WEC: Trio da Toyota vence em Silverstone

O trio Sébastien Buemi/Anthony Davidson/Kazuki Nakajima (Toyota TS050 – Hybrid/Toyota) venceu neste domingo (16/04) a Seis Horas de Silverstone, etapa de abertura do Campeonato Mundial de Endurance (WEC). Os trios, Timo Bernhard/Earl Bamber/Brendon Hartley e Neel Jani/André Lotterer/Nick Tandy, parceiros na Porsche, completaram o pódio.

Devido às opções diferentes de configuração, os carros Toyota mostraram melhor rendimento na pista seca, do que os Porsche. Os japoneses optaram pelo pacote de alta pressão aerodinâmica, enquanto os alemães, pensando nas 24 Horas de Le Mans, optaram pelo pacote de baixa pressão aerodinâmica.

Com a chuva atingindo o circuito britânico, o rendimento dos carros se equiparou, com os Porsche tentando a vitória até os minutos finais.

Na hora final da prova o Toyota TS050 – Hybrid #7, que alinhou na pole-position, sofreu um forte acidente, com o argentino José María López aos volante. O piloto chegou a ser levado para um hospital, para exames. Que não constataram nenhum problema de saúde.

Com o Safety-Car acionado o Porsche #2 de Bernhard/Bamber/Hartley optou por uma estratégia arriscada no pit stop final. Apenas reabastecendo a trocando os pneus.

Faltando 31 minutos Hartley assumiu a liderança com oito segundos de vantagem sobre Buemi. Um segundo mais rápido por volta, o suíço foi volta a volta tirando a vantagem do britânico. Faltando 12 minutos para a bandeirada, Buemi recolocou o Toyota #8 na liderança.

No final Buemi recebeu a bandeirada com oito segundos de vantagem sobre Hartley.

Neel Jani/André Lotterer/Nick Tandy tiveram problemas durante as paradas com pista molhada. E completaram o pódio no geral e na classe LMP1.

O trio Oliver Jarvis/Thomas Laurent/ Ho-Pin Tung (Oreca 07-Gibson/DC Racing) terminou em quarto no geral, vencendo na classe LMP2.

O brasileiro Bruno Senna, em trio com Nicolas Prost e Julien Canal (Oreca 07-Gibson/Rebellion) terminou em segundo na classe LMP2, e quinto no geral.

“Estou muito contente com o que aconteceu hoje. Vínhamos encontrando problemas com o acerto do carro desde a sexta-feira e achávamos que seria difícil até brigar para chegar entre os três primeiros depois dos treinos classificatórios. Mas fizemos uma boa prova e poderíamos até sonhar com a vitória se não tivéssemos enfrentado problemas com os pneus intermediários quando a chuva chegou”, declarou Senna.

O trio Matthieu Vaxiviere/François Perrodo/Emmanuel Collard (Oreca 07-Gibson/ TDS) fechou o pódio na LMP2.

O brasileiro Nelsinho Piquet, em trio com David Heinemeier Hansson/Mathias Beche, terminou em nono lugar na classe LMP2, e 12º no geral.

“A corrida foi ok. Obviamente não foram legais as partes que batemos, uma foi culpa nossa a outra não. Mas foi um fim de semana bom pra aprender bastante e reunir informações para o resto do ano. O carro aguentou até o fim e o outro carro do time fez p2, então em termos de resistência já evoluímos no comparativo com o que os carros do time fizeram nos Estados Unidos. Nosso ritmo de corrida me surpreendeu positivamente e agora vamos trabalhar mais ainda para voltar mais fortes em Spa”, disse Piquet.

O brasileiro Pipo Derani, em trio com Harry Tincknell e Andy Priaulx (Ford GT) /Ganassi) venceu na classe GTE Pro. Sendo 13º no geral.

“Que maneira de começar a temporada 2017 do WEC, é uma sensação maravilhosa vencer com a Ford”, disse Derani. “Tivemos um início difícil, com um problema na porta, então tivemos de parar mais cedo no pit, o que nos colocou atrás na disputa. Mas, depois, tivemos um pouco de sorte com o Safety Car que nos colocou de volta na briga”, lembrou Derani.

“Toda a equipe Ford Chip Ganassi foi excelente. Andy e Harry fizeram stints fantásticos e foi um prazer aprender com eles e escutá-los, enquanto eu me acostumava com o Ford GT”, disse. “Eles são realmente grandes companheiros de equipe”. “Para mim é ótimo já ter essa primeira corrida como experiência, já que não sabia o que esperar em muitos aspectos. Sei que vou continuar evoluindo e com mais tempo no carro podemos chegar ainda melhor em Spa no mês que vem. Gostaria de dizer muito obrigado à equipe Ford Chip Ganassi Racing. Que time! Foi uma honra vencer minha primeira prova por esta equipe tão profissional”, completou Derani.

A dupla James Calado/Alessandro Pier Guidi (Ferrari 488 GTE/AF Corse) terminou em segundo na classe GTE Pro. A dupla Frederic Makowiecki / Richard Lietz (Porsche 911 RSR/Porsche) fechou o pódio na classe GTE Pro. E 19º no geral.

O brasileiro Daniel Serra, em trio com Darren Turner/Jonathan Adam (Aston Martin VANTAGE/Aston Martin) terminou em sétimo na classe GTE Pro.

Pela classe GTE Am vitória do trio Matt Griffin/Keita Sawa/Mok Weng Sun (Ferrari 488 GTE/Clearwater). Os trios Paul Dalla Lana/Pedro Lamy/Mahias Lauda (Aston MartinVantage/Aston Martin) e Christian Ried/ Matteo Cairoli/Marvin Dienst (Porsche 911/Dempsey-Proton) fecharam o pódio na classe GTE Am.

A próxima etapa acontece em Spa-Francorchamps, na Bélgica, no dia 06 de maio.

Final:

1 – Buemi/Davidson/Nakajima (Toyota TS050 – Hybrid) – Toyota – 197 voltas
2 – Bernhard/Bamber/Hartley (Porsche 919 Hybrid) – Porsche – 6”173
3 – Jani/Lotterer/Tandy (Porsche 919 Hybrid) – Porsche – 46”956
4 – Tung/Jarvis/Laurent (Oreca 07-Gibson) – DC Racing – 13 voltas
5 – Canal/Prost/Senna (Oreca 07-Gibson) – Rebellion – 13
6 – Perrodo/Vaxiviere/Collard (Oreca 07-Gibson) – TDS – 13
7 – Lapierre/Menezes/Rao (Alpine A470 – Gibson) – Signatech – 14
8 – Rusinov/Thiriet/Lynn (Oreca 07-Gibson) – G-Drive – 14
9 – Graves/Hirschi/Vergne (Oreca 07-Gibson) – Manor – 14
10 – Gonzalez/Trummer/Petrov (Oreca 07-Gibson) – Manor – 15
11 – Cheng/Brundle/Gommendy (Oreca 07-Gibson) – DC Racing – 15
12 – Beche/Hansson/Piquet (Oreca 07-Gibson) – Rebellion – 25
13 – Priaulx/Tincknell/Derani (Ford GT) – Ganassi – 26
14 – Calado/Pier Guidi (Ferrari 488 GTE) – AF Corse – 26
15 – Lietz/Makowiecki (Porsche 911 RSR) – Porsche – 26
16 – Mücke/Pla/Johnson (Ford GT) – Ganassi – 26
17 – Rigon/Bird (Ferrari 488 GTE) – AF Corse – 27
18 – Thiim/Sørensen/Stanaway (Aston Martin VANTAGE) – Aston Martin – 27
19 – Turner/Adam/Serra (Aston Martin VANTAGE) – Aston Martin – 29
20 – Mok/Sawa/Griffin (Ferrari 488 GTE) – Clearwater – 31
21 – Dalla Lana/Lamy/Lauda (Aston MartinVantage) – Aston Martin – 31
22 – Ried/Cairoli/Dienst (Porsche 911) – Dempsey-Proton – 31
23 – Conway/Kobayashi/Lopez (Toyota TS050 – Hybrid) – Toyota Gazoo – 38
24 – Wainwright/Barker/Foster (Porsche 911) – Gulf Racing – 54
25 – Flohr/Castellacci/Molina (Ferrari 488 GTE) – AF Corse – 32
26 – Webb/Kraihamer/Rossiter (ENSO CLM P1/01-Nismo) – Bykolles – 42
27 – Christensen/Estre (Porsche 911 RSR) – Porsche – 102

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *