World Series Renault 3.5: Daniel Ricciardo e Sten Pentus vencem na Hungria

O australiano Daniel Ricciardo (Tech 1) e o estoniano Sten Pentus (Fortec) foram os vencedores das duas provas válidas 6ª pela etapa da temporada, disputadas em Hungaroring na Hungria.

Prova 1:

Antes da primeira prova da etapa, no sábado (03/07), a equipe checa ISR anunciou que estava retirando seus dois carros, devido a danos nos chassis verificados na inspeção técnica. Os chassis não poderiam ser trocados a tempo, deixando o argentino Esteban Guerrieri, vencedor de três provas no ano e o checo Filip Salaquarda fora das disputas.

Ricciardo venceu pela segunda vez no ano, seguido pelo russo Mikhail Aleshin (Carlin) e Pentus.

Pole-position pela quinta vez no ano Ricciardo dominou a prova, cruzando a linha de chegada com 13s758 de vantagem sobre Aleshin, o líder do campeonato. Após passar o inglês Brendon Hartley (Tech 1) na primeira curva da prova,  Pentus passou o restante da prova defendendo a posição.

Na 4ª volta o espanhol Sergio Canamasas (Interwetten) saiu da pista na curva 11, provocando a entrada do Safety-Car. A vantagem de três segundos de Ricciardo foi anulada, dando a Aleshin a chance de assumir a ponta na relargada. Contudo o australiano manteve a frente, voltando a abrir uma confortável vantagem, marcando a melhor volta da prova sendo 0s600 mais rápido do que os rivais. 

O italiano Nelson Panciatici (Junior Lotus) foi o 5º, seguido pelo espanhol Albert Costa  (Epsilon Euskadi). 

O italiano Daniel Zampieri (Pons) foi punido após a prova com o acréscimo de dez segundos ao seu tempo final, por cortar a chicane. Ele caiu da 8ª para a 13ª posição.

Final, prova 1:

1 – Daniel Ricciardo – Tech 1 – 28 voltas em 47m14s151
2 – Mikhail Aleshin – Carlin – 13″758
3 – Sten Pentus – Fortec – 29″710
4 – Brendon Hartley – Tech 1 – 31″154
5 – Nelson Panciatici – Junior Lotus – 38″845
6 – Albert Costa – Epsilon Euskadi – 39″345
Volta mais rápida: Daniel Ricciardo 1’36″513

Prova 2:

No domingo (04/07) Pentus venceu a segunda prova, com Costa em 2º e Aleshin na 3ª posição.

Pole-position o estoniano dominou a prova, a perdendo a liderança apenas durante a seqüência obrigatória de pit stops. Costa tentou a estratégia de parar mais cedo nos boxes, na 5ª volta, conseguindo reduzir a diferença, contudo Pentus retornou a frente após deixar os boxes três voltas depois. Nas voltas seguintes o piloto da Fortec voltou a abrir vantagem.

A prova foi encerrada em bandeira vermelha, após Hartley ficar parado em posição perigosa na curva 3, na 26ª volta. A classificação final obedeceu à ordem da 24ª volta, com Pentus vencendo pela segunda vez no ano. Costa e Aleshin completaram o pódio.

Zampieri terminou em 4º, seguido pelo inglês Greg Mansell (Comtec). Ricciardo foi o 6º.

Aleshin lidera com 96 pontos, onze a mais do que Ricciardo. Pentus é o 3º com 69.

A próxima acontece apenas em setembro, nos dias 04 e 05 em Hockenheim, na Alemanha.

Final, prova 2:

1 – Sten Pentus – Fortec – 24 voltas em 42m15s399
2 – Albert Costa – Epsilon Euskadi – 6″292
3 – Mikhail Aleshin – Carlin – 8″921
4 – Daniel Zampieri – Pons – 9″489
5 – Greg Mansell – Comtec – 11″233
6 – Daniel Ricciardo – Tech 1 – 13″990
Volta mais rápida: Mikhail Aleshin 1’35″251

Campeonato:

1.Aleshin 97; 2.Ricciardo 86; 3.Pentus 69; 4.Guerrieri 58; 5.Costa 53.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *