Truck: Cinco pilotos defendem a marca Volvo na Fórmula Truck

O gaúcho Régis Boessio é um dos que competem na categoria com caminhão Volvo, o piloto espera muita disputa na próxima etapa em Campo Grande (MS).

Os caminhões Volvo estão presentes no campeonato de Fórmula Truck desde a primeira temporada da categoria homologada. Na competição de 2008, cinco pilotos participam com caminhões Volvo, tendo destaque na maioria das provas realizadas até o momento. Três são paranaenses, João Maistro, Fabiano Brito e Diumar Bueno, o catarinense Luis Carlos Zapellini e o gaúcho Régis Boessio. No próximo final de semana, dias 12, 13 e 14 de setembro, acontecerá a sétima etapa da temporada no autódromo de Campo Grande (MS).

Régis Boessio vive a expectativa de chegar dentro da categoria a condição semelhante vivida pelo também gaúcho Jorge Fleck que foi bicampeão na Fórmula Truck com o caminhão Volvo nos anos de 1999 e 2000. Na temporada o piloto comemora ter ultrapassado a fase de adaptação, já que é o primeiro ano que compete com Volvo, agora parte para tornar o seu caminhão mais competitivo e assim somar pontos e subir na classificação do campeonato.

“Me adaptei muito bem ao caminhão Volvo e tenho o Jorge Fleck como um referencial, já que ele comprovou que a marca tem todas as condições de ser campeã na Fórmula Truck”, disse Régis Boessio. “A categoria está muito competitiva, mas em muitas provas neste ano o Volvo já liderou e esteve próximo da vitória, acredito que em breve veremos uma vitória da marca na categoria, o que será muito importante para mim, que estou ainda desenvolvendo o equipamento e buscando a melhor preparação para ele”, complementa.

Na preparação dos caminhões Volvo nesta temporada o gaúcho Boessio tem uma parceria com o paranaense Maistro. “Para a etapa de Campo Grande não efetuamos modificações expressivas no meu caminhão em função do acidente na prova anterior com o caminhão do João, a equipe chegou a começar os trabalhos na modificação da cabine e ajuste de peso, infelizmente não poderemos testar, pois o caminhão não ficou pronto para os treinos, com isso apenas realizamos uma revisão geral vamos com a configuração anterior”, informa Boessio.

“Campo Grande é uma pista que exige bastante do caminhão por isso é focar nos trabalhos que vamos realizar durante os treinos e projetar a corrida. A expectativa é de terminar entre os dez primeiros colocados, pois o calor força muito os motores e o nosso já se mostrou muito resistente nesta situação. Para as próximas etapas estamos verificando a mudança da nossa cabine por uma de menor peso para conseguirmos atingir a meta de deixar o caminhão dentro do peso do regulamento, já que estamos 400 quilos acima do que poderíamos estar andando o que prejudica em muito na competição”, encerra o piloto Régis Boessio.

A equipe Boessio Competições conta com o apoio da Rodrigotto, Recrusul, Metal Leve, ZF, Tuzzi, Braço Forte, Fras-le, Sistec, BorgWarner, Frum e O Cupim, empresas parceiras nesta temporada.

A prova principal da sétima etapa da Fórmula Truck acontecerá neste domingo, dia 14 de setembro, a partir das 13:00 horas (horário de Brasília) no Autódromo Internacional de Campo Grande (MS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *