WRC: Problema na barra de direção faz piloto brasileiro perder posições no Mundial de Rally

Depois de estar andando entre os dez mais rápidos da categoria Production (P-WRC) na quinta etapa do Mundial de Rally FIA (WRC) que está sendo disputada na Argentina, o único brasileiro inscrito, Daniel Oliveira, teve que parar o carro por mais de dez minutos e consertar a barra de direção que apresentou problemas durante o primeiro dia de disputas nesta 6a.feira,
24 de abril.

Sempre andando entre os dez mais rápidos pela manhã em sua categoria, um problema na barra de direção obrigou a  Daniel Oliveira e seu navegador Fernando Mussano a parar o Subaru STI durante a SS6 para fazer o reparo e com isso caiu para as últimas posições da P-WRC.

“Vínhamos muito bem e tudo estava dentro do nosso planejamento até ter que parar. Ainda conseguimos reparar o carro e retornar à prova e partir para recuperar posições”, explicou Daniel.

A dureza da prova foi fazendo vítimas durante o dia e obrigou outras 15 duplas a abandonar já no primeiro dia mas que poderão retornar pelo Sistema de Super Rally,mas sem chances de vitória. Para a segunda etapa,neste sábado dia 25,  a exigência vai ser ainda maior pois as estradas estão em condições piores e há mais pedras soltas.

“ Amanhã a prova vai ser mais difícil ainda. Há muitas regiões com pedras grandes e os carros que largam na frente acabam jogando as pedras para o centro da estrada o que pode causar danos à suspensão”, disse Oliveira.

Na Production a emoção ficou por conta dos pilotos locais: O primeiro lugar ficou com Nicolás Madero com o  Mitsubishi Lancer EVO IV, que manteve o ritmo e regularidade durante todo dia.
O piloto de San Carlos de Bariloche superou o piloto de Córdoba, Gabriel Pozzo,  por  12s3.

Pozzo esteve a ponto de ficar com a vitória parcial deste primeiro dia. Mas os problemas, que começaram na SS 8,o deixaram em sétimo lugar na especial 9 , fazendo-o perder a liderança , ficando em segundo lugar na Classificação Geral da PWRC. Nasser Al-Atiyah foi o terceiro a  19s7.

A estratégia do único representante do Brasil,Daniel Oliveira, a bordo do Subaru STI da equipe Barattero, vai ser guiar com velocidade e cuidado pois o principal objetivo da dupla é finalizar a etapa. “Vamos acelerar mas com cuidado. Queremos completar a prova e estar no Estádio de Córdoba , no domingo nas festividades de encerramento” , finalizou Daniel Oliveira que tem patrocínio de Construtora OAS, GDK, Appia Motos, Pato Pampa.

O segundo dia de prova, no  sábado dia 25, levará os participantes a sudoeste de Carlos Paz para disputar alguns dos trechos clássicos da temporada. Após sair do parque fechado às 7 horas (hora local), as equipes disputarão mais nove especiais (sendo 4 delas percorridas duas vezes) com um apoio de 30 minutos ao meio dia e encerrando o dia, mais uma vez os pilotos voltam ao Estádio de Córdoba para a Super Especial de 2,40 Km.

A ação no Sábado será nas montanhas de Traslasierra,onde os trechos El Cóndor e Giulio Cesare oferecem uma paisagem impressionante. Os carros voltam a Carlos Paz às 20h30 horas após 141.64 Km de trechos cronometrados.

Os 3 primeiros na Production no acumulado após  SS9 são: (extra-oficial)

Pos.N. Piloto Cat Tempo

1. 154  Nicolás MADERO P –  1h54m27.2
2. 159 Gabriel POZZO P – 1h54m39.5
3. 150 Nasser AL-ATTIYAH P – 1h54m46.9
4. 160 Marcos LIGATO P-  1h55m00.9

20 71  OLIVEIRA / MUSSANO N4 SubaruImpreza   2h24m14.9 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *