Velocidade na Terra: Vitórias de Fragnani embola Super Tubular e gaúcho continua isolado na liderança da Turismo

Muita chuva e lama, pegas emocionantes e acirrados. Fui tudo que se viu nas provas de Turismo, Fórmula Tubular e Super Fórmula Tubular, válidas pela segunda etapa do campeonato Brasileiro de Velocidade na Terra e que foram disputas neste domingo (3) na cidade de Corderópolis.

As provas reuniram pilotos de oito estados, mas o dia foi perfeito para um em especial. O piloto da casa, Ricardo Fragnani, assistiu seu filho Rick estrear na categoria cravando a pole e contribuiu para ajudar o pai a vencer as duas provas disputadas na Super Fórmula Tubular, de quebra o jovem piloto subiu duas vezes ao pódio, marcando um quarto e um quinto lugares.

Fragnani venceu as duas baterias de sua categoria e embolou a disputa do certame. Agora está empatado com o matogrossense Raijan Mascarello que não teve um bom final de semana. “Estou aqui desde sexta-feira e praticamente não puder treinar para reconhecer a pista”, afirmou reclamando das fortes chuvas do final de semana.

Raijan tinha razão sobre a queixa, no sábado a chuva não deu trégua e ninguém pôde entrar na pista. Alheio ao problema, Fragnani fez sua parte e incendiou a disputa. “Foi bom para o campeonato, pois havia quem falasse que não tínhamos chances. Provamos que estamos mais vivos do que nunca”, desabafou Ricardo, agora empatado na liderança da categoria com Raijan, ambos com 54 pontos.

O pelo gaúcho Ricardo Kreuz que era o vice-líder até este etapa, não teve muita sorte e perdeu o porto para o baiano Leandro Castilho, que com um segundo e um quarto lugares assumiu a condição de vice-líder. Já Wellington Antunes, o atual campeão da categoria, continua fazendo um campeonato instável e marcou apenas um terceiro lugar na segunda bateria.

Na Fórmula Tubular, o paranaense Rogério de Paula venceu as duas e assumiu a liderança, ultrapassando o capixaba Wagner Reinders.

Já na Turismo, o gaúcho Giovani Pick deu um importante passo em busca do bicampeonato ao vencer a primeira prova e chegar em segundo na bateria final. Os Gols que dominam a categoria deram um show para o público presente com saltos no esse do miolo do circuito.

Os piloto que seguiam como vice-líderes na Turismo, João Marcelo de Carvalho e Wilson Sega, também não tiveram tardes muito felizes e perderam o posto para o mineiro Wanderson Freitas. O gaúcho Clenio Weinheimer, quera o quarto colocado, também não pontuou e despencou na tabela.

A próxima etapa acontece no estado do Paraná, no mês de setembro. Confira os primeiros colocados em cada uma das duas provas das três categorias.

1º prova – Super Fórmula Tubular

1- Ricardo Fragnani (417) Cordeirópolis / SP
2- Celso Silveira Melo (428) Piracicaba / SP
3- Raijan Mascarello (515) Sapezal / MT
4- Leandro Castilhos (778) – Barreiras BA
5- Rick Fragnani (417) Cordeirópolis / SP

2º prova – Super Fórmula Tubular

1- Ricardo Fragnani (417) Cordeirópolis / SP
2- Leandro Castilhos (778) – Barreiras BA
3- Welington Antunes (609) Nova Iguaçu / RJ
4- Rick Fragnani (417) Cordeirópolis / SP
5- Raphael Zulini (415) Piracicaba / SP

1º prova – Fórmula Tubular

1- Rogério de Paula (371) Paraná
2- Wagner Reinders (619) Espírito Santo
3- Eduardo Berned (741) Bahia

2º prova – Fórmula Tubular

1- Rogério de Paula (371) Paraná
2- Eduardo Berned (741) Bahia
3- Wagner Reinders (619) Espírito Santo

1º prova – Categoria Turismo

1- Giovani Pick – Gol (125) Caxias do Sul / RS
2- Luiz Augusto Alves – Gol (445) Sumaré / SP
3- Wanderson Freitas (777) Contagem / MG
4- Marcelo Ferreira – Gol (467) São Paulo / SP
5- João Marcelo de Carvalho – Gol (421) Piracicaba / SP

2º prova – Categoria Turismo

1- Wanderson Freitas (777) Contagem / MG
2- Giovani Pick – Gol (125) Caxias do Sul / RS
3- Marcelo Ferreira – Gol (467) São Paulo / SP
4- Luiz Augusto Alves – Gol (445) Sumaré / SP
5- Eduardo Vianna – Gol (477) Piracicaba / SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *