Stock: Sperafico diz que a etapa de Buenos Aires foi jogada fora

“Jogamos fora a etapa de Buenos Aires”. Esta foi a reação do paranaense Rodrigo Sperafico, da equipe Neosoro JF/Fox Filmes/FM Pneus/Banco Sofisa/Roundup, ao comentar sua participação na 10ª etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car (segunda rodada dos play-offs decisivos), realizada hoje (domingo), no Autódromo Oscar Gálvez, em Buenos Aires, capital da Argentina. Ele terminou em 32º. Mas Rodrigo diz que não tem culpados pelo erro porque a decisão foi tomada em conjunto com a equipe.



Rodrigo largou em segundo e depois de acirrados duelos com Giuliano Losacco, Valdeno Brito e Ingo Hofmann, ocupa a terceira colocação, quando faltando menos de 10 minutos para o encerramento da corrida, foi para os boxes para trocar os pneus de pista molhada por de pista seca. “Foi uma decisão tomada em conjunto com a equipe. Eu passava para o Jorge de Freitas a situação da pista e ele analisava nossas opções. Quando optamos por trocar os pneus, e caímos de terceiro para 34º, fomos surpreendidos pela seqüência de acidentes e bandeiras amarelas, além da bandeira vermelha que encerrou a corrida duas voltas antes, em decorrência da capotada do Gualter Salles”, argumenta Rodrigo.


Faltando duas etapas para o encerramento da temporada, Rodrigo diz que a conquista do título fica mais difícil e por isso passará a pensar mais em vitórias. “Vamos lutar agora para chegarmos a conquista de nossa primeira vitória”, salienta Sperafico.



A vitória em Buenos Aires foi do paulista Ingo Hoffmann, que completou as 32 voltas em 45m46s045, seguido de Felipe Maluhy (SP) e Luciano Burti (SP). A prova foi encerrada com bandeira vermelha, quando faltavam duas voltas para o final em função do grave acidente do carioca Gualter Salles, que após receber um toque de Guto Negrão, saiu da pista e em decorrência dos desníveis da área de escape, capotou e caiu após o barranco do túnel de entrada do autódromo. Gualter ficou preso nas ferragens. Após o socorro médico foi levado para um hospital da capital Argentina, mas passa bem.



Na briga pelo título da temporada, Cacá Bueno continua na liderança, agora com 247 pontos. Na segunda colocação está Felipe Maluhy, com 238, enquanto que Giuliano Losacco caiu para terceiro, com 237 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *