World Series by Renault: Robin Frijns e Antonio Felix Da Costa vencem na Hungria

O holandês Robin Frijns (Fortec) e o português Antonio Felix Da Costa (Arden Caterham) foram os vencedores da 7ª etapa da temporada, disputada no Autódromo de Hungaroring, em Budapeste, na Hungria. Frijns lidera o campeonato, com 166 pontos. O segundo colocado, o francês Jules Bianchi (Tech 1) soma 142.

Prova 1:

No sábado (15/09), Frijns venceu a primeira prova. O dinamarquês Kevin Magnussen (Carlin) e Bianchi completaram o pódio.

Pole-position, Frijns venceu de ponta a ponta. Magnussen pressionou o holandês durante toda a prova, chegando a sair da pista na 7ª volta. Sem cometer erros, Frijns não deu chances a Magnussen, vencendo com 1s6 de vantagem.  Bianchi fez uma prova tranqüila, em 3º.

De Costa foi o 4º, seguido pelo francês Arthur Pic (DAMS) e o suíço Nico Muller (Draco). O colombiano Carlos Huertas (Fortec) terminou em 7º, com o norueguês Marco Sorensen (Lotus) em 8º, seguido pelo norte-americano Alexander Rossi (Arden Caterham). Candidato ao título, o inglês Sam Bird (ISR), completou os dez primeiros, após uma intensa luta com Lucas Foresti (DAMS), que acabou quando o brasileiro travou as rodas, e escorregou na curva dois.

Entre os demais brasileiros André Negrão (Draco) terminou em 15º, com Yann Cunha (Pons) na 22ª posição.

Final, prova 1:

1 – Robin Frijns – Fortec – 30 voltas em 46m24s229
2 – Kevin Magnussen – Carlin – 1″636
3 – Jules Bianchi – Tech 1 – 12″201
4 – Antonio Felix Da Costa – Arden Caterham – 15″802
5 – Arthur Pic – Dams – 19″692
6 – Nico Muller – Draco – 20″487
7 – Carlos Huertas – Fortec – 24″726
8 – Marco Sorensen – Lotus – 25″381
9 – Alexander Rossi – Arden Caterham – 26″294
10 – Sam Bird – ISR – 36″243
11 – Lucas Foresti – Dams – 43″367
12 – Kevin Korjus – Lotus – 45″843
13 – Zoel Amberg – Pons – 54″271
14 – Nick Yelloly – Comtec – 55″270
15 – Andre Negrão – Draco – 56″044
16 – Jake Rosenzweig – ISR – 1’00″355
17 – Daniil Move – P1 – 1’01″361
18 – Daniel Abt – Tech 1 – 1’02″223
19 – Tamas Pal Kiss – BVM Target – 1’14″622
20 – Walter Grubmuller – P1 – 1’22″658
21 – Vittorio Ghirelli – Comtec – 1’27″801
22 – Yann Cunha – Pons – 1’28″306
23 – Will Stevens – Carlin – 1’28″647

Volta mais rápida: Jules Bianchi 1’32″086

Abandonos:
Aaro Vainio – RFR – 26
Mikhail Aleshin – RFR – 1
Nikolay Martsenko – BVM Target – 0

Prova 2:

No domingo (16/09), Da costa venceu a segunda prova, seguido por Sorensen e o inglês Will Stevens (Carlin).

Na largada, o pole Frijns ficou praticamente parado e perdeu muitas posições. Magnussen e Da Costa assumiram as primeiras posições . O dinamarquês da Carlin rapidamente abriu vantagem sobre Da Costa, tendo sete segundos após os pit stops obrigatórios, na 13ª volta.

Contudo uma fumaça começou a aparecer na traseira do carro de Magnussen, que começou a perder potência.  Derramando muito óleo na pista, o piloto ainda iniciou a volta final com 3s5 de vantagem sobre Da Costa, mas na curva cinco o carro parou, com problemas na caixa de marchas.

Da costa conquistou a sua primeira vitória na categoria. Sorensen foi o 2º com Stevens conquistando o seu primeiro pódio na WSR. Bird foi o 4º, seguido por Frijns e Pic. O estoniano Kevin Korjus (Lotus), Rossi, Bianchi e o austríaco Walter Grubmuller (P1) fecharam a zona de pontos. Foresti foi o 13º e cunha o 21º. Negrão abandonou na 1ª volta, deposi de um toque com o russso Daniil Move (P1).

A próxima etapa acontece em Paul Ricard, na França, nos dias 29 e 30 de setembro.

Final, prova 2:

1 – Antonio Felix Da Costa – Arden Caterham – 30 voltas em 46m22s008
2 – Marco Sorensen – Lotus – 3″666
3 – Will Stevens – Carlin – 10″533
4 – Sam Bird – ISR – 19″784
5 – Robin Frijns – Fortec – 20″343
6 – Arthur Pic – Dams – 22″789
7 – Kevin Korjus – Lotus – 24″557
8 – Alexander Rossi – Arden Caterham – 25″624
9 – Jules Bianchi – Tech 1 – 31″183
10 – Walter Grubmuller – P1 – 33″414
11 – Tamas Pal Kiss – BVM Target – 36″422
12 – Carlos Huertas – Fortec – 37″826
13 – Lucas Foresti – Dams – 49″452
14 – Nikolay Martsenko – BVM Target – 49″998
15 – Daniil Move – P1 – 59″931
16 – Zoel Amberg – Pons – 1’04″779
17 – Vittorio Ghirelli – Comtec – 1’09″389
18 – Aaro Vainio – RFR – 1’11″082
19 – Mikhail Aleshin – RFR – 1’11″605
20 – Nick Yelloly – Comtec – 1’13″714
21 – Yann Cunha – Pons – 1’15″356
22 – Jake Rosenzweig – ISR – 1’22″784
23 – Kevin Magnussen – Carlin – 1 volta
24 – Daniel Abt – Tech 1 – 2 voltas

Voltas mais rápidas: Alexander Rossi 1’30″778

Abandonos:

Andre Negrão- Draco – 1
Nico Muller – Draco – 9

Campeonato:

1.Frijns 166; 2.Bianchi 142; 3.Bird 139; 4.Sorensen 101; 5.Pic 94; 6.Yelloly 92; 7.Magnussen 76; 8.Da Costa 73; 9.Muller 68; 10.Korjus 55.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *