SuperBike: Com um imprevisto no final, Andric deixa escapar primeira posição para Pedrosa na 5ª etap

A 5ª etapa do TNT SuperBike disputado neste domingo, 28, no autódromo de Interlagos foi marcado por muitas surpresas, principalmente na parte da frente do grid. Faltando poucas voltas para o fim da prova, uma parte da carenagem da moto de Danilo Andric (#64), da Limited Motorsport, se soltou na reta principal da pista, fazendo com que o piloto perdesse estabilidade. O resultado disso foi a perda da liderança para Heber Pedrosa (#42), da Spiga Racing, que acabou garantindo a vitória em São Paulo.

O segundo lugar ficou com Cachorrão (#51), da J. Cachorrão Race Team, que também aproveitou o imprevisto de Andric para ganhar uma posição. Mesmo com o problema, o piloto da moto #64 conseguiu cruzar a linha de chegada em terceiro. De equipe nova, Bruno Corano (#34), da Desodorante Gillette SBK Team, manteve um ritmo forte para conquistar o quarto lugar. Fechando o pódio, Alecsandre de Grandi (#90), da Team de Grandi Bardhal, chegou em quinto.

Vencedor da etapa, Pedrosa não poupou elogios para a prova deste domingo. “A corrida foi maravilhosa, das melhores que já tive. A moto tava de parabéns”, disse. Satisfeito com o resultado, Cachorrão destacou o equilíbrio na categoria. “Os resultados foram bons pra mim e pro campeonato. Todo mundo embolado na classificação”, elogiou.

Ainda na liderança do TNT SBK com 121 pontos, Andric explicou sobre seu problema durante a corrida. “Meu spoiler soltou. Vi que era impossível andar com a moto do jeito que tava”, explicou. Bruno Corano se mostrou contente com o resultado, mas disse que poderia ter ido melhor. “Senti que tinha ritmo para andar mais. Peguei retardatários, o que atrapalhou um pouco”, falou. Para Alecsandre de Grandi, o resultado final ficou de bom tamanho. “Tive um erro, me recuperei e a posição foi muito boa”, enfatizou.

Outras categorias

Pro Am
Gustavo Herrera (#27), da Dyno Mania, foi o mais rápido nas 17 voltas na categoria Pro AM e conquistou sua primeira vitória. “Dediquei tudo para a corrida e acabei vencendo pela primeira vez”, comemorou. Na sequência, o jovem Ivan Gouvea (#38), da Desodorante Gillette SBK Team, ficou com o segundo lugar. A terceira posição ficou nas mãos de Michel Dacar (#171), da Kiwi Racing.

Pro Estreante
Bruno Silva (#18), da Target Race, foi mais feliz que seus concorrentes e acabou na primeira posição na Pro Estreante. ”Estou satisfeito, larguei bem e vim mantendo um bom ritmo”, explicou o piloto. Na cola de Bruno, Ricardo Pelosini (#19), da Boi Racing, ficou com a segunda posição. Já Mauro Thomassini (#5), da Motom, garantiu o terceiro lugar.

Pro Master
Entre os pilotos mais experientes do grid, quem se deu melhor foi Marcelo Moraes (#192), da Boi Racing. “Foi a melhor corrida que fiz. Fizemos muitas mudanças pra hoje, coisa que deu certo”, ressaltou. O segundo lugar foi para Ricardo Gornati (#99), da Gornati. Coube a Paulinho Gabriel (#72), da Desodorante Gillette SBK Team, a terceira posição.

600 SuperSport Pro
Travando um duelo com Dudu Costa (#117), da Rush Racing Team, Marcello Brasil (#24), da Target Race, foi o vencedor da 600 SuperSport Pro. “Tive um problema no treino de sábado e não sabia se iria correr. A equipe arrumou a moto e fui muito bem”, contou. Dudu Costa teve que se contentar com o segundo lugar na categoria 600 SuperSport Pro.

600 SuperSport Pro AM
Largando na pole position na 600 SuperSport Pro AM, Fabinho Brandt (#33), da Motom, não decepcionou sua equipe e cravou a primeira colocação em Interlagos. “Foi uma boa corrida, aprendi com o pessoal da 1000cc na frente”, destacou. O segundo melhor da categoria foi Leo Moya (#7), da Boi Racing, seguido por Pedro Gonçalves (#12), da Desodorante Gillette SBK Team, em terceiro.

Confira a classificação da 5ª etapa do TNT SBK em Interlagos

1º) 42 – Heber Pedrosa (P, SP), 17 voltas em 28:59.296 (média de 151,61 km/h)
2º) 51 – José L Teixeira (P , SP), a 5.869
3º) 64 – Danilo Andric (P , SP), a 12.598
4º) 34 – Bruno Corano (P , SP), a 17.367
5º) 90 – Alecsandre de Grandi (P , SP), a 24.434
6º) 18 – Bruno Silva (PE , SP), a 24.528
7º) 19 – Ricardo Pelosini (PE , SP), a 27.183
8º) 97 – Rodrigo de Benedicts (P , SP), a 28.031
9º) 8 – Daniel G Mendonça (P , BA), a 50.193
10º) 57 – Eric Granado (SSP , SP), a 50.421
11º) 24 – Marcello Brasil (SSP , SP), a 1:08.795
12º) 27 – Gustavo Herrera (PA , SP), a 1:09.405
13º) 5 – Mauro Thomassini (PE , SP), a 1:19.698
14º) 38 – Ivan Gouvêa (PA , SP), a 1:21.956
15º) 117 – Eduardo Costa N (SSP , SP), a 1:24.419
16º) 141 – Wado Gomes (PE , SP), a 1:33.580
17º) 171 – Michel Dacar (PA , SP), a 1:34.009
18º) 54 – Matheus Piva (PA , SP), a 1:34.628
19º) 192 – Marcelo Morães (PAM , MG), a 1:46.553
20º) 99 – Ricardo Gornati (PM , SP), a 1 volta
21º) 33 – Fabinho Brandt (SSPA , SP), a 1 volta
22º) 7 – Leo Moya (SSPA , SP), a 1 volta
23º) 3 – Cezar Lombardi (PA , SP), a 1 volta
24º) 12 – Pedro G Gonçalves (SSPA , SP), a 1 volta
25º) 188 – Thiago Volpato (SSPA , PR), a 1 volta
26º) 48 – Rodrigo N Pacheco (PA , SP), a 1 volta
27º) 23 – Ives Morães (SSPA , GO), a 1 volta
28º) 13 – Ricardo Pitty (SSPA , SP), a 1 volta
29º) 72 – Paulo A Gabriel (PM , SP), a 1 volta
30º) 21 – Rodrigo Espinha (PA , SP), a 1 volta
31º) 170 – Edson Farias (PA , SP), a 1 volta
32º) 128 – Leymar M Sanches (PA , MS), a 11 voltas
33º) 17 – Danilo Lewis (P , SP), a 14 voltas

Melhor Volta: Danilo Andric, 1:39.952 (155,19 km/h)

Classificação no campeonato

Pro
1º – 64 – Andric – 121 pontos
2º – 34 – Bruno Corano – 82 pontos
3º – 42 – Heber Pedrosa – 81 pontos
4º – 51 – Cachorrão – 81 pontos
5º – 97 – Rodrigo Bene – 81 pontos

Pro Master
1º – 99 – Ricardo Gornati – 110 pontos
2º – 72 – Paulinho Gabriel – 102 pontos
3º – 77 – Gustavo Rodrigues – 77 pontos
4º – 101 – Giovani Mocelin – 81 pontos
5º – 192 – Marcelo Moraes – 25 pontos

Pro Estreante
1º – 19 – Ricardo Pelosini – 108 pontos
2º – 88 – Diego Pretel – 96 pontos
3º – 141 – Wado Gomes – 90 pontos
4º – 18 – Bruno Silva – 85 pontos
5º – 5 – Mauro Thomassini – 42 pontos

Pro AM
1º – 38 – Ivan Gouvea  – 100 pontos
2º – 128 – Leymar Sanchez – 81 pontos
3º – 171 – Michel Dacar – 45 pontos
4º – 54 – Matheus Piva – 40 pontos
5º – 6 – Adriano Carioca – 38 pontos

600 SuperSport Pro
1º – 24 – Marcello Brasil – 120 pontos
2º – 41 – Massao Nishimoto – 98 pontos
3º – 117 – Dudu Costa – 22 pontos
4º – 131 – Rogerinho Gentil – 20 pontos

600 SuperSport Pro AM
1º – 11 – Ferando Ferraz – 94 pontos
2º – 12 – Pedro Gonçalves – 90 pontos
3º – 33 – Fabinho Brandt – 46 pontos
4º – 113 – Ricardo Pitty – 33 pontos
5º – 23 – Ives Moraes – 31 pontos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *