100 Milhas Piracicaba: 23ª edição marcou o domingo no ECPA


TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Carros e gaiolas formaram grid único na tradicional prova caipira

O autódromo do ECPA (Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo) sediou, ontem (domingo-16), a 23ª edição da 100 Milhas Piracicaba. Sem dar brecha aos adversários, a dupla Marcelo Camacho e Luis Piccolo conquistou sua primeira vitória na categoria Turismo. Já Dito Giannetti, pela sétima vez, comemorou o primeiro lugar na tradicional prova, na categoria Tubular.

 

Vencendo a competição de ponta a ponta, a dupla paulistana deu um show de técnica e perícia. “Ganhar sempre é bom. Sendo uma prova de tamanha tradição, então, tem um sabor especial”, disse Camacho. “Participo dessa prova há dez anos, desde que os carros de Turismo faziam a preliminar das gaiolas, mas nunca havia ganho. Foi bastante emocionante”, contou Piccolo, que também é chefe da equipe Phoenix Competições, de São Paulo.

 

Destaque não apenas entre as gaiolas, o veterano Dito Giannetti puxou a fila durante toda a prova, esbanjando disposição para sua verdadeira paixão. “O automobilismo me acompanha a vida toda. Corro por prazer. A conquista do primeiro lugar é uma consequência de quem está na pista e dá o melhor de si. Estou muito contente com a minha sétima vitória na 100 Milhas”, falou o também proprietário do ECPA, lembrando que essa edição da prova caipira marcou o 24º aniversário do autódromo.

 

Em segundo lugar do pódio da categoria Tubular, apareceu a dupla Roberto Corrêa e Daniel Gianfrate, que dividiu a gaiola número 401. “É sempre prazeroso vir a Piracicaba e participar da 100 Milhas, prestigiando, assim, o grande amigo Dito Giannetti”, festejou Corrêa.

 

Entre os carros da Turismo, a dupla bicampeã da 100 Milhas Rodrigo Stefanini e Felipe Giannetti chegou a liderar a prova, quando saiu do box após a troca de piloto. “Um problema no câmbio não permitiu nossa vitória. Ao final da corrida, nosso carro apenas apresentava a terceira marcha. Mas um segundo lugar também não é nada mau”, afirmou Stefanini, que concluiu a segunda metade da competição.

 

Na onda do momento – Sucesso nas rádios de todo o país, a música Camaro Amarelo, da dupla Munhoz e Mariano, serviu de inspiração para a 100 Milhas. O carro da Chevrolet serviu como carro-madrinha da competição.

 

Tradicional no automobilismo, o carro-madrinha – também conhecido como safety car – lidera a volta de apresentação antes de a corrida começar e entra em ação quando um acidente acontece, o que significa que os competidores têm a obrigatoriedade de segui-lo em fila indiana.

 

De propriedade da concessionária West Motors, revendedora da marca General Motors, o uso do Camaro amarelo já está virando uma tradição, já que essa foi sua segunda participação na corrida caipira.

 

Resultados finais – Além da 100 Milhas, outras duas categorias marcaram presença no ECPA: a Fórmula Vee e os Clássicos de Competição, as quais fizeram as preliminares para a prova principal.

 

Confira o resultado final de cada categoria:

 

23ª edição – 100 Milhas Piracicaba

Tubular

1º Dito Giannetti

2º Roberto Corrêa/Daniel Gianfrate

 

Turismo

1º Marcelo Camacho/Luis Piccolo

2º Rodrigo Stefanini/Felipe Giannetti

3º Edson Paes/Bruno Paes

4º Marcio Cassorla / Milton Coelho Nicolau

5º Rodrigo Tavares/Valter Paim

6º Paulo Held

7º Neto Datti/Juliano Gandelin

8º Rodrigo Palace/Junior Palace

9º Luiz Augusto Alves

10º Robson Valter /Eduardo Medina

11º Gustavo Favoretto

12º João Moraes/Rodnei Mazieri

13º Alexandre Barbosa / Felipe Cario

 

Clássicos de Competição – 1ª bateria

1º Stanley Wessler

2º Ivo Zangirolami

3º Dirceu Depret

4º Reginaldo Cava

5º Carlos Fanjul

 

Clássicos de Competição – 2ª bateria

1º Stanley Wessler

2º Dirceu Depret

3º Eduardo Magnusson

4º Marcelo Ackel

5º Ricardo Magnusson

 

Fórmula Vee

1º Sandro Freitas

2º Glaucio Doreto

3º Arthur Leme

4º Sergio Silva

5º Emmanuel Jasponde

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *