Stock: Nonô Figueiredo: “Gastar o milhão é fácil; difícil vai ser ganhá-lo”

O paulista Nonô Figueiredo não esconde que, embora ganhar um milhão de dólares seja muito bom, sua preocupação para a sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car, domingo, no Rio de Janeiro, vai bem além de saber como vai usar o maior prêmio já distribuído numa competição automobilística no país. Para ele, há muito mais em jogo do que a vitória nessa prova:

“Gastar um milhão de dólares é a coisa mais fácil do mundo, o importante e bem mais dificil é continuar trabalhando e pensar que temos que somar pontos e conseguir bons resultados em todas as provas da temporada. Se a Stock Car já é uma categoria equilibrada, com um prêmio desses vencer a corrida será ainda mais dificil”

Considerado um dos profissionais mais aplicados do automobilismo nacional, o que pode ser comprovado pelo relacionamento de longa duração que mantém com todos os seus patrocinadores, Nonô Figueiredo está preocupado com as condições excepcionais desta etapa que, somadas às características do circuito carioca, irão determinar a estratégia da competição que já é definida como a prova mais importante da temporada por enquanto.

“O prêmio vai ser uma motivação extra mas está longe de ser o fator que vai definir a corrida. O desgaste dos pneus, por exemplo, será muito mais importante para determinar quem será o vencedor.”

O Autódromo Internacional Nelson Piquet é conhecido por ter um asfalto que mais consome pneus entre todos os circuitos brasileiros, característica que pode ficar ainda mais acentuada caso a previsão meteorológica de dias ensolarados seja confirmada. “Se isso acontecer teremos um problema a mais”, explica Nonô, para quem a idéia de trocar pneus durante a prova não está descartada:

“Tudo vai depender dos testes e simulações que faremos no treino de sexta-feira. Até o momento tudo indica que teremos apenas dois jogos novos por carro, o que vai exigir muito cuidado no acerto de suspensão já que a corrida terá 1h15 de duração, ou seja, 50% a mais que uma etapa normal.”

Nonô Figueiredo e Duda Pamplona chegam ao Rio na quarta-feira, quando terão uma reunião no autódromo para definir os últimos detalhes da agenda de trabalho da Officer Motorsport para o fim de semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *