WTCC: Gabriele Tarquini e Mehdi Bennani vencem em Losail

O italiano Gabriele Tarquini (Lada Vesta/Lada) e o marroquino Mehdi Bennani (Citroen C-Elysee/Loeb) foram os vencedores da última etapa da temporada, disputada no Circuito de Losail, no Catar.

Tarquini venceu a primeira prova, seguido pelos britânicos Tom Chilton (Citroen C-Elysee/Loeb) e Rob Huff (Honda Civic/Honda).

Logo na volta inicial, a bandeira vermelha, de paralisação de prova, foi acionada devido um múltiplo acidente iniciado após o toque entre o português Tiago Monteiro (Honda Civic/Honda) e o argentino, e tricampeão da categoria, José María López (Citroen C-Elysee/Citroen). Com o carro de Monteiro muito avariado, a prova ficou parada por cerca de 25 minutos.

Logo após a relargada Monteiro superou o pole Chilton, assumindo a liderança. Vencendo com cinco segundos de vantagem sobre Chilton. Huff foi o terceiro.

O francês Yvan Muller (Citroen C-Elysee/Citroen) e o húngaro Norbert Michelisz (Honda Civic Honda) fecharam os seis primeiros.

A Lada já anunciou a sua retirada da categoria, após a proa em Losail.

Bennani venceu a segunda prova. O sueco Thed Bjork (Volvo S60/Volvo) e López fecharam o pódio.

Como na segunda prova, a bandeira amarela foi acionada nos minutos iniciais. Devido a vários toques. Com a prova reiniciada Bennani, que alinhou na pole, segurou a pressão de Bjork por várias voltas, mas manteve a ponta até o final. López foi o terceiro.

Michelisz foi o quarto, seguido por Monteiro.

Final, prova 1:

1 – Gabriele Tarquini (Lada Vesta) – Lada – 14 voltas
2 – Tom Chilton (Citroen C-Elysee) – Loeb – 5″321
3 – Rob Huff (Honda Civic) – Honda – 5″93
4 – Yvan Muller (Citroen C-Elysee) – Citroen – 7″608
5 – Norbert Michelisz (Honda Civic) – Honda – 9″07
6 – Thed Bjork (Volvo S60) – Volvo – 9″675
7 – Robert Dahlgren (Volvo S60) – Volvo – 10″255
8 – Nick Catsburg (Lada Vesta) – Lada – 10″871
9 – José María López (Citroen C-Elysee) – Citroen – 11″591
10 – James Thompson (Chevrolet Cruze) – Munnich – 15″375
11 – Daniel Nagy (Honda Civic) – Zengo – 16″274
12 – Tom Coronel (Chevrolet Cruze) – Roal – 16″721
13 – Ferenc Ficza (Honda Civic) – Zengo – 17″227
14 – John Filippi (Chevrolet Cruze) – Campos – 21″173
15 – Gregoire Demoustier (Citroen C-Elysee) – Loeb – 28″724
16 – Mehdi Bennani (Citroen C-Elysee) – Loeb – 30″548

Volta mais rápida: Gabriele Tarquini – 2’01”760

Abandonos:

Hugo Valente (Lada Vesta) – Lada – 5 voltas
Tiago Monteiro (Honda Civic) – Honda – 1 volta

Final, prova 2:

1 – Mehdi Bennani (Citroen C-Elysee) – Loeb – 15 voltas
2 – Thed Bjork (Volvo S60) – Volvo – 1″176
3 – José María López (Citroen C-Elysee) – Citroen – 4″815
4 – Norbert Michelisz (Honda Civic) – Honda – 10″575
5 – Tiago Monteiro (Honda Civic) – Honda – 11″827
6 – Yvan Muller (Citroen C-Elysee) – Citroen – 12″39
7 – Gabriele Tarquini (Lada Vesta) – Lada – 14″994
8 – Rob Huff (Honda Civic) – Honda – 17″037
9 – Tom Coronel (Chevrolet Cruze) – Roal – 18″379
10 – James Thompson (Chevrolet Cruze) – Munnich – 20″819
11 – Ferenc Ficza (Honda Civic) – Zengo – 21″758
12 – Gregoire Demoustier (Citroen C-Elysee) – Loeb – 31″109
13 – John Filippi (Chevrolet Cruze) – Campos – 38″393
14 – Nick Catsburg (Lada Vesta) – Lada – 1’16″470
15 – Daniel Nagy (Honda Civic) – Zengo – 1 volta

Volta mais rápida: Nick Catsburg – 2’02”550

Abandonos:

Tom Chilton (Citroen C-Elysee) – Loeb – 9 voltas
Robert Dahlgren (Volvo S60) – Volvo – 1 volta
Hugo Valente (Lada Vesta) – Lada – 1 volta

Campeonato, final:

1. Lopez 381; 2. Muller 257; 3. Monteiro 214; 4. Michelisz 213; 5. Bennani 2016; 6. Huff 199; 7. Catsburg 175; 8. Chilton 163; 9. Tarquini 122; 10. Coronel 111.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *