Stock: Xandinho Negrão confirma evolução na melhor 6ª-feira do ano

Com um jogo de pneus novos calçado nos minutos finais da segunda sessão, Ricardo Maurício (RC) dominou a abertura dos treinos livres da quarta etapa da Stock Car. O campeão de 2008 baixou a sua marca anterior em pouco mais de um segundo e desbancou o tri Cacá Bueno (Red Bull) do topo da página de tempos nesta sexta-feira no autódromo de Jacarepaguá (Rio de Janeiro). Outro destaque dos ensaios foi o 6º lugar de Xandinho Negrão (Medley), confirmando a evolução anunciada na recente etapa do Velopark, no Rio Grande do Sul.

Cacá foi o primeiro a baixar da casa do 1:18 no circuito carioca e parecia que não encontraria rival até Maurício completar uma volta quase perfeita. Xandinho também melhorou bastante quando colocou os pneus 0K, mas disse que o terceiro lugar mostraria um quadro mais fiel do potencial do seu carro. “Fui um pouco conservador no primeiro setor na primeira volta rápida. Baixei dois décimos na segunda, mas acabei pegando trânsito no restante da volta”, explicou.
Foi, de qualquer forma, a melhor sexta-feira de Xandinho nesta fase inicial do calendário. Apesar da satisfação com o carro, contudo, Xandinho manifestou preocupação com o rendimento com pneus usados. “Estamos melhores com pneus novos, esta é a verdade. Com os velhos, estava saindo de traseira e acentuando o desgaste dos pneus”, analisou. “Vamos procurar entender as causas desse comportamento. O estranho é que os carros do Cacá e do Popó Bueno estão melhores com os pneus usados”, comentou Thiago Meneghel, engenheiro de Xandinho. 
Os carros retornam à pista a partir das 8 horas deste sábado para os últimos treinos livres antes das três sessões classificatórias. Xandinho afirmou que a largada animadora em Jacarepaguá amplia o otimismo em relação à meta traçada não apenas para o fim de semana, mas também para o restante da fase seletiva aos playoffs. “Quero largar e terminar entre os 10 em todas as cinco corridas que teremos até lá. Cumprindo esse objetivo, acredito que a vaga estará garantida”, concluiu Xandinho, que soma nove pontos com o 8º lugar no Velopark.
Os tempos em Jacarepaguá:
1º) Ricardo Mauricio (Chevrolet) 1min17s446
2º) Cacá Bueno (Peugeot) 1min17s549
3º) Ricardo Zonta (Peugeot) 1min17s850
4º) Valdeno Brito (Chevrolet) 1min17s928
5º) Allam Khodair (Peugeot) 1min17s953
6º) Xandinho Negrão (Chevrolet) 1min18s093
7º) Felipe Maluhy (Chevrolet) 1min18s149
8º) Marcos Gomes (Peugeot) 1min18s189
9º) Daniel Serra (Peugeot) 1min18s228
10º) Popó Bueno (Chevrolet) 1min18s259
11º) Nonô Figueiredo (Chevrolet) 1min18s285
12º) Pedro Gomes (Chevrolet) 1min18s373
13º) Lico Kaesemodel (Peugeot) 1min18s380
14º) Tarso Marques (Chevrolet) 1min18s460
15º) Átila Abreu (Chevrolet) 1min18s477
16º) David Muffato (Peugeot) 1min18s498
17º) Giuliano Losacco (Peugeot) 1min18s538
18º) Max Wilson (Chevrolet) 1min18s543
19º) Gustavo Sondermann (Chevrolet) 1min18s590
20º) Thiago Camilo (Chevrolet) 1min18s634
21º) Christian Fittipaldi (Chevrolet) 1min18s650
22º) Alceu Feldman (Peugeot) 1min18s674
23º) Duda Pamplona (Chevrolet) 1min18s733
24º) Luciano Burti (Peugeot) 1min18s760
25º) Cláudio Ricci (Peugeot) 1min18s791
26º) Betinho Gresse (Chevrolet) 1min18s835
27º) Antonio Pizzonia (Chevrolet) 1min18s881
28º) Antonio Jorge Neto (Peugeot) 1min18s901
29º) William Starostik (Chevrolet) 1min18s955
30º) Julio Campos (Peugeot) 1min18s969
31º) Diego Nunes (Peugeot) 1min19s031
32º) Alan Hellmeister (Peugeot) 1min19s300
33º) Constantino Jr. (Peugeot) 1min19s326
34º) Thiago Marques (Peugeot) 1min19s436

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *