Stock: RC3 Bassani larga entre os dez na etapa de encerramento

Pedro Gomes vai largar na 9ª colocação em Interlagos. David Muffato e Leonardo Vital, da Copa Vicar, tiveram problemas.

Neste sábado foi realizada a tomada de tempos para a última etapa da Copa Nextel Stock Car. Com muito calor em Interlagos, São Paulo, a pole position ficou com o bicampeão Caca Bueno. Para a equipe RC3 Bassani, Itaipava Racing Team na Stock Car, a classificação teve momentos distintos. Primeiro com o bom treino de Pedro Gomes, que largará em 9º e depois a frustração com o 25º lugar de David Muffato. Eduardo Bassani, engenheiro da equipe, comentou o treino. “O Pedro realizou um bom trabalho. Ele só não ficou entre os seis primeiros porque gastou os seus dois jogos de pneus zero para entrar entre os 15 (entrou com o 5º melhor tempo). Também percebemos uma grande diferença de performance de pneus. O segundo jogo era bem melhor que o segundo. Ele poderia estar largando entre os seis tranquilamente. Já com o David estamos sofrendo nas classificações nas ultimas corridas. Ele consegue ser rápido na sexta-feira mas conforme a pista vai emborrachando o carro fica muito ‘traseiro’. Já tentamos sanar este problema de várias maneiras mas o carro não responde. Ficamos frustrados com o treino do David”, disse Bassani.


 


Pedro Gomes, que larga na 9ª colocação, espera marcar pontos. “Estamos largando bem. O objetivo é no mínimo chegar à frente da onde estamos partindo. Queremos terminar o ano marcando pontos”, comentou. David Muffato não tem muitas explicações sobre o treino. “Estamos sofrendo muito com a traseira do carro. Não conseguimos aproveitar quase nada dos pneus novos. Vamos ver o que acontece largando no meio do grid”, disse o piloto da Itaipava Racing Team.


 


Leonardo Vital – Copa Vicar


 


O paulista Leonardo Vital, que representa a Itaipava Racing Team na Copa Vicar, não conseguiu um bom lugar no grid. Na prova deste domingo ele partirá na 25ª colocação. “Nos treinos de sexta-feira fizemos algumas mudanças buscando desenvolver o carro. Mas não deu muito certo. Hoje fomos para a tomada de tempos imaginando um carro mais competitivo, mas não foi o que aconteceu. De pneus novos não conseguimos chegar perto do nosso melhor tempo de pneus velhos. Uma pena. Gostaria de terminar o ano largando entre os mais rápidos. Já sei como é largar no meio do pelotão. É preciso tomar cuidado para não me envolver em confusão”, disse Vital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *