Trofeo Maserati: Após três temporadas, o sabor da 1a vitória de Chico Longo

O piloto da equipe Maserati Competições, Chico Longo, foi o grande vencedor da 5a etapa do Campeonato Brasileiro Maserati, no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina.

Mas não foi fácil. A etapa, dividida em duas sessões de 25 minutos, teve Valter Rossete como vencedor da primeira etapa. Somente na quinta volta da segunda bateria, no S da caixa d’água, quando Marcelo Hahn tentou ultrapassar o pole e os dois se tocaram, com vantagem para Rossete que conseguiu continuar na prova, Chico Longo assumiu a ponta.

Por conta desse incidente, na segunda bateria, a grande corrida foi do paulista Chico Longo, agora com 127 pontos no campeonato e em terceiro na classificação geral. “Consegui largar muito bem na primeira volta, passando a segundo lugar, mas a pressão do Marcelo estava muito forte. Ele me ultrapassou, mas aproveitei a batida dele com Rossete e levei a melhor. Fechei a porta  dos retardatários e fiz uma corrida limpa. É a minha primeira vitória depois de quase 4 anos”, comemorou Longo.

O segundo lugar ficou com Rafael Derani, que não treinou muito bem durante o final de semana. “Meu carro estava muito rápido, mas o Chico fechou direitinho a porta e não tive como ultrapassar nesta pista. Foi uma corrida muito limpa, principalmente do piloto Renato Cattalini, que poderia ter arriscado e  foi um verdadeiro cavalheiro”, comenta Derani. O líder do campeonato Renato Cattalini largou na última colocação nesta etapa, mas deu um show de pilotagem. Na primeira bateria, ele chegou em 5º e na segunda sessão alcançou a 3º colocação. “Andei pensando no campeonato. Poderia ter arriscado no final da prova, mas referi não arriscar”, explicou.

O piloto Walter Derani, que largara na 6a posição e chegou em 4o lugar na segunda bateria, disse que fez uma ótima corrida neste circuito muito exigente. “Em qualquer equívoco, a possibilidade de  bater era muito grande. Quando o  César me deu um toque  na curva da vitória,  pensei que não ia conseguir segurar, mas acelerei, peguei o traçado e levei a melhor”, assinalou.  A 5a colocação ficou com o piloto estreante do circuito de Londrina, Sergio Laganá. “Consegui administrar bem a prova. Me preparei para sair de possíveis batidas e minha meta era terminar a prova. Mas estou muito satisfeito com minha colocação e ganhar meu primeiro troféu na categoria”, disse Laganá. Na sexta colocação ficou Carlos Crespo que sempre realiza corridas muito consciente e, aos poucos, vai colecionando pontos importantes no campeonato.  O pole position desta etapa, o piloto Valter Rossete, ficou com o sétimo lugar. “Fiz uma primeira bateria excelente e uma relargada muito boa. Mas eu nunca vi alguém ultrapassar no “S” da caixa d’água como o Hahn que me bateu  e, embora tivesse conseguido retornar à pista, achei um absurdo este tipo de pilotagem”, desabafou Rossete.

Com esse quadro, após cinco etapas, o Campeonato Brasileiro Maserati tem na liderança o piloto paranaense Renato Cattalini, com 181 pontos, seguido de Rafael Derani, 144, Chico Longo, 127, César Urnhani 123, Walter Derani com 120, Valter Rossete 113, Abramo Mazzochi, 96,  Carlos Crespo com 78, Sergio Laganá 74 e Marcelo Hahn com 61 pontos. Os pilotos Marcelo Hahn (2 voltas) e César Urnhani (5 voltas) não pontuaram na segunda bateria por terem se envolvido em batidas e, por conseqüência, avarias nos carros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *