World Series by Renault: Robert Wickens e Jean-Eric Vergne vencem em Spa-Francorchamps

O canadense Robert Wickens e o francês Jean-Eric Vergne, parceiros na Carlin, foram os vencedores da segunda etapa da temporada, disputada em Spa-Francorchamps, na Bélgica.

Prova 1:

No sábado (30/04) Wickens venceu com Vergne completando a dobradinha da Carlin. O espanhol Albert Costa (EPIC) completou o pódio.

Pole-position Wickens venceu de ponta a ponta, recebendo a bandeirada com 2s6 de vantagem sobre Vergne. O único momento da prova em que Wickens sofreu pressão foi na primeira volta, quando Costa tentou superar o canadense na Les Combs. Contudo o espanhol acabou errando, indo para a grama e sendo superado por Vergne. Mesmo com os pneus comprometidos Costa segurou o terceiro lugar até o final.

O neozelandês Brendon Hartley (Gravity-Charouz) passou o francês Nelson Panciatici (KMP) na volta final, sendo o 4º colocado, apenas 0s4 atrás de Costa. O russo Daniil Move (P1) completou os seis primeiros.

Terceiro piloto da Red Bull na F-1, o australiano Daniel Ricciardo (ISR) foi apenas o 10º colocado.

Entre os brasileiros Cesar Ramos (fortec) terminou em 13º. André Negrão (Draco), com infecção intestinal, não disputou a prova.

Estreando na categoria o francês Jean-Karl Vernay (Pons), atual campeão da Indy Lights, chegou na 15ª posição.

Prova 2:

Neste domingo (1º/05), Vergne venceu com Wickens fazendo outra dobradinha da Carlin. O neozelandês Chris van der Drift (Mofaz) foi o 3º.

Pole Vergne manteve a ponta na largada, com Wickens passando o italiano Daniel Zampieri (BVM Target) pela segunda posição, partindo para cima do parceiro de equipe.

Sem ter como superar Vergne, Wickens decidiu parar mais cedo para o pit stop obrigatório, na 6ª volta. Vergne fez a sua parada no tempo certo, contudo retornou a pista logo atrás de Wickens.

Na 17ª volta Vergne reassumiu a liderança, em uma manobra ousada, por fora na Les Combes. Wickens travou as duas rodas dianteiras para evitar a batida.

Vergne venceu com 1s4 de vantagem sobre Wickens. Van der Drift, que acertou com a Mofaz em cima da hora, e não fez a pré-temproada, subiu pela primeira vez no pódio.

Zampieri chegou a cair para 6º, recuperando duas posições no decorrer da prova. Costa, que foi superado por Zampieri na volta final, foi o 5º, seguido pelo austríaco Walter Grubmuller (P1).

Liderado pelo médicos, Negrão terminou na 11ª posição. Ramos levou um toque na primeira curva da prova, rodando e caindo para último. Na 14ª volta o brasileiro foi acertado pelo espanhol Sergio Canamasas (BVM Target) abandonando.

Wickens lidera o campeonato com 71 pontos, seguido por Vergne com 57. o norte-americano Alexander Rossi (Fortec), que chegou a Bélgica na liderança do campeonato, caiu para 3º com 55. Ramos é o 12º com 12 e Negrão, com dois pontos, o 17º.

A próxima etapa acontece em Monza, na Itália, nos dias 14 e 15 de maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *