Stock: Ricardo Zonta, na BioRedux L&M, será o 8º piloto na Stock com passagem pela F-1

A BioRedux L&M Racing será mais uma equipe a contar com um piloto com passagem pela Fórmula 1 em seus carros. No entanto, o novo contratado continua na ativa na categoria máxima do automobilismo mundial. É o paranaense Ricardo Zonta, atual piloto de testes da Renault na Fórmula 1, que irá conciliar as atividades de desenvolvimento do modelo R27 da equipe francesa com as corridas do principal certame brasileiro. Ele será o oitavo piloto com experiência na Fórmula 1 a alinhar no grid de Interlagos na abertura da temporada 2007, no dia 22 de abril.

A relação de Zonta com a BioRedux L&M é antiga. Em sua estréia na Fórmula Chevrolet, em 1993, o paranaense trabalhou no time do engenheiro Juan Carlos Forrisi, o Mico. Agora, o uruguaio será o engenheiro dos carros de Ricardo Zonta e Pedro Gomes. “Depois de muitos anos ele volta a trabalhar com o Mico. A equipe está muito satisfeita, e quando estiveram juntos eles tiveram um ótimo entrosamento”, observou o sócio da BioRedux L&M Racing, Márcio Matiazi.

“É sem dúvida uma grande contratação, um piloto de experiência internacional, Fórmula 1, e que só vem a acrescentar para nós”, elogiou. “Ele e o Pedro formam uma das duplas de pilotos mais fortes do grid, e vamos lutar para colocar os dois carros nos Playoffs”, disse Márcio.

O curitibano foi campeão da Fórmula 3000 Internacional em 1997, estreou na Fórmula 1 em 1999 pela extinta BAR, onde correu até o final de 2000. No ano seguinte, juntou-se à Jordan como piloto de testes, e disputou dois GPs pela equipe.

Em 2002, Zonta disputou a World Series e foi campeão, sendo contratado pela Toyota como test-driver logo depois, chegando a disputar seis corridas em 2004. Em 2007, juntou-se à bicampeã Renault.

Sem disputar uma corrida desde 2004, Zonta crê em uma rápida adaptação em sua volta às competições. “Como mudou o regulamento para testes na Fórmula 1, com a redução para apenas um carro por sessão, terei menos dias no calendário para treinar com a equipe. E isso me deixa mais à vontade para competir”, afirmou.

Segundo Zonta, não haverá datas que coincidam no calendário e como não precisará se juntar à equipe nas corridas que acontecerem fora da Europa, Ricardo poderá estrear na Stock Car. “Não há conflito algum de datas e esta é uma oportunidade bastante favorável para mim e interessante para a Renault, porque estarei na ativa”, contou o piloto, campeão mundial no FIA GT em 1998 pilotando um Mercedes CLK, em sua única experiência com carros-turismo.

A primeira aparição de Zonta no carro da BioRedux/L&M Racing acontecerá somente nos treinos livres da sexta-feira anterior à etapa inaugural da temporada, dia 20 de abril em Interlagos. E o fato de ter sido campeão no FIA GT não trará muita vantagem, na opinião do piloto. “Na verdade, o carro do FIA GT era um protótipo com um estilo de guiar muito parecido com o do fórmula”, comparou.

Fonte: Site oficial da Stock Car

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *