Stock: Stock Car completa 34 anos neste dia 22 de abril

Primeira prova da história da categoria aconteceu no tradicional Autódromo de Tarumã, no Rio Grande do Sul, o Estado brasileiro com mais apaixonados pelo automobilismo. No próximo final de semana acontece a terceira etapa na mesma pista situada na cidade de Viamão.

Há exatos 34 anos, no distante 22 de abril – mesmo dia do descobrimento do Brasil – de 1979, o automobilismo brasileiro ganhou a mais importante e duradoura categoria nacional. Naquela data, no tradicional Autódromo de Tarumã, Rio Grande do Sul, justamente onde no próximo final de semana será disputada a terceira etapa da Stock Car, aconteceu a primeira corrida da história. Dez pilotos largaram e somente quatro completaram as 32 voltas da prova vencida por Affonso Giaffone. No entanto, os pioneiros nunca poderiam imaginar que aquele sonho alcançado de ter carros com tecnologia avançada e modernos pudesse se transformar numa das principais de Turismo do mundo.

De um início promissor, a Stock Car passou por fase negra durante o final dos anos 80 e boa parte da década de 90. Desestruturada, esteve próxima do fim e só se manteve em pé graças a abnegados pelo automobilismo. No final dos anos 90 e início do século 21 começou a renascer. O primeiro passo foi tornar os carros mais equilibrados possível, com os mesmos chassis e motores. Feito isso, a categoria se profissionalizou, cresceu e ganhou espaço na imprensa brasileira, especialmente na televisão.

A visibilidade foi tanta que em 2005 a Stock Car foi eleita uma das cinco melhores categorias de carros de Turismo do mundo pela conceituada revista inglesa AutoSport. Patrocinadores de variados segmentos da economia passaram a estampar suas marcas nos carros e pilotos se profissionalizaram correndo no Brasil, algo que era praticamente impossível antes. Com esse divisor de águas, passou a existir Antes e Depois da Stock Car no automobilismo nacional. A categoria se tornou objetivo de jovens que querem seguir a carreira de piloto.

Na Stock Car já estiveram vários pilotos com passagem pela Fórmula 1, a mais tradicional categoria do automobilismo mundial: Raul Boesel, Ingo Hoffmann, Chico Serra, Christian Fittipaldi, Tarso Marques, Enrique Bernoldi, Ricardo Zonta, Luciano Burti, Roberto Moreno, Luiz Pereira Bueno, Wilson Fittipaldi Jr., Antonio Pizzonia e Jacques Villeneuve. Hélio Castroneves, Tony Kanaan e Rafa Matos, todos da Fórmula Indy, marcaram presença especial na Corrida do Milhão do ano passado. Rubens Barrichello e Rafa Matos gostaram tanto que resolveram permanecer.

No próximo domingo, quando os 34 carros alinharem para a largada da terceira etapa da 35ª temporada da Stock Car, mesmo aqueles que ainda não tinham nascido quando a categoria começou, ajudarão a escrever mais um maravilhoso capítulo da vitoriosa história da mais importante categoria de todos os tempos do automobilismo brasileiro.

Parabéns Stock Car!

A Stock Car tem o patrocínio da Pirelli, além do copatrocínio de Shell V-Power Etanol, Bosch, Mobil Super, Pioneer e o apoio da Itaipava e da Transzero. As montadoras são Chevrolet e Peugeot. A organização e a realização são da Vicar Promoções Desportivas, com supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *