WRC: Paulo Nobre e Edu Paula voltam a marcar pontos na Jordânia

Em sua segunda participação pela categoria P-WRC, dupla brasileira supera problemas do primeiro dia de rali para encerrar competição no 7º lugar.

Chegou ao fim neste sábado (3 de abril) o Rally da Jordânia, prova válida pela 3ª etapa do Campeonato Mundial de Rali (WRC). A dupla brasileira Paulo Nobre/Edu Paula conquistou a 7ª colocação entre os carros da categoria P-WRC (carros de produção) em sua segunda participação no torneio e, assim como havia feito no Rally da Suécia, marcou pontos importantes no campeonato.

 

Os brasileiros enfrentaram problemas com seu Mitsubishi Lancer Evo X no primeiro dia de rali, onde só completaram duas das sete Especiais realizadas. Com todo o sistema de transmissão do carro trocado, Nobre/Paula voltaram a prova no sábado e sem cometer erros fecharam sua partipação no Rally da Jordânia na zona de pontuação. Mas apesar do bom desempenho, a dupla não escapou de levar um susto perto da última Especial deste sábado. “O sistema de refrigeração travou antes da última largada, talvez por tantas pancadas que o carro levou ao longo do dia. No trecho,  o carro superaqueceu e pensamos que não ia dar para chegar ao fim devido ao cheiro de queimado. Quando chegamos no parque fechado foi um alívio”, contou Nobre.

 

O último dia do Rally da Jordânia não foi fácil para pilotos e navegadores, que enfrentaram por duas vezes Especiais duríssimas. “Hoje foi um dia bem “tranqueira”, nada prazeroso de pilotar. Mais nos defendíamos do que atacávamos as Especiais. Tinha muita brita solta no trecho, tornando algumas curvas uma verdadeira aventura. Quase a totalidade do percurso de hoje era de piso muito liso, com precipícios e pedras ao redor. Tudo que caracterizou essa prova teve aos montes no dia de hoje. O WRC é assim mesmo, faz parte”, explicou o piloto brasileiro.

 

Pela primeira vez o Brasil tem uma dupla disputando o certame completo do Mundial de Rali. E apesar de estarem em sua segunda prova no torneio, Nobre e Paula pontuaram pela segunda vez consecutiva. “Apesar de não ter sido uma prova prazerosa, o importante foi ter chegado ao final e marcado mais seis pontos no campeonato”, avaliou Paulo Nobre, que tem como próximo desafio no Campeonato Mundial, o Rally da Nova Zelândia entre os dias 7 e 9 de maio.

 

Pela categoria WRC, a vitória ficou com a dupla Sebastien Loeb/Daniel Elena, com um Citroen. A etapa da Jordânia marcou a conquista dos primeiros pontos no rali pelo campeão mundial de Fórmula 1 de 2007, o finlandês Kimi Raikkonen, que chegou na 8ª colocação na prova.

 

Resultado do Rally da Jordânia pela categoria P-WRC
1º Patrik Flodin/Giran Bergsten (Subaru Impreza), 4h10min42s9
2º Armindo Araújo/Miguel Ramalho (Mitsubishi Lancer Evo X), 4h12min39s5
3º Nicholai Gergiou/Joseph Mattar (Mitsubishi Lancer Evo X), 4h29min01s3
4º Spyros Pavlides/Chris Patterson (Subaru Impreza) , 4h29min54s8
5º Amjad Farrah/Nancy Al-Majali (Subaru Impreza) , 4h35min00s4
6º Rui Wang/Hongyu Pan (Subaru Impreza) , 4h38min14s8
7º Paulo Nobre/Edu Paula (Mitsubishi Lancer Evo X), 4h55min22s0

 

Classificação da P-WRC
1º Armindo Araújo/Miguel Ramalho (Portugal), 58 pontos
2º Patrik Flodin/Giran Bergsten (Suécia), 50
3º Anders Grondal/Veronica Engan (Noruega), 18
4º Toshi Arai/Daniel Barritt (Japão), 18
5º Gianluca Linari/Paolo Gregoriani (Itália), 16
12º Paulo Nobre/Edu Paula (Brasil), 10 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *