Stock: Tudo o que você precisa saber sobre a etapa de Londrina da Stock Car

Estatísticas, informações históricas e até previsão do tempo: tudo o que cerca a segunda visita da principal categoria do automobilismo brasileiro à Capital do Café neste ano

A Stock Car desembarca em Londrina pela segunda vez em 2018. Nesta quinta-feira (18), os carros da principal categoria do automobilismo brasileiro literalmente pararam o trânsito da cidade para a carreata pelas principais vias centrais – como a avenida Higienópolis – chamando a atenção do público nas ruas com o alto ronco dos motores V8.

Já no técnico e seletivo traçado de 3.055 metros do Autódromo Internacional Ayrton Senna, as máquinas da principal categoria do automobilismo brasileiro correrão pela 31ª e 32ª vez – lembrando que a Stock Car corre no sistema de rodadas duplas. A primeira disputa da Stock no autódromo de Londrina aconteceu em 1992, com vitória de Adalberto Jardim.

De lá para cá, nas 30 corridas disputadas nestes 26 anos de existência do autódromo, 16 pilotos puderam estourar a champanhe no alto do pódio. O que mais fez isso até agora foi Xandy Negrão, dono de cinco vitórias (uma em 1997, duas em 1998 e duas em 1999). Entretanto, há um piloto bem próximo de igualar seu recorde: Cacá Bueno, vencedor por quatro vezes no Autódromo Internacional Ayrton Senna (2002, 2006, 2011 e 2012). Entre os pilotos em atividade, assim como Cacá, Thiago Camilo e Max Wilson também venceram – três e duas vezes, respectivamente.

Vencedores da Stock Car em Londrina
5 vitórias – Xandy Negrão
4 vitórias – Cacá Bueno
3 vitórias – Thiago Camilo
2 vitórias – Max Wilson, Paulo Gomes, Ingo Hoffmann, Adalberto Jardim, Giuliano Losacco
1 vitória – Leandro de Almeida, Chico Serra, Nonô Figueiredo, Hoover Orsi, Felipe Fraga, Rubens Barrichello, Ricardo Zonta, Lucas di Grassi

Como foi em maio

Londrina recebeu a quarta etapa da temporada 2018 da Stock Car no dia 6 de maio. Com casa cheia, a torcida pôde testemunhar as vitórias de Max Wilson e Lucas di Grassi. A pole position da etapa foi de Rubens Barrichello, com o tempo de 1min10s662, apenas 13 milésimos de segundo (0s013) mais veloz que Max Wilson, o segundo.

Na primeira corrida, Max pulou à frente de Rubens na largada e controlou distância para vencer pela décima vez na Stock Car. Marcos Gomes e Daniel Serra completaram o pódio em segundo e terceiro. Felipe Fraga fechou na quinta colocação, atrás de Barrichello.

A segunda prova teve em Lucas di Grassi o grande vencedor, depois de ter largado em sétimo. No pódio, ele teve a companhia de Rubens Barrichello e Daniel Serra. Já Felipe Fraga não teve tanta sorte e abandonou a corrida a oito voltas do final.

Com os dois terceiros lugares, Daniel Serra saiu de Londrina com 116 pontos e uma bela vantagem de 36 pontos sobre Cacá Bueno. Felipe Fraga, hoje vice-líder, concluiu a etapa em terceiro no campeonato, com 76.

Como está o campeonato agora

A disputa pelo título se resume, basicamente, aos dois últimos campeões da Stock Car. Apesar de ainda haver 160 pontos em jogo que ainda colocam muita gente com chances matemáticas, a briga pelo bicampeonato entre Daniel Serra e Felipe Fraga é que ganha contornos mais dramáticos.

Serra só venceu em Interlagos, na Corrida de Duplas que abriu a temporada, e na segunda corrida da etapa de Curitiba, a segunda do ano. Já Fraga conquistou três vitórias e colou no rival. A diferença, que chegou a ser de 12 pontos, hoje é de 17 em favor do campeão de 2017 – 234 a 217.

Em número de vitórias, Felipe Fraga, Átila Abreu e Lucas di Grassi foram os que mais subiram ao topo do pódio na temporada – três vezes cada um. Destaque para di Grassi, que venceu em todas as etapas realizadas no Paraná (Curitiba, Londrina e Cascavel).

Cacá Bueno é o terceiro da tabela com 163, seguido dos empatados Marcos Gomes e Rubens Barrichello, com 161 cada. Max Wilson (159), Julio Campos (157), Átila Abreu (141), Ricardo Zonta (122) e Lucas di Grassi (115) fecham os dez primeiros.

Neste link você confere a classificação completa da temporada.

Push to Pass fundamental

Na etapa de Londrina os pilotos terão à disposição 16 acionamentos do botão de ultrapassagem – também conhecido como push to pass. Cada acionamento terá cinco segundos de atraso após o piloto apertar o botão; seu funcionamento tem um total de 18 segundos e o intervalo entre os usos é de 70 segundos.

Em ambas as provas, os pit stops obrigatórios deverão ser realizados a partir da volta 15 até o fechamento da 20ª volta.

Seu voto conta muito

Ok que todo mundo está falando do segundo turno das eleições, mas não estamos aqui para isso. Seus pilotos preferidos podem, também, receber o seu voto para ganhar um acionamento extra do botão de ultrapassagem. É só entrar no site oficial da Stock Car (www.stockcar.com.br) e clicar no Fan Push. Você faz o login com sua conta no Facebook, escolhe três pilotos e torça para ele ser um dos eleitos.

A cada etapa, os seis mais votados ganham o direito a mais um acionamento do push to pass, sempre na segunda prova da rodada dupla.

Na etapa anterior disputada em Londrina, os vencedores do voto popular pela internet foram Thiago Camilo (8,9%), Allam Khodair (7,1%), Antonio Pizzonia (6,5%), Julio Campos (6,5%), Ricardo Zonta (6,3%) e Lucas Foresti (5,7%).

Quem ganha o Fan Push fica inelegível na etapa seguinte. São os casos de Thiago Camilo, Galid Osman, Nelsinho Piquet, Diego Nunes, Antonio Pizzonia e Átila Abreu, que foram os mais votados nas provas do Velo Città.

Stock Manager

Você também pode montar sua própria equipe na Stock Car. Pelo www.stockcar.com.br/stock-manager, o fã da principal categoria do automobilismo brasileiro interage e trabalha com o orçamento à disposição para contar com os atuais pilotos da Stock Car.

Para participar é muito simples: o torcedor escolhe o nome da equipe, a estrutura que irá usar, baseado em uma das equipes atuais do grid, define as cores do carro e escolhe os pilotos de acordo com o orçamento pré-estabelecido. Em seguida, é só colocar os palpites para cada corrida: pole position, vencedor das corridas, maior escalada (ganho de posições) e volta mais rápida.

Na classificação atual, a Escuderia JQ, de Jurandy Queiroga, é a líder com 674,25 pontos. Em segundo, a EB Racing soma 433,50, e com 429 está a Automobilismo Brasil Motorsport.

A definição do grid de largada

No sábado, os pilotos vão à pista para definir a ordem de largada. A classificação tem a duração de uma hora e é dividida em três fases: Q1, onde todos os pilotos vão à pista divididos em dois grupos (os 15 primeiros colocados do campeonato, e depois os 15 últimos); em seguida, os 15 mais rápidos passam ao Q2; nesta fase, somente os seis mais rápidos passam ao estágio seguinte, o Q3, no qual os seis mais rápidos vão à pista de forma individual (primeiro o sexto colocado, depois o quinto, e assim por diante) para marcar seus tempos em uma única volta rápida, para definir os seis primeiros do grid.

Ausências de Allam Khodair e Lucas di Grassi

A etapa londrinense terá duas ausências, já substituídas por pilotos estrangeiros. Allam Khodair será terá o sul-africano Kelvin Van Der Linde em seu lugar, enquanto Lucas di Grassi cede seu carro ao argentino Esteban Guerrieri.

Piloto do carro número 18 da Blau Motorsport, Allam Khodair irá correr a final do GT Open em Barcelona, na Espanha, na mesma data, em dupla com Marcelo Hahn, competidor que ainda reúne chances matemáticas de título. Para o lugar do Japonês Voador, a Blau chamou o sul-africano Kelvin Van Der Linde, que foi terceiro colocado na Corrida de Duplas da Stock Car ao lado de Cesar Ramos.

O piloto disputa regularmente o Blancpain GT Series na Europa e correrá usando o número 24 em homenagem a Allan Hellmeister, piloto ligado ao Team Blau Motorsport e que sofreu um grave acidente quando disputava a etapa de Monza da GT Open, há duas semanas. Ele sofreu múltiplas lesões nas duas pernas e ainda não tem data para voltar às pistas.

Já Lucas di Grassi segue em Valência, na Espanha, realizando testes por sua equipe no Mundial da Fórmula E. Em seu lugar na Hero Motorsport, o argentino Esteban Guerrieri faz sua segunda aparição na Stock Car (a primeira foi em Cascavel) usando o número 344.

Como é a pontuação

Cada corrida da etapa tem um sistema de pontuação diferenciado. A maior quantidade de pontos é distribuída na primeira prova; na segunda corrida, os dez primeiros colocados da prova inicial largam em ordem inversa: o vencedor larga em décimo e o décimo colocado larga em primeiro, e assim por diante.

CORRIDA 1

CORRIDA 2

Vencedor

30 pts

Vencedor

20 pts

2o

26

2o

17

3o

22

3o

14

4o

19

4o

12

5o

17

5o

10

6o

15

6o

8

7o

13

7o

6

8o

11

8o

5

9o

9

9o

4

10o

7

10o

3

11o

5

11o

2

12o

4

12o

1

13o

3

14o

2

15o

1

No “vestibular” da Stock Car, a disputa segue intensa e com novo líder

O domingo em Londrina tem bastante movimentação em virtude do vestibular da Universidade Estadual de Londrina (UEL), mas na pista também tem vestibular! A Stock Light, categoria de acesso à Stock Car, realiza a disputa da sétima e penúltima etapa da temporada 2018.

O campeonato tem um novo líder após a disputa no Velo Città, há um mês: Raphael Reis passou Enzo Bortoleto na classificação geral e agora soma 160 pontos, apenas dois a mais que o adversário. Gabriel Robe é o terceiro colocado, com 120, seguido de João Rosate, também com 120, e Gustavo Frigotto fechando os cinco primeiros da tabela com 114.

Outubro Rosa

Apoiadora da campanha de prevenção ao câncer de mama, a Stock Car terá uma equipe do Hospital do Câncer de Londrina distribuindo folhetos informativos aos torcedores alterando para a importância dos exames periódicos, o diagnóstico precoce e tratamento ao câncer de mama.

Previsão do tempo para o fim de semana em Londrina

O sábado e o domingo serão de calor com sol entre nuvens, sem previsão de chuva de acordo com a meteorologia. As temperaturas mínima e máxima devem variar, nos dois dias, entre 15 e 28 graus.

Não perca nada!
Fique de olho na programação e não perca absolutamente nada da Stock Car em Londrina! Confira os horários:

Sexta-feira, 19 de outubro
10h00 – 10h35: 1º Treino Livre (Stock Car – Grupo 1)
10h45 – 11h20: 1º Treino Livre (Stock Car – Grupo 2)
11h35 – 12h15: 1º Treino Livre (Stock Light – Grupo 1)
12h25 – 13h05: 1º Treino Livre (Stock Light – Grupo 2)
13h20 – 13h55: 2º Treino Livre (Stock Car – Grupo 1)
14h05 – 14h40: 2º Treino Livre (Stock Car – Grupo 2)
14h55 – 15h35: 2º Treino Livre (Stock Light – Grupo 1)
15h45 – 16h25: 2º Treino Livre (Stock Light – Grupo 2)

Sábado, 20 de outubro
09h10 – 09h16: Warm-up (Stock Light – Grupo 1)
09h19 – 09h25: Warm-up (Stock Light – Grupo 2)
09h40 – 10h15: 3º Treino Livre (Stock Car – Grupo 1)
10h25 – 11h00: 3º Treino Livre (Stock Car – Grupo 2)
11h30 – 11h50: Classificação Stock Light
13h00 – 14h00: Classificação Stock Car
14h45: Largada Stock Light – Corrida 1 (transmissão ao vivo pelo globoesporte.com)

Domingo, 21 de outubro
09h00: Largada Stock Light – Corrida 2 (transmissão ao vivo pelo globoesporte.com)
10h00 – 11h00: Visitação aos Boxes
12h00: Largada Stock Car – Corrida 1 (transmissão ao vivo pelo SporTV2)
13h05: Largada Stock Car – Corrida 2 (transmissão ao vivo pelo SporTV2)

Stock Manager: você no comando de sua própria equipe de Stock Car! Participe!

Mais notícias em: www.stockcar.com.br

Para FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO, visite nossa galeria

Canal Oficial no YOUTUBE. Inscreva-se!

Stock Car no Facebook

Página oficial no Twitter:

Siga a Stock Car no Instagram:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *