Stock: Pilotos do Chevrolet Power Team têm boa expectativa para Corrida do Milhão

Gomes vai investir, Camilo sonha em morar no Rio e Khodair pensa no meio ambiente.



O Autódromo de Jacarepaguá no Rio de Janeiro recebe domingo pilotos e equipes da Copa Nextel de Stock Car para etapa mais esperada da temporada 2008 da Copa Nextel Stock Car, a Corrida do Um Milhão de Dólares. Além de ser uma etapa muito importante para a definição do playoff, a sétima etapa dará ao vencedor o prêmio inédito no esporte brasileiro e raro até mesmo em competições internacionais de alto nível. A maioria dos dez pilotos do Chevrolet Power Team já tem uma idéia clara sobre a forma de aplicar a bolada que equivale a aproximadamente R$ 1.600.000,00 e variam desde o início de um pé de meia até com o futuro do planeta. Marcos Gomes (Chevrolet Astra #80), o vice líder do campeonato com 110 pontos, acredita que a etapa carioca do campeonato será a mais difícil de toda sua carreira, mas já tem claro como utilizar a bolada:
“Minha expectativa é que vou enfrentar a prova mais difícil da minha carreira, tanto na parte física e mental, quanto com relação à minha equipe com relação à preparação dos carros. Eles estão se esforçando muito para que tudo dê certo. Com relação ao prêmio acredito que a melhor forma de utilizar esse milhão de dólares será investir em alguma coisa que eu acredite.”

Na terceira posição do campeonato com 71 pontos, o piloto do Chevrolet Astra #21, Thiago Camilo aposta no seu retrospecto no campeonato atual para justificar sua confiança para a corrida e, por tabela, ficar com o prêmio milionário: justificando a fama de quem aproveita bem a vida, ele acha que a corrida de domingo poderá ajudar a realizar um velho sonho e facilitar suas constantes viagens ao Rio de Janeiro:
“Minha expectativa para a prova de domingo é muito boa: afinal, consegui me classificar entre os seis primeiros em todas as etapas até agora, o que me deixa bastante confiante. Já tenho até definido o que vou fazer com o prêmio da vitória: como sempre tive o sonho de morar no Rio de Janeiro, se ganhar o prêmio gostaria de comprar um apartamento lá.”

Allam Khodair, que pilota o Chevrolet Astra #18 da equipe Boettger/Blausigel e ocupa a oitava posição no campeonato, com 34 pontos, o prêmio de um milhão de dólares vai ser aplicado em pelo menos três ações importantes:
“Com uma quantia dessas na conta bancária eu compraria um apartamento para mim, investiria uma parte na minha carreira e deixaria uma parte no meu projeto voltado à neutralizar a emissão de carbono provocada pelo meu carro através do plantio de árvores.”

Declarações dos outros pilotos do Chevrolet Power Team:

Daniel Serra (Chevrolet Astra #3, equipe Red Bull Racing):
“Se eu embolsar o prêmio, vou comprar um apartamento para deixar a casa da minha mãe e morar sozinho, o restante eu investiria.”

Guto Negrão (Chevrolet Astra #27, equipe Vogel Motorsport):
”Se ganhar vou dividir o prêmio em três partes iguais: uma parte doarei para o Instituto Ingo Hoffman, que faz um trabalho maravilhoso e o restante repartirei entre eu e minha equipe.”

Hoover Orsi (Chevrolet Astra #12, equipe Red Bull Racing):
“Como acabei de abrir uma construtora, usarei parte do dinheiro para investir na empresa, a outra parte aplicarei em pecuária.”

Juliano Moro (Chevrolet Astra #28, equipe Hot Car):
“Seria ótimo levar esta bolada, mas estou mais preocupado em me classificar para o playoff. Entre o prêmio e o playoff eu prefiro lutar pelo título.”

Valdeno Brito (Chevrolet Astra #77, equipe Medley/A.Mattheis):
“Assim como a maioria dos pilotos, eu dividirei a bolada com a minha equipe. A minha parte será usada para terminar a casa que estou construindo em Londrina.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *