WEC: Bruno Senna anuncia volta ao Mundial de Endurance

Brasileiro correrá na classe LMP2 com o Ligier JS P2-Nissan da RGR Sport by Morand

Dois anos depois de correr na categoria GT Pro pelo time oficial da fábrica Aston Martin, Bruno Senna está de volta ao Campeonato Mundial de Endurance – o FIA WEC. Nesta quinta-feira, na Cidade do México, a RGR Sport by Morand anunciou que o piloto brasileiro estará ao lado do mexicano Ricardo Gonzalez e do português Filipe Albuquerque na briga pelo título da classe LMP2. A equipe foi formada recentemente por Gonzalez, campeão da LMP2 em 2013, depois que as 6 Horas do México foram incluídas no calendário desta temporada.

Bruno já está em Buenos Aires, onde disputa sábado a quarta etapa da Fórmula E. Ele nunca escondeu o desejo de regressar ao mundo dos velozes esportes-protótipos, depois de ter participado de algumas etapas da Le Mans Series pela Oreca em 2009. O trio estreará nas 6 Horas de Silverstone, abertura do campeonato marcada para 17 de abril, e se revezará ao volante do Ligier JS P2-Nissan. “Estou muito animado com esta volta ao Mundial de Endurance numa categoria supercompetitiva como a LMP2. É uma oportunidade fantástica correr ao lado do Gonzalez e do Albuquerque. Tenho certeza que podemos brigar por vitórias com o carro preparado pela Morand. Não vejo a hora de chegar à primeira corrida.”

A equipe mexicana tem metas ambiciosas para seu primeiro ano. “Não tenho dúvidas que poderemos sonhar com a conquista do campeonato e das 24 Horas de Le Mans”, garante Gonzalez, ele mesmo um vencedor da mais importante prova de resistência de todo o mundo. Para alcançar novamente o topo do pódio, apostou na experiência e velocidade dos companheiros. Além de Bruno, a trinca será completada por Albuquerque, que tem no currículo a vitória nas 24 Horas de Daytona e duas largadas pela equipe oficial da Audi em Le Mans.

O ano será um dos mais movimentados da carreira de Bruno. A segunda participação na Fórmula E deve confirmar a tendência de crescimento em relação ao 10º lugar de 2014/2015, depois da evolução demonstrada pela Mahindra Racing nas primeiras etapas. Bruno também estará no Blancpain Sprint Series como piloto titular da McLaren. Na temporada passada, Bruno correu as provas longas da categoria, o que deixará de fazer agora em função do choque de datas com a Fórmula E.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *