Stock: Na Argentina, Maluhy começa semana que terminará na Bahia

Piloto da Tracker Racing na Stock Car testou o Fiat Línea, da equipe oficial de fábrica, no circuito de Córdoba visando próxima etapa de endurance da TC2000.

Antes de entrar em ação pela sexta etapa da Stock Car no circuito de rua de Salvador (BA), neste final de semana, Felipe Maluhy viajou à Argentina para um dia de testes com a equipe oficial da Fiat, no circuito de Córdoba pela TC2000. O paulista, que disputará mais corridas de longa duração (que formam um campeonato à parte chamado Copa Endurance) da categoria, repetirá a parceria com o argentino Emiliano Spartaro.

O teste aconteceu nesta terça-feira (4), visando a preparação para a próxima etapa do campeonato, os 200 Km de Buenos Aires, uma das mais tradicionais provas de longa duração da América do Sul. “Além de ser uma ótima maneira de manter-me em atividade – já que os treinos particulares são proibidos na Stock Car em virtude dos custos -, a equipe tem um cronograma bem cheio para este treino, que foi uma continuação do trabalho de desenvolvimento no carro”, afirmou Maluhy, que disputou a primeira etapa da Copa Endurance, em Termas de Río Hondo, na primeira quinzena de junho. No entanto, o carro em que competia, em parceira com Emiliano Spartaro, teve problemas logo no início e foi forçado a abandonar.

“Apesar disso, o outro carro da nossa equipe venceu aquela corrida. Isso significa que temos equipamento para andar na frente, e a expectativa é a melhor possível para a próxima prova”, disse Maluhy, que compete na maior categoria argentina desde 2006.

De B.A. para BA – Terminado o teste, Felipe Maluhy segue direto de Buenos Aires para Salvador, na Bahia, onde se juntará à equipe Tracker Racing para a disputa da sexta etapa da temporada 2009. E para o piloto, os 2.774 metros do traçado de rua soteropolitano ainda representam uma incógnita. “Só andamos pela pista com carro de rua, que é completamente diferente dos nossos stock cars. Então, só teremos uma boa referência após os treinos de sexta-feira”, disse.
“Apesar da pista ser muito boa, larga e com um asfalto de ótima qualidade, ainda assim será preciso muito cuidado por parte dos pilotos. Afinal, ainda assim é um circuito de rua, e em traçados assim não existem margens para erros”, apontou Maluhy, que é membro da Comissão de Segurança formada pelos pilotos da categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *