Stock: Marcos Gomes pode já estar nos playoffs

Líder do campeonato é o primeiro a praticamente garantir vaga.

Com base na nota de corte das duas últimas temporadas, Marcos Gomes (Medley) já pode praticamente comemorar a conquista da vaga aos playoffs decisivos da Stock Car. Depois da vitória na abertura do calendário em Interlagos e do segundo lugar domingo passado em Brasília, o líder do campeonato chegou aos 45 pontos. É o mesmo total que colocou Guto Negrão (Medley) na última posição dos Top 10 em 2006, primeiro ano do novo sistema de definição do campeão, e dois acima dos 43 que asseguraram a presença de Rodrigo Sperafico entre os finalistas de 2007.


“O fato de estar numa situação tranqüila muda pouca coisa para mim. Vou continuar procurando pensar em uma corrida de cada vez. Claro que posso ser um pouco mais agressivo, mas por outro lado agora tenho um segundo objetivo. O primeiro era entrar nos playoffs; o segundo, neste momento, é terminar a fase classificatória entre os três primeiros. Quem sabe, um pouco mais para frente, dê para começar a sonhar em entrar nas últimas quatro etapas na primeira colocação”, diz Marcos Gomes.


O filho mais novo do tetracampeão Paulo Gomes tem 23 anos e vem justificando amplamente a aposta da Equipe Medley em sua contratação no final de 2006, quando se sagrou campeão da Stock Light – divisão de acesso da principal categoria do automobilismo brasileiro. Venceu a última etapa de 2007 e terminou a classificação geral em 4º lugar, como melhor estreante. Tem a pontuação mais alta após duas corridas nos três anos de existência dos playoffs.


Além do inegável talento, Marcos Gomes vem contando com uma excelente retaguarda. Dividida em duas equipes – Medley e Medley/A. Mattheis -, a organização comandada pelo diretor-técnico Andreas Mattheis ganhou as últimas três corridas da Stock Car. Na Capital Federal, Ricardo Maurício deu à Peugeot a primeira vitória desde seu ingresso na modalidade no ano passado. Medley e Medley/A.Mattheis lideram o campeonato de equipes, respectivamente com 45 e 39 pontos, numa temporada que inaugura a era do descenso. Ao final do campeonato, descartados os dois piores dos 12 resultados, as três últimas classificadas darão lugar às equipes campeãs e vice da Stock Car Light em 2007, se o novo carro estrear em 2009, ou às três melhores da série de acesso se o chassi atual for mantido.


Se Marcos Gomes já está quase matematicamente garantido, a situação de Ricardo Maurício também é confortável. Pelas mesmas contas que deixam o companheiro com ao menos um pé nos playoffs, bastaria um 10º lugar na próxima etapa, marcada para o próximo dia 18 em Curitiba, para o ganhador da corrida na Capital Federal garantir a sua vaga – a segunda da Medley na fase mais nobre do calendário. E novamente o retrospecto joga em favor da equipe. “Na última vez que corremos no anel externo em Curitiba, o Maurício ficou em segundo e eu em terceiro”, recorda.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *