WTCC: Esteban Guerrieri e Nestor Girolami vencem na China

Os argentinos Esteban Guerrieri (Campos Racing Chevrolet) e Nestor Girolami (Polestar Cyan Racing Volvo) foram os vencedores da sétima etapa da temporada, disputada no circuito de Ningbo, na China.

As duas provas foram disputadas com muita chuva (a segunda foi encerrada após apenas quatro voltas).

Guerrieri venceu a primeira prova, com o francês Yann Ehrlacher RC Motorsport (Lada) e Nicky Catsburg (Polestar Cyan Racing Volvo) completando o pódio.

O húngaro Norbert Michelisz terminou em quarto, seguido pelo parceiro na Honda, o italiano Gabriele Tarquini (substituto do português Tiago Monteiro que se recuperada de um acidente durante uma sessão de testes em setembro).

Com a pista encharcada, a segunda prova foi encerrada depois de quatro voltas. Girolami foi declarado o vencedor, com Michelisz em segundo. O sueco Thed Bjork Polestar Cyan Racing Volvo completou o pódio da prova, que teve apenas metade os pontos distribuídos.

Tarquini foi o quarto, seguido pelo britânico Tom Chilton (Sebastien Loeb Racing Citroen).

Bjork assumiu a liderança do campeonato com apenas meio ponto de vantagem sobre Monteiro, 200,5 a 200. Michelit é o terceiro com 198,5.

A próxima etapa acontece em Motegi, no Japão, no dia 29 de outubro.

Honda desclassificada

Quinze dias depois foi anunciado que todos os Honda foram desclassificados da etapa. Por causa de irregularidades nos injetores de combustível dos Civic.

“Depois de investigação do Delegado Técnico da FIA, foi determinado que os injetores de combustível utilizados nos três carros não estão de acordo com o Artigo 263.003, 263.004 e 263.324 do Apêndice J. Na audiência, o concorrente aceitou que os injetores não estavam de acordo com os artigos. Por isso, os carros #2 (Gabriele Tarquini), #5 (Norbert Michelisz) e #34 estão desclassificados da qualificação, MAC 3, e corridas”, lê-se no comunicado da FIA.

Final, prova 1:

1 Esteban Guerrieri Campos Racing Chevrolet 15 voltas em 33m29s509
2 Yann Ehrlacher RC Motorsport Lada 2.893s
3 Nicky Catsburg Polestar Cyan Racing Volvo 11.671s
4 Norbert Michelisz Honda Racing Team JAS Honda 17.409s*
5 Gabriele Tarquini Honda Racing Team JAS Honda 17.840s*
6 John Filippi Sebastien Loeb Racing Citroen 23.760s
7 Kevin Gleason RC Motorsport Lada 24.522s
8 Daniel Nagy Zengo Motorsport Honda 24.946s*
9 Ryo Michigami Honda Racing Team JAS Honda 26.334s*
10 Filipe Souza RC Motorsport Lada 27.243s
11 Zsolt David Szabo Zengo Motorsport Honda 39.340s*
12 Tom Coronel ROAL Motorsport Chevrolet 2 voltas
13 Thed Bjork Polestar Cyan Racing Volvo 5

Abandonos:

Mehdi Bennani Sebastien Loeb Racing Citroen 6 voltas
Tom Chilton Sebastien Loeb Racing Citroen 6
Rob Huff Munnich Motorsport Citroen 6
Nestor Girolami Polestar Cyan Racing Volvo 5

Final, prova 2:

1 Nestor Girolami Polestar Cyan Racing Volvo 4 voltas em 4m59s154
2 Norbert Michelisz Honda Racing Team JAS Honda 0.851s*
3 Thed Bjork Polestar Cyan Racing Volvo 2.537s
4 Gabriele Tarquini Honda Racing Team JAS Honda 3.347s*
5 Tom Chilton Sebastien Loeb Racing Citroen 4.562s
6 Esteban Guerrieri Campos Racing Chevrolet 6.691s
7 Nicky Catsburg Polestar Cyan Racing Volvo 8.113s
8 John Filippi Sebastien Loeb Racing Citroen 9.722s
9 Ryo Michigami Honda Racing Team JAS Honda 11.250s*
10 Kevin Gleason RC Motorsport Lada 12.118s
11 Yann Ehrlacher RC Motorsport Lada 13.656s
12 Tom Coronel ROAL Motorsport Chevrolet 16.721s
13 Daniel Nagy Zengo Motorsport Honda 17.666s*
14 Filipe Souza RC Motorsport Lada 18.403s
15 Zsolt David Szabo Zengo Motorsport Honda 19.793s*
16 Mehdi Bennani Sebastien Loeb Racing Citroen 43.848s
17 Rob Huff Munnich Motorsport Citroen 1 volta

*Desclassificados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *