WTCC: José Maria López e Ma Qing Hua vencem em Moscou

O argentino José Maria López e o chinês Ma Qing Hua, ambos com carros oficiais da Citroën, foram os vencedores da sexta etapa da temporada, disputada no Moscow Raceway, em Moscou, na Rússia. Estreando na categoria, Hua se tornou o primeiro chinês a vencer uma prova no Campeonato Mundial de Carros de Turismo.

Prova 1:

López conquistou a sua quarta vitória na temporada, após largar na pole e liderar todas as voltas. O italiano Gabriele Tarquini (Honda Civic/Honda Jas) e o francês Sébastien Loeb (Citroen C-Elysée/Citroen) completaram o pódio.

Apenas na largada, López sofreu uma pequena pressão de Tarquini, que acabo tocando de leve no parceiro de equipe, o português Tiago Monteiro na primeira curva. Com o toque entre os Honda, o argentino livrou vantagem suficiente para não ser incomodado nas oito voltas da prova. López venceu com três segundos de vantagem sobe Tarquini.

Loeb, depois de assumir a terceira posição na largada, completou o pódio.

O francês Yvan Muller (Citroen C-Elysée/ Citroen) superou o britânico Tom Chilton (Chevrolet Cruze/Roal) na volta final, pelo quarto lugar. Estreando na categoria, Hua foi o sexto.

Monteiro, o holandês Tom Coronel (Chevrolet Cruze/ Roal), o húngaro Norbert Michelisz (Honda Civic/Zengo) e o britânico Robert Huff (Lada Granta/ Lada), pilotando para a russa LADA, completaram a zona de pontos.

Final, prova 1:

1 – Josè Maria Lopez (Citreon C-Elysée) – Citroen – 8 voltas em 20’38”595
2 – Gabriele Tarquini (Honda Civic) Honda Jas – 3”170
3 – Sébastien Loeb (Citroen C-Elysée) – Citroen – 3”425
4 – Yvan Muller (Citroen C-Elysée) – Citroen – 5”902
5 – Tom Chilton (Chevrolet Cruze) – Roal – 6”816
6 – Ma Qquing Hua (Citroen C-Elysée) – Citroen – 7”505
7 – Tiago Monteiro (Honda Civic) – Honda Jas – 13”099
8 – Tom Coronel (Chevrolet Cruze) – Roal – 15”061
9 – Norbert Michelisz (Honda Civic) – Zengo – 24”766
10 – Rob Huff (Lada Granta) – Lada – 27”754
11 – Mehdi Bennani (Honda Civic) – Proteam – 28”067
12 – Gianni Morbidelli (Chevrolet Cruze) – Munnich – 28”579
13 – René Munnich (Chevrolet Crzue) – Munnich – 29”323
14 – James Thompson (Lada Granta) – Lada – 35”188
15 – Mikhail Kovlovskiy (Lada Granta) – Lada – 38”472
16 – Franz Engstler (BMW 320 TC) – Engstler – 1’12”432
17 – Pasquale Di Sabatino (BMW 320 TC) – Engstler – 1’24”023
18 – John Filippi (Seat Leon) – Campos – 1’37”942

Volta mais rápida: José Maria Lopez 1’40”148

Abandonos:

Nikita Misiulia (Seat Leon) – Campos – 11 voltas
Hugo Valente (Chevrolet Cruze) – Campos – 2 voltas
Dusan Borkovic (Chevrolet Cruze) – Campos – 2 voltas

Prova 2:

Pilotando um quarto Citroën de fábrica, Hua fez história ao se tornar o primeiro chinês a vencer uma etapa do WTCC. Muller o marroquino Mehdi Bennani (Honda Civic/Proteam) completaram o pódio.

Pole, o francês Hugo Valente (Chevrolet Cruze/Campos) não estava cm o carro pronto, faltando cinco minutos para a largada, e teria que cumprir um drive-through. Na largada, o espanhol manteve a ponta, seguido por Michelisz e Hua. López ficou parado no grid, e abandonou pela primeira vez no ano.

Na sétima volta, Valente foi para os boxes, cumprir sua punição, com Hua assumindo a liderança. Na volta seguinte, Muller superou Michelisz pelo segundo lugar.

Com metade da prova, a maior disputa era pelo quarto lugar, com Monteiro, Bennani, Coronel e Loeb separado por 1s2. Duas voltas depois, Monteiro abandonou.

Na última volta, Coronel, tocou em Michelisz, com Bennani aproveitando para assumir o terceiro lugar. Na curva final, Loeb e Chilton superaram Michelisz.

Hua venceu, seguido por Muller e Bennani. Coronel, Loeb, Chilton, Michelisz, o italiano Gianni Morbidelli (Chevrolet Cruze/Munnich), Valente o alemão René Munnich (Chevrolet Cruze/Munnich) completaram os dez primeiros.

López lidera o campeonato com 209 pontos. Muller é o terceiro com 168, seguido por Loeb com 161.

A próxima etapa acontece em Spa-Francorchamps, na Bélgica, no dia 22 de junho.

Final, prova 2:

1 – Ma Qing Hua (Citroen C-Elysée) – Citroen – 16 voltas em 27’11”310
2 – Yvan Muller ( Citroen C-Elysée) – Citroen – 1”261
3 – Mehdi Benani (Honda Civic) – Proteam – 12”252
4 – Tom Coronel (Chevrolet Cruze) – Roal – 12”424
5 – Sébastien Loeb (Citroen C-Elysée) – Citroen – 14”725
6 – Tom Chilton (Chevrolet Cruze) – Roal – 14”890
7 – Norbert Michelisz (Honda Civic) – Zengo – 15”118
8 – Gianni Morbidelli (Chevrolet Cruze) – Munnich – 19”894
9 – Hugo Valente (Chevrolet Cruze) – Campos – 20!157
10 – René Munnich (Chevrolet Cruze) – Munnich – 20”984
11 – Dusan Borkovic (Chevrolet Cruze) – Campos – 26”813
12 – James Thompson (Lada Granta) – Lada – 31”686
13 – Franz Engstler (BMW 320 TC) – Engstler – 1’03”478
14 – Pasquale Di Sabatino (BMW 320 TC) – Engstler – 1’15”843
15 – John Filippi (Seat Leon) – Campos – 1’27”553
16 – Nikita Misiulia (Seat Leon) – Campos – 1’35”889

Volta mais rápida: Hugo Valente 1’40”742

Abandonos:
Tiago Monteiro (Honda Civic) – Honda Jas – 11 voltas
Rob Huff (Lada Granta) – Lada – 10 voltas
Gabriele Tarquini (Honda Civic) Honda Jas – 7 voltas
Josè Maria Lopez (Citreon C-Elysée) – Citroen – 1 volta
Mikhail Kovlovskiy (Lada Granta) – Lada – 1 volta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *