Super Clio: Suspensão dificulta atuação de João Campos em Tarumã

Largando da pole, gaúcho conquista quarta posição e já vê boas chances de se envolver mais diretamente na disputa pelo título.


João Campos definiu como bom resultado o quarto lugar que conquistou na tarde deste domingo (16) na quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Renault Super Clio. Menos pelo resultado, mais pelas circunstâncias que envolveram a participação do piloto gaúcho na corrida no Autódromo Internacional de Tarumã. A vitória foi do paranaense Wagner Ebrahim. João terminou em quarto, atrás ainda do carioca Elias Júnior e do paulista Fábio Carreira.

Único representante do Rio Grande do Sul na Super Clio, João, que tem no carro número 3 as cores de Cortiana Plásticos, Tecnovidro e PPG, apostava na conquista da primeira vitória. O segundo lugar na corrida que abriu a rodada dupla no sábado (15), mesmo com o limpador do pára-brisa sem funcionar sob chuva, e a conquista da pole para a prova deste domingo eram fatores que favoreciam esse resultado. Contudo, a corrida apresentou-lhe dificuldades.

“Nós adotamos um acerto de suspensão que, com pneus novos, funciona muito bem. Mas, à medida em que os pneus começam a gastar, o carro sai de traseira. Isso dificultou as coisas”, explicou o piloto, que manteve a liderança na corrida por duas voltas, até ser ultrapassado por Ebrahim. “Eu quis acompanhar o ritmo dele, mas o carro daquele jeito, saí da pista e o Elias também me passou”, descreve, citando a posição que perdeu na sétima volta.

Sem o equilíbrio de que precisava no carro para voltar a disputar a vitória, Campos perdeu também a terceira posição para Carreira, na 17ª volta. Ebrahim, com a vitória, abriu vantagem na liderança, com 76 pontos. Aldo Piedade Júnior, o vice-líder, tem 44. Depois dele aparecem Elias e Rafael Sperafico, empatados em terceiro lugar com 41 pontos, Campos, com 36, e Allam Khodair, com 29. “Até que a situação do campeonato ficou interessante”, considerou.

Mesmo com os problemas que o impediram de vencer na rodada dupla em Tarumã, João Campos fez um balanço positivo de sua atuação. “Na primeira corrida, larguei em terceiro e fui segundo, sem conseguir enxergar nada. Na outra, fui pole e, por causa do acerto da suspensão, caí para quarto. O importante é que nós estamos no páreo”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *