Stock: Pneus deteriorados impedem Ricardo Sperafico de pontuar

Ricardo Sperafico, da equipe Panasonic Racing, terminou em 22º a quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car, disputada hoje (sábado) em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, mas acabou a prova com os pneus de seu carro deteriorados. Este fator o impediu de marcar pontos.

Segundo Ricardo, os pneus de seu carro terminaram dechapados, completamente na lona. “Era quase impossível guiar o carro. Terminar já foi um bom resultado, diante das dificuldades. Agora teremos que descobrir se este problema foi algum acerto errado ou problemas nos próprios pneus”, afirma Ricardo.

A vitória em Campo Grande foi do paulista Ricardo Maurício, que completou as 32 voltas da prova em 51m07s747, andando à média horária de 128,91 Km/h. Em segundo chegou o também paulista Marcos Gomes, que se classificou à frente de Atila Abreu (SP), Pedro Gomes (SP), Thiago Camilo (SP), Luciano Burti (SP), Alceu Feldmann (PR), Popó Bueno (RJ), Giuliano Losacco (SP) e Julio Campos (PR), que pela ordem fecharam as 10 primeiras colocações da prova.

A sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car será disputada no dia 2 de agosto, em Interlagos (SP).

Resultado da Stock Car em Campo Grande
1º) Ricardo Mauricio (SP), 32 voltas em 51m07s747 (média de 128,91 km/h)
2º) Marcos Gomes (SP), a 4s828
3º) Atila Abreu (SP), a 6s853
4º) Pedro Gomes (SP), a 7s471
5º) Thiago Camilo (SP), a 11s344
6º) Luciano Burti (SP), a 15s284
7º) Alceu Feldmann (PR), a 18s564
8º) Popó Bueno (RJ), a 19s714
9º) Giuliano Losacco (SP), a 23s492
10º) Julio Campos (PR), a 26s804
11º) Thiago Marques (PR), a 27s204
12º) Carlos Alves (SP), a 34s048
13º) William Starostik (SP), a 39s405
14º) Antonio Pizzonia (AM), a 40s979
15º) Rodrigo Sperafico (PR), a 44s308
16º) Antonio Jorge Neto (SP), a 45s370
17º) Ruben Fontes (GO), a 46s263
18º) Ingo Hoffmann (SP), a 1m01s270
19º) Daniel Serra (SP), a 1m09s844
20º) Allam Khodair (SP), a 1m37s930
21º) Felipe Maluhy (SP), a 1 volta
22º) Ricardo Sperafico (PR), a 1 volta
23º) Nonô Figueiredo (SP), a 2 voltas
24º) André Bragantini (SP), a 3 voltas
25º) Tarso Marques (PR), a 4 voltas
26º) Hoover Orsi (MS), a 5 voltas
27º) Duda Pamplona (RJ), a 8 voltas
28º) Norberto Gresse (SP), a 9 voltas
29º) Juliano Moro (RS), a 10 voltas
30º) David Muffato (PR), a 11 voltas
31º) Valdeno Brito (PB), a 14 voltas
32º) Guto Negrão (SP), a 15 voltas
33º) Lico Kaesemodel (PR), a 21 voltas
34º) Cacá Bueno (RJ), a 31 voltas

Classificação do campeonato após cinco etapas:
1º) Ricardo Mauricio (SP), com 99 pontos
2º) Marcos Gomes (SP), 85
3º) Cacá Bueno (RJ), 53
4º) Thiago Camilo (SP), 52
5º) Átila Abreu (SP), 40
6º) Antonio Jorge Neto (SP), 38
7º) Valdeno Brito (PB), 36
8º) Alceu Feldmann (PR), 34
9º) Giuliano Losacco (SP), 29
10º) Luciano Burti (SP), 25
11º) Popó Bueno (RJ), 24
12º) Rodrigo Sperafico (PR), 23
13º) Allam Khodair (SP), 22
14º) Pedro Gomes (SP), 19
       Nonô Figueiredo (SP), 19
16º) Daniel Serra (SP), 17
17º) Hoover Orsi (MS), 13
       Felipe Maluhy (SP), 13
19º) Júlio Campos (PR), 12
20º) David Muffato (PR), 9
       Duda Pamplona (RJ), 9
22º) Thiago Marques (PR), 8
23º) André Bragantini (PR), 7
24º) Tarso Marques (PR), 6
25º) Ingo Hoffmann (SP), 5
26º) Carlos Alves (SP), 4
27º) William Starostik (PR), 3
       Antonio Pizzonia (AM), 3
29º) Ricardo Zonta (PR), 2
30º) Juliano Moro (RS), 1
       Lico Kaesemodel (PR), com 1 ponto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *