max Wilson – 75
7. Ricardo Maurício – 70
8. Thiago Camilo – 67
9. Allam Khodair – 66
10. Valdeno Brito – 54
11. Galid Osman – 42
12. Átila Abreu – 41
13. Gabriel Casagrande – 41
14. Antonio Pizzonia – 39
15. Sérgio Jimenez – 38
16. Felipe Fraga – 36
17. Vitor Genz – 34
18. Diego Nunes – 34
19. Denis Navarro – 32
20. Tuka Rocha – 27
21. Rafa Matos – 27
22. Luciano Burti – 25
23. Ricardo Zonta – 25
24. Popó Bueno – 20
25. Rafael Suzuki – 19
26. Cesar Ramos – 18
27. Felipe Lapenna – 16
28. Raphael Abbate – 13
29. Lucas Foresti – 12
30. Bia Figueiredo – 7
31. Fábio Fogaça – 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *