Truck: Leandro Totti vence em Curitiba

Leandro Totti venceu a sétima etapa da temporada da Fórmula Truck e reduziu a diferença para os primeiros colocados no Campeonato Brasileiro, que tem um novo líder. Paulo Salustiano, que largou em último lugar devido a excesso de fumaça no treino classificatório de sábado, fez excelente corrida de recuperação, marcou 38 pontos e assumiu a ponta na classificação geral. Com 278 pontos, ele é seguido de perto por Felipe Giaffone – teve problemas na segunda fase e não pontuou – que tem 264 e por Leandro Totti (263). Na próxima etapa, dia 4 de outubro em Guaporé, Rio Grande do Sul, os três primeiros continuam a utilizar o restritor de potência.

Veja vídeo do vencedor em: https://youtu.be/FevUuRXR2Jc

Na primeira fase, logo na largada um acidente entre Débora Rodrigues e Jaidson Zini provocou bandeira amarela e levou a corrida ter somente 12 voltas. Mas essa redução não provocou falta de emoção, pois a corrida teve inúmeras ultrapassagens e várias trocas de posições. Totti passou o pole Giaffone e abriu importantes segundos de vantagem. Enquanto isso, Salustiano dava show e transformava um péssimo início de final de semana em um dos melhores dias da carreira na Fórmula Truck. Ele ultrapassou vários pilotos e marcou um bom sexto lugar.

Resultado da primeira fase da sétima etapa da Fórmula Truck:

1º) Leandro Totti (Volkswagen Constellation-MAN), RM Competições, 12 voltas em 27min50s207

2º) Felipe Giaffone (Volkswagen Constellation-MAN), RM Competições, a 1s276

3º) Diogo Pachenki (Mercedes-Benz), Copacol Racing Truck, a 6s848

4º) André Marques (MAN TGX), RM Competições, a 7s106

5º) Djalma Fogaça (Ford), DF Racing Fans, a 10s049

6º) Paulo Salustiano (Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, a 12s486

7º) David Muffato (Scania), Muffatão Racing, a 15s700

8º) Raijan Mascarello (Ford), DF Racing Fans, a 29s189

9º) Roberval Andrade (Scania), Corinthians Motorsport, a 42s481

10º) Alex Fabiano (Volvo), Clay Truck Racing, a 1min10s495

11º) Pedro Muffato (Scania), Muffatão Racing, a 3 voltas

12º) Rogério Castro (Mercedes-Benz), ABF Racing Team, a 4 voltas

13º) Adalberto Jardim (Volkswagen Constellation-MAN), RM Competições, a 5 voltas

14º) Beto Monteiro (Iveco), Lucar Motorsports, a 5 voltas

15º) Wellington Cirino (Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, a 7 voltas

16º) Régis Boessio (Volvo), Boessio Competições, a 9 voltas

17º) Fabiano Brito (Scania) Max Power Racing Team, a 11 voltas

Na segunda fase, Giaffone se manteve em segundo somente por seis voltas até o caminhão apresentar um problema que o obrigou a abandonar. Enquanto Totti se manteve tranquilo na frente – pelo menos aparentemente, pois confessou que seu câmbio quebrou e ficou limitado à quinta marcha, a exemplo do que tinha ocorrido em Goiânia – e teve competência suficiente para levar seu Volkswagen Constellation até o final da corrida e conquistar a segunda vitória na temporada. Enquanto isso, mais uma vez, Salustiano escalava o pelotão, agora bem mais equilibrado devido à maior velocidade dos adversários. Mas, como todo bom piloto precisa de uma pitada de sorte, André Marques, que ocupava o segundo lugar, teve problemas na penúltima volta e abandonou. Com isso, a posição caiu no colo de Salustiano, que ganhou outros dois pontos de vantagem na liderança.

“Eu tive um chefe de equipe, o Jaime Silva, que dizia que um bom piloto precisa de três fatores: sorte, mais sorte e muita sorte, além de ser rápido e levar o caminhão até o final da corrida“, brincou Salustiano, que pela primeira vez na temporada assumiu a ponta com seu Mercedes-Benz e quebrou a hegemonia dos caminhões Volkswagen Constellation.

Resultado da segunda fase da sétima etapa da Fórmula Truck:

1º) Leandro Totti (Volkswagen Constellation-MAN), RM Competições, 15 voltas em 25min39s228

2º) Paulo Salustiano (Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, a 5s179

3º) Djalma Fogaça (Ford), DF Racing Fans, a 7s964

4º) David Muffato (Scania), Muffatão Racing, 12s130

5º) Diogo Pachenki (Mercedes-Benz), Copacol Racing Truck, a 15s632

6º) Beto Monteiro (Iveco), Lucar Motorsports, a 16s644

7º) Roberval Andrade (Scania), Corinthians Motorsport, a 19s619

8º) Raijan Mascarello (Ford), DF Racing Fans, a 28s372

9º) Wellington Cirino (Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, a 41s884

10º) Alex Fabiano (Volvo), Clay Truck Racing, a 1min05s931

11º) Pedro Muffato (Scania), Muffatão Racing, a 1 volta

12º) André Marques (MAN TGX), RM Competições, a 2 voltas

13º) Rogério Castro (Mercedes-Benz), ABF Racing Team, a 3 voltas

14º) Felipe Giaffone (Volkswagen Constellation-MAN), RM Competições, a 9 voltas

Os dez primeiros pilotos no Campeonato Brasileiro:

1) Paulo Salustiano, 278 pontos

2) Felipe Giaffone, 264

3) Leandro Totti, 263

4) Djalma Fogaça, 219

5) Diogo Pachenki, 197

6) André Marques, 180

7) Pedro Muffato, 146

8) Jaidson Zini, 137

9) Beto Monteiro, 134

10) Wellington Cirino, 128 

Campeonato de marcas:

1) MAN Latin América, 585

2) Mercedes-Benz, 522

3) Ford, 349 

4) Scania, 327

5) Iveco, 311

6) Volvo, 151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *