Truck: João Ometto Neto estreia como substituto de Fred Marinelli

Paulista de 32 anos disputa etapas de Guaporé, Curitiba e Brasília visando integrar a categoria em definitivo a partir de 2013

O GP Crystal, valendo pela oitava etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, vai marcar mais uma estreia na competição. João Ometto Neto, paulistano de 32 anos, tem presença confirmada na corrida e 14 de outubro no Autódromo Nelson Luiz Barro, em Guaporé (RS). Ele será o piloto do Iveco da Marinelli Competições, como substituto do campineiro Fred Marinelli, afastado por conta do acidente sofrido na etapa de Cascavel (PR).

Ometto será o titular da Marinelli Competições nas três últimas etapas da temporada – estará no grid também em Curitiba, dia 18 de novembro, e em Brasília, no dia 9 de dezembro. “Faz muito tempo que a Fórmula Truck é uma meta para a minha carreira. Eu gostaria muito de entrar na categoria de outra forma, sem ter que substituir um amigo que se acidentou. Mas a oportunidade está aí e pretendo aproveitá-la da melhor forma”, comenta.

A estreia do piloto natural da cidade de Araras na Truck foi viabilizada por Camilo Christófaro Júnior, chefe de equipe da Iveco. “O Camilinho me disse que a equipe precisaria de outro piloto até o Fred se recuperar do acidente. Eu já havia feito dois testes com um caminhão, em Curitiba e em Brasília, e agora vou trabalhar para fazer boas corridas nessa reta final da temporada, vou tentar me firmar na Fórmula Truck para o campeonato do ano que vem”, avisa.

João Ometto Neto iniciou sua carreira no automobilismo em 2001, nas categorias do Campeonato Paulista. Atuou também na Stock Car V8 Light e na Pick-up Racing. Foi campeão da Stock Paulista em 2008 e 2011 e neste ano, inscrito na categoria Light, lidera o campeonato com ampla vantagem. “Agora, na Truck, tenho a melhor expectativa possível. Estou num time forte, com um caminhão que vem se mostrando competitivo desde o início do ano”, afirma.

As marcas parceiras da equipe de Marinelli terão seus nomes mantidos no caminhão. O que muda é o número – Ometto está inscrito nas três últimas corridas do ano com o número 18. “É uma homenagem ao ‘Lobo do Canindé’, que sempre correu e deu show com esse número”, informa o piloto, em alusão a Camilo Christófaro, um ídolo do automobilismo brasileiro, principalmente nas décadas de 50 e 60. Christófaro morreu em agosto de 1994.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *