24 Horas de Daytona: Fittipaldi, Donohue e Law lideram três treinos com a equipe Action Express

Foram três dias de treinos coletivos e oito seções de testes. Assim teve início a preparação das equipes para a 50ª edição das 24 Horas de Daytona, que será disputada entre os dias 26 e 29 de janeiro no circuito misto localizado em Daytona Beach, na Flórida (EUA).

Os treinos tiveram a participação de mais de 50 carros (das categorias DP e GT) e foram encerrados neste domingo (dia 8). O resultado foi muito bom para o brasileiro Christian Fittipaldi, que vai disputar a prova pela sétima vez, este ano ao lado dos norte-americanos David Donohue e Darren Law.

Pilotando o Chevrolet / Corvette de número 5, da equipe Action Express, o trio liderou três seções de treinos. No geral, combinando todos os treinos, eles ficaram com a segunda melhor marca (1min41s338). O trio Max Angelelli / Ryan Briscoe / Ricky Taylor, também pilotando um Chevrolet / Corvette, registrou o melhor tempo (1min41s142).

Nos demais treinos, Fittipaldi e seus companheiros estiveram sempre no Top 4. O outro carro da equipe Action Express, pilotado por João Barbosa, Terry Borcheller, JC France e Max Papis, também terminou todos os treinos entre os mais rápidos.

Campeão em Daytona em 2004 e terceiro colocado na prova em 2011, Fittipaldi deixou a pista bastante satisfeito e ansioso pela disputa da corrida no final do mês.

“Foram três dias de testes muito bons e estamos bem melhor em relação ao ano passado. O motor é bem melhor, a equipe também está bem mais preparada, bem concentrada e estes são dois pontos onde evoluímos bastante. Falta agora melhorar um pouco mais o carro. Mas, sendo realista, acho que temos chances de largar entre os quatro ou cinco primeiros”, comentou Fittipaldi, que em 2011 já havia corrido pela equipe, mas a bordo de um Porsche / Rilley.

“Todos deixaram a pista bem animados. Não tivemos nenhuma quebra e o importante agora é estar bem preparado para as 24 horas de disputa”, completou o piloto, que nas próximas semanas irá até a sede da equipe para testes de troca de pneus.

Cinquenta e seis carros (das categorias GT e DP) já estão inscritos para participar da prova, que marca os 50 anos das 24 Horas de Daytona. O evento abre a temporada da categoria Grand-Am nos Estados Unidos.

Fittipaldi lamenta falecimento do amigo e preparador físico Raniero Gianotti

Ao final dos treinos em Daytona, Christian foi surpreendido pela notícia da morte do amigo e preparador físico na época da F-3000 e F-1, Raniero Gianotti.

O italiano, que trabalhava atualmente com Jaime Alguersuari na equipe Toro Rosso, faleceu neste domingo vítima de um ataque cardíaco.

“Estou extremamente chocado. Jantamos em Miami há cinco dias. Não consigo acreditar. Meus sentimentos a todos os familiares e amigos”, declarou o brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *