Stock: Valdeno Brito e Thiago Camilo vencem em Cascavel

Valdeno Brito (Shell Racing) e Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) foram os vencedores da oitava etapa da temporada, disputada neste domingo (30/08), no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel, no Paraná.

Mais fotos click em Slide (Divulgação)

Prova 1:

Pole-position Brito venceu a primeira prova, com Ricardo Zonta completando a dobradinha da Shell Racing.  Allam Khodair (Full Time Sports) completou o pódio.

Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) terminou em quarto, seguido por Cacá Bueno (Red Bull Racing) e Thiago Camilo (Ipiranga-RCM). 

Sergio Jimenez (Axalta C2 Team), Átila Abreu (AMG Motorsport) e Diego Nunes Vogel Motorsport) fecharam os dez primeiros. Nunes garantiu a pole para a segunda prova (dez primeiros invertidos).

Daniel Serra (Red Bull Racing) ocupou a segunda posição durante boa parte da prova. Mas na 31 volta, com problemas mecânicos, parou o carro na grama e abandonou. Provocando a terceira bandeira amarela da prova. 

Final, prova 1:

1-) 77 Valdeno Brito (Shell Racing) – 42 voltas em 49min12s068 (média de 156,6 km/h)

2-) 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – a 1s490

3-) 18 Allam Khodair (Full Time Sports) – a 3s078

4-) 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – a 3s877

5-) 0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) – a 4s710

6-) 80 Marcos Gomes (Voxx Racing Team) – a 5s029

7-) 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – a 5s976

😎 73 Sergio Jimenez (Axalta C2 Team) – a 7s121

9-) 51 Átila Abreu (AMG Motorsport) – a 7s523

10-) 70 Diego Nunes Vogel Motorsport) – a 8s254

11-) 2 Raphael Matos (Schin Racing Team) – a 8s745

12-) 88 Felipe Fraga (Voxx Racing Team) – a 9s182

13-) 46 Vitor Genz (Boettger Competições) – a 9s445

14-) 110 Felipe Lapenna (Schin Racing Team) – a 12s476

15-) 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) – a 12s778

16-) 14 Luciano Burti (RZ Motorsport) – a 13s612

17-) 11 Cesar Ramos (Total Racing – a 13s960

18-) 12 Lucas Foresti (AMG Motorsport) – a 15s429

19-) 72-) Fabio Fogaça (Hot Car Competições) – a 17s586

20-) 9 Gustavo Lima (ProGP) – a 18s993

21-) 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) – a 24s142

22-) 83 Gabriel Casagrande (Axalta C2 Team) – a 1 volta

23-) 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 3 voltas

24-) 3 Bia Figueiredo (União Química Racing) – a 3 voltas

25-) 29 Daniel Serra (Red Bull Racing) – a 11 voltas

Não completou 75%

26-) 1 Antonio Pizzonia (Prati-donaduzzi) – a 15 voltas

27-) 65 Max Wilson (Eurofarma RC) – a 20 voltas

28-) 8 Rafael Suzuki (RZ Motorsport) – a 21 voltas

29-) 4 Julio Campos (Prati-donaduzzi) – a 22 voltas

30-) 25 Tuka Rocha (União Química Racing) – a 33 voltas

31-) 74Popó Bueno (Total Racing) – a 37 voltas

32-) 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) – 0

Melhor volta: Valdeno Brito, 1min02s361 (média de 176,5 km/h)

Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Prova 2:

Camilo venceu a segunda prova (mais curta). Brito e Maurício completaram o pódio.

Na largada, Nunes manteve a ponta, seguido por Camilo (que contou com a ausência de Abreu, que era o segundo no grid, mas teve problema na bomba de combustível e não largou).

Na quinta volta, Nunes cometeu um erro na saída da curva 4, com Camilo assumindo a liderança. No restante da prova, Camilo manteve o ritmo para vencer com 1s2 de vantagem sobre Brito (que fez uma grande prova após sair da décima posição).

“A Stock Car é uma categoria extremamente competitiva, e depois da corrida de Curitiba o retrospecto ficou bastante positivo. Venci duas corridas na sequência e tanto eu como a equipe estamos em um momento muito legal. A vitória na Corrida do Milhão depois daquele acidente em Curitiba deu muita força para todos nós, sem sombra de dúvida. Ressurgimos um pouco das cinzas, e agora em Cascavel, uma pista que era uma pedra no nosso sapato há vários anos, demos a volta por cima. Agora vamos para Campo Grande e trabalhar, e só desistir na bandeirada final em Interlagos. Estamos muito motivados”, afirmou o piloto da Ipiranga-RCM, quinto colocado na tabela com 120 pontos.

Brito somou 37 pontos na etapa (25 pela vitória e 12 pelo segundo lugar) maior número de pontos de um piloto em uma mesma etapa.

“É a primeira vez que alguém faz isso na Stock Car, só que tenho de dar crédito ao trabalho de todo o time. São mais de 20 funcionários que se dedicam para que o carro fique dessa forma: um carro perfeito que me deu a condição de somar tantos pontos com um primeiro e um segundo lugar. De fato, foi mais do que a gente imaginava. Deus é pai e tenho certeza que Ele deu uma mãozinha”, agradeceu o paraibano, que conquistou sua segunda vitória na temporada – a primeira havia sido em Santa Cruz do Sul (RS). 

Maurício ultrapassou Vitor Genz (Boettger Competições) na penúltima volta, e fechou o pódio.

Bueno terminou em quarto, seguido por Gomes e Khodair. Luciano Burti (RZ Motorsport), Nunes e Rubens Barrichello (Full Time Sports) fecharam os dez primeiros. 

Gomes lidera o campeonato com 182 pontos, seguido por Bueno com 151 e Serra com 133.

A próxima etapa acontece em duas semanas no Autódromo Orlando Moura na cidade de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. 

Final, prova 2:

1-) 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – 23 voltas em 24min23s047 (média de 173,1 km/h)

2-) 77 Valdeno Brito (Shell Racing) – a 1s266

3-) 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – a 2s577

4-) 46 Vitor Genz (Boettger Competições) – a 3s243

5-) 0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) – a 7s775

6-) 80 Marcos Gomes (Voxx Racing Team) – a 11s856

7-) 18 Allam Khodair (Full Time Sports) – a 13s612

😎 14 Luciano Burti (RZ Motorsport) – a 15s111

9-) 70 Diego Nunes (Vogel Motorsport) – a 16s102

10-) 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 16s427

11-) 1 Antonio Pizzonia (Prati-donaduzzi) – a 17s757

12-) 65 Max Wilson (Eurofarma RC) – a 18s036

13-) 88 Felipe Fraga (Voxx Racing Team) 25s424

14-) 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – a 25s512

15-) 8 Rafael Suzuki (RZ Motorsport) – a 26s658

16-) 11 Cesar Ramos (Total Racing) – a 28s357

17-) 72 Fabio Fogaça (Hot Car Competições) – a 34s085

18-) 12 Lucas Foresti (AMG Motorsport) – a 35s205

19-) 74 Popó Bueno (Total Racing) – a 36s186

20-) 9 Gustavo Lima (ProGP) – a 53s792

21-) 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) – a 1 volta

22-) 3 Bia Figueiredo (União Química Racing) – a 3 voltas

Não completaram 75%

23-) 73 Sergio Jimenez (Axalta C2 Team) – a 8 voltas

24-) 110 Felipe Lapenna (Schin Racing Team) – a 9 voltas

25-) 2 Raphael Matos (Schin Racing Team) – a 10 voltas

26-) 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) – a 16 voltas

27-) 51 Átila Abreu (AMG Motorsport) – não largou

28-) 83 Gabriel Casagrande (Axalta C2 Team) – não largou

29-) 29 Daniel Serra Red Bull Racing) – não largou

30-) 4 Julio Campos (Prati-donaduzzi) – não largou

31-) 25 Tuka Rocha (União Química Racing) – não largou

32-) 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) – não largou

Melhor volta: Ricardo Maurício, 1min02s415 (176,4 km/h)

Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO APÓS OITO ETAPAS

1-) Marcos Gomes – 182 pontos

2-) Cacá Bueno – 151

3-) Daniel Serra – 133

4-) Julio Campos – 121

5-) Thiago Camilo – 120

6-) Rubens Barrichello – 115

7-) Max Wilson – 113

😎 Allam Khodair – 112

9-) Valdeno Brito – 105

10-) Ricardo Maurício – 99

11-) Diego Nunes – 88

12-) Átila Abreu – 80

13-) Ricardo Zonta – 79

14-) Sérgio Jimenez – 78

15-) Felipe Fraga – 63

16-) Galid Osman – 62

17-) Vitor Genz – 60

18-) Antonio Pizzonia – 60

19-) Raphael Matos – 50

20-) Gabriel Casagrande – 49

21-) Tuka Rocha – 41

22-) Luciano Burti – 41

23-) Denis Navarro – 38

24-) Rafael Suzuki – 33

25-) Cesar Ramos – 31

26-) Popó Bueno – 29

27-) Lucas Foresti – 29

28-) Felipe Lapenna – 23

29-) Raphael Abbate – 19

30-) Bia Figueiredo – 7

31-) Gustavo Lima – 5

32-) Fábio Fogaça – 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *