Truck: Roberval Andrade vence em Interlagos

Prova mais importante da temporada foi também, até agora, a mais disputada deste ano.

O paulista Roberval Andrade venceu o Grande Premio Vipal, 5ª etapa do Campeonato Sulamericano e Brasileiro de Fórmula Truck realizada neste domingo (25) no Autódromo José Carlos Pace em Interlagos. Largando na pole position, Roberval perdeu a liderança da prova logo na largada para o paranaense Leandro Totti (Mercedes-Benz), mas recuperou em seguida para manter a ponta até o final da prova com 1 hora de duração e 19 voltas. Aparentemente com tranqüilidade por liderar quase toda a corrida Roberval contou que a prova na verdade foi tensa como todas em Interlagos. “Aqui sempre é um final de semana muito concorrido, ainda mais com o presidente do Corinthians Andres Sanches e o Ronaldo Fenômeno no meu box. Mas foi uma recompensa de um trabalho em dobro da equipe. Estou muito feliz”, comemorou a quarta vitória em Interlagos o piloto da Scania Corinthians Motorsport.

A corrida mais importante da temporada foi também a mais disputada deste ano com vários lances emocionantes para um público de aproximadamente 50 mil pessoas. Não faltou disputa de posições roda com roda, empurrões em traseiras e até um dos acidentes mais impressionantes do automobilismo brasileiro. O Ford de Bruno Junqueira literalmente subiu no Volvo de Diumar Bueno pouco antes da entrada do S do Senna, aonde os caminhões chegam a 200 km/h. Os dois F-Truck ficaram totalmente destruídos e os pilotos saíram ilesos abrindo os braços para o aplauso do público. As imagens do acidente mostram a cabine do Volvo de Diumar Bueno sair capotando pela pista com o chassi andando pelo acostamento. A prova de resistência da célula de segurança criada pelo fundador da Fórmula Truck Aurélio Félix mais uma vez foi decisiva na sobrevivência dos pilotos.

O paranaense Leandro Totti (Mercedes-Benz) foi o único a tentar algum ataque ao vencedor Roberval Andrade, chegando inclusive a ganhar a liderança na largada. Na terceira volta Roberval já retomava a posição para ir até a bandeirada final. Totti terminou em segundo depois de muita disputa com o goiano Leandro Reis (Scania), Paulo Salustiano (Volvo) e principalmente Adalberto Jardim (Volvo) que teria conseguido o primeiro pódio com sua nova equipe a Jardim/Boéssio se não fosse a quebra na décima volta. “Foi uma pena, mas a equipe é nova e tudo que acontece é para a gente aprender e melhorar para a próxima prova”, disse Jardim.

Os dois ponteiros da tabela do campeonato continuam na frente, mas agora com posições invertidas. Felipe agora é o líder com 98 pontos e seu companheiro na equipe RM Competições Volkswagen Valmir Benavides é o segundo com 97 pontos. Giaffone talvez tenha sido o piloto de maior desempenho neste domingo. Depois de bater na primeira volta com Beto Monteiro (Iveco) na segunda perna do S do Senna, Felipe teve que entrar nos boxes para trocar o pneu traseiro esquerdo e mesmo assim conseguiu terminar em quarto marcando os pontos necessários para assumir a liderança. Já Valmir Benavides teve um final de semana ruim e abandonou a prova na oitava volta com a quebra da correia do alternador. Não marcou pontos.

No final, a prova ainda mostrou lances de boas disputas com Roberval Andrade, Leandro Reis, Leandro Totti e Adalberto Jardim andando colados. E após a quebra de Jardim e Leandro Reis, um novo pelotão foi formado por Paulo Salustiano, Wellington Cirino e Renato Martins. Na briga pelo sexto lugar vinham Felipe Giaffone e Beto Monteiro. Faltando apenas três voltas Giaffone ganhou mais duas posições, de Renato Martins e Wellington Cirino.

Resultado da prova: 1º) Roberval Andrade ( S, SP), 19 voltas em 1:00:27.298 (média de 81,25 km/h); 2º) Leandro Totti ( M, PR), a 2.706; 3º) Paulo Salustiano ( V, SP), a 17.793; 4º) Felipe Giaffone ( W, SP), a 17.812; 5º) Wellington Cirino ( M, PR), a 19.145; 6º) Renato Martins ( W, SP), a 19.405; 7º) Beto Monteiro ( I, PE), a 19.716; 8º) Pedro Muffato ( S, PR), a 23.716; 9º) Geraldo Piquet ( M, DF), a 44.003; 10º) Fred Marinelli ( I, SP), a 44.683; 11º) André Marques ( S, SP), a 44.838; 12º) Vignaldo Fizio ( F, SP), a 56.445; 13º) Cristiano Da Matta ( I, MG), a 58.129; 14º) Débora Rodrigues ( W, SP), a 58.537; 15º) Fabiano Brito ( F, PR), a 1:09.504; 16º) João Maistro ( V, PR), a 1 volta; 17º) José Cangueiro ( M, SP), a 1 volta; 18º) Leandro Reis ( S, GO), a 3 voltas; 19º) Danilo Dirani ( F, SP), a 3 voltas; 20º) Adalberto Jardim ( V, SP), a 7 voltas; 21º) Andersom Toso ( F, RS), a 8 voltas; 22º) Valmir Benavides ( W, SP), a 11 voltas; 23º) Diumar Bueno ( V, PR), a 14 voltas; 24º) Bruno Junqueira ( F, MG), a 14 voltas; 25º) José M Reis ( S, GO), a 15 voltas. Melhor Volta: Leandro Reis, 2:03.465
Classificação do campeonato após cinco etapas: 1) Felipe Giaffone, 98 pontos; 2) Valmir Benavides, 97 pts.; 3) Wellington Cirino, 91 pts.; 4) Roberval Andrade, 72 pts.; 5) Leandro Reis, 48 pts.; 6) Geraldo Piquet e Paulo Salustiano, 43 pts.; 8) Leandro Totti, 35 pts.; 9) Renato Martins, 33 pts.; 10) Pedro Muffato e Beto Monteiro, 26 pts.; 12) André Marques, 23 pts.; 13) Danilo Dirani, 20 pts.; 14) Adalberto Jardim, 17 pts.; 15) Diumar Bueno, 16 pts.; 16) Débora Rodrigues, 14 pts.; 17) Fred Marinelli, 12 pts.; 18) Bruno Junqueira e José Maria Reis, 9 pts.; 20) José Cangueiro, 7 pts.; 21) João Maistro, 5 pts.; 22) Cristiano Da Matta, 4 pts.; 23) Anderson Toso e Vignaldo Fizio, 3 pts. e 25) Fabiano Brito, 1 ponto.

Campeonato de Marcas: 1) Volkswagen, 230 pontos; 2) Scania, 177 pts.; 3) Mercedes-Benz, 176 pts.; 4) Volvo, 77 pts.; 5) Iveco, 42 pts. 6) Ford, 33 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *