Trofeo Maserati: Quase dois anos depois, Rafael Derani é declarado campeão de 2008

Tribunal de Justiça da entidade põe fim à polêmica sobre a decisão do campeonato de 2008, disputado até a última etapa do calendário por Derani e Cesár Urnhani

O paulista Rafael Derani é o campeão da temporada de 2008 do Trofeo Maserati. O título da competição, que inspirou a criação da divisão GTBR4 do Itaipava GT Brasil em 2010, estava sub-judice havia quase dois anos – e só foi decidido nesta sexta-feira (8) após julgamento do Tribunal de Justiça Desportiva da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA).

Rafael Derani havia sido declarado campeão do Trofeo Maserati em fevereiro de 2009, depois que o TJD da Federação Paulista da modalidade julgou procedente a punição imposta ao também paulista César Urnhani por atitude anti-desportiva na corrida que decidiu o campeonato daquele ano, em São Paulo.

Desclassificado da etapa final depois de provocar o abandono de Derani ainda na primeira volta da corrida de Interlagos, Urnhani recorreu à CBA para tentar recuperar o título, mantendo o resultado final do campeonato sub-judice. A entidade máxima do automobilismo brasileiro baseou sua decisão em vídeos feitos na época, que mostraram por diversos ângulos o choque ocorrido na entrada do Esse do Senna, em Interlagos.

“Fico feliz por poder comemorar o título do Trofeo Maserati de forma definitiva”, disse Rafael, que voltou a ser campeão brasileiro no ano seguinte, correndo em dupla com Claudio Ricci no Itaipava GT Brasil. “O campeonato de 2008 foi muito disputado, e lamentavelmente tinha terminado de forma polêmica. Agora, com tudo resolvido, nossa equipe poderá comemorar o bicampeonato brasileiro”, acrescentou.

Com a confirmação do título, Rafael Derani passa a ter direito à motocicleta Harley Davidson customizada pela empresa paranaense TMC, oferecida na época como prêmio ao campeão do Trofeo Maserati. O prémio havia sido entregue a Urnhani e a seu parceiro na época, o hoje piloto do Itaipava GT Brasil Marcelo Hahn.

“A temporada de 2008 marcou uma fase muito importante da equipe CRT Brasil, e consolidou nosso trabalho depois de dois terceiros lugares e um vice-campeonato”, lembrou Derani. “Montamos uma estrutura muito competitiva, que resultou, também, na conquista de bons resultados no Itaipava GT Brasil. Por isso acredito que esse titulo tenha sido conquistado com muito merecimento, e fico feliz por poder comemorar, em definitivo, essa conquista”, encerrou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *