Super Clio: Pilotos experientes confirmam participação

Atraídos pelo diferencial e pelo custo-benefício, consagrados profissionais e equipes migram para a nova categoria.


A Super Clio, um dos destaques do automobilismo nacional neste ano, já conta com uma lista de experientes e competentes pilotos e equipes do automobilismo nacional.

De acordo com o piloto Tarso Marques, da Marques MotorSports – responsável pelo desenvolvimento do carro em parceria com a Renault – além de João Campos, pentacampeão do Campeonato Brasileiro Pick-up Racing, que confirmou participação na última semana, outros nomes já estão confirmados.

José Cordova, campeão da Copa Clio no ano passado, é um deles. O piloto, que traz na bagagem vasta experiência internacional, promete agregar profissionalismo à categoria.

Cordova já foi campeão da Fórmula Ford inglesa por duas vezes, conquistou o título mundial da mesma categoria e da Fórmula 2 no México, correu na Continental, nos Estados Unidos, além de ter passado por muitos outros países.

A troca de categoria, segundo Cordova, foi incentivada pela força do Super Clio. “É um carro mais de corrida, tem o motor forte.” Com a equipe W-Racing, o piloto espera obter bons resultados. “A idéia é sempre correr para ganhar. Vamos fazer o melhor possível”

Mais um que chega com otimismo é Elias Jr., que disputa a Copa Clio desde 2002, quando a categoria começou. Neste período o piloto sempre conseguiu boas colocações e, em 2003, alcançou o título do campeonato. “Vou para a Super Clio porque acredito ser a evolução natural da categoria. Até porque entre a Stock Car e a Super Clio, a última ganha no fator custo-benefício. Acredito que a adaptação será rápida, o que precisamos é de um carro bem acertado, uma boa equipe e uma boa estrutura. Tem tudo para ser um bom ano.”

Apesar de estar em fase de fechamento com uma equipe, o patrocínio já está definido: o WebMotors, portal de compra e venda de veículos. “A expectativa é das melhores. Voltar a brigar pelo campeonato e ir à luta desde o início.”

Cláudio Gontijo também faz parte desta lista. Vice-campeão brasileiro da Copa Clio em 2005 o piloto já disputava a categoria há quatro anos, mas decidiu mudar. “Tenho as melhores expectativas, vou para ganhar e para isso estou me preparando fisicamente.”

Com a equipe Officer MotorSport, Gontijo também está otimista com relação às características do carro. “O Super Clio é mais veloz, com tração traseira. Sua estrutura é uma gaiola e não um monobloco. Será muito interessante e mais próximo de um carro de corrida.”

O primeiro a apostar na nova categoria foi José Vitte, que também vem da Copa Clio, onde correu nos últimos três anos. “Decidi pela categoria por ser mais veloz. É completamente diferente do que já pilotei até hoje, é o primeiro com tração traseira e significa um desafio para mim.” A equipe de Vitte é a Bolivar MotorSports.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *