Truck: Instabilidade climática marca treinos em Brasília

Pilotos experimentam caminhões com pista seca e molhada e lidam com perspectiva de chuva na corrida. Domínio no primeiro dia é dos Volvo.

A instabilidade climática deu o tom, nesta sexta-feira (5), aos primeiros treinos livres do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck na décima e última etapa. Os pilotos tiveram de lidar tanto com pista seca quanto com asfalto molhado nas duas sessões disputadas no Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília. O panorama possibilitou testes variados e gerou expectativas distintas para o fim de semana que vai definir o campeão de 2008.

Na primeira sessão, com pista seca, o mais rápido foi o pernambucano Beto Monteiro, da Scania. Seu tempo o fez terminar o dia como terceiro colocado, À sua frente ficaram o catarinense Luís Zappelini e o paranaense Fabiano Brito, ambos pilotos da equipe ABF/Volvo, que cravaram as duas voltas mais rápidas do treino final. O instituto meteorológico Climatempo indica que a chance de chuva é de 80% para o sábado (6) e de 90% para o domingo (9).

No segundo treino, sob chuva, o domínio era dos pilotos da Scania. Pedro Muffato, paranaense da MP Motorsport, era o mais rápido. O paulista Roberval Andrade, da Roberval Motorsport, era segundo. O sol apareceu com intensidade suficiente para secar o asfalto e os tempos de volta, 13 segundos mais lentos que os da sessão inicial, despencaram. Andrade fechou o treino em quarto e Muffato, em 10º. No resultado geral, ficaram em sétimo e 16º, respectivamente.

Muffato e Monteiro foram dos dois que pararam nos boxes quando a pista começou a secar. O pernambucano retornou nos minutos finais para tentar uma volta rápida, mas não houve tempo para atingir a meta – uma bandeira vermelha decorrente de problemas no caminhão de Djalma Fogaça antecipou o término do treino. “Para correr no seco, meu caminhão está bom, mas essa variação de sol e chuva pode complicar”, alertou Monteiro. “Tomara que não chova”.

Piloto de reconhecida facilidade para competir com pista molhada, Muffato manifesta sua óbvia torcida pela chuva. “Eu sabia que podia andar muito rápido na chuva, mas quando secou, eu parei. Meu caminhão não acompanha o ritmo dos outros no seco”, manifestou o piloto, que tem patrocínio de Autotrac, Coopavel, Muffatão, Tanksul, Fras-le, Mahle, Faculdade Assis Gurgacz e Tuzzi. “O jeito para mim vai ser contar com a ajuda de São Pedro”, disse, bem-humorado.

Andrade, que em seis participações na etapa brasiliense conquistou cinco pódios e abandonou uma prova, a do ano passado, quando era líder, encerrou seu trabalho satisfeito. “Penso ter conseguido hoje algo que dificilmente acontece nas corridas. O meu caminhão se mostrou competitivo tanto para o seco quanto para o molhado”, revelou o piloto, deixando transparecer sua preferência: “Não vou ficar chateado se chover no domingo”.

Terceiro colocado na classificação do campeonato, Andrade, que tem seu caminhão decorado nas cores de Scania, Knorr-Bremse, BorgWarner, KS, Guerra, Frum, Rodafuso, Mann Filter, Tanesfil, Banco PanAmericano, Niju, CCE, Intel e Consórcio Nacional Scania, tem chances de repetir o vice-campeonato de 2005 – ano em que venceu em Brasília – e 2007. Ele tem 122 pontos, contra 140 do vice-líder Wellington Cirino. Geraldo Piquet, líder, soma 154.

A programação da etapa decisiva da F-Truck em Brasília prevê mais duas sessões de treinos livres para a manhã deste sábado (6), às 9h e às 11h. A tomada de tempos classificatória será aberta às 14h30. A corrida de domingo, com largada às 12h45, será transmitida pela Rede Bandeirantes, com geração de imagens da paranaense Master TV.

Combinados os tempos das duas sessões, os melhores tempos de cada piloto nos treinos desta sexta-feira foram:
1º) Luís Zappelini (SC/Volvo), ABF Competições, 1min12s209
2º) Fabiano Brito (PR/Volvo), ABF Competições, 1min12s254
3º) Beto Monteiro (PE/Scania), Roberval Motorsport, 1min12s356
4º) Gaston Mazzacane (ARG/Mercedes-Benz), ABF Competições, 1min12s372
5º) Vinicius Ramires (SP/Mercedes-Benz), RRT2, 1min12s563
6º) Jonatas Borlenghi (SP/Ford), DF Motorsport, 1min12s806
7º) Roberval Andrade (SP/Scania), Roberval Motorsport, 1min12s816
8º) Vignaldo Fízio (SP/Mercedes-Benz), ABF Competições, 1min12s828
9º) José Cangueiro (SP/Mercedes-Benz), ABF Competições, 1min13s069
10º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF Competições, 1min13s260
11º) João Marcos Maistro (PR/Volvo), Clay Truck Racing, 1min13s295
12º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF Competições, 1min13s299
13º) Valmir Benavides (SP/Volkswagen), RM Competições, 1min13s356
14º) Débora Rodrigues (SP/Volkswagen), RM Competições, 1min13s733
15º) Adilson Magalhães (SP/Iveco), Scuderia Iveco, 1min13s751
16º) Pedro Muffato (PR/Scania), MP Motorsport, 1min14s094
17º) Régis Boessio (RS/Volvo), Boessio Competições, 1min14s192
18º) Adalberto Jardim (SP/Iveco), Scuderia Iveco, 1min14s457
19º) Leandro Totti (PR/Ford), Londrina Truck Racing, 1min15s304
20º) Djalma Fogaça (SP/Ford), DF Motorsport, 1min16s314
21º) Renato Martins (SP/Volkswagen), RM Competições, 1min16s637
22º) Leandro Reis (GO/Volkswagen), Reis Peças, 1min17s988
23º) Felipe Giaffone (SP/Volkswagen), RM Competições, 1min19s270
24º) Fred Marinelli (SP/Iveco), Marinelli Competições, 1min20s031
25º) Diumar Bueno (PR/Volvo), Bueno Race Truck, 1min25s050

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *