24 Horas de Daytona: Via Italia Racing na tradicional prova pela primeira vez

Em parceria com a Scuderia Corsa, time brasileiro vai contar com quatro pilotos a bordo de uma Ferrari 458 GT3

A Via Italia Racing, equipe Ferrari das disputas GT e Endurance no Brasil, confirmou participação na edição 2013 da Rolex 24 At Daytona, tradicional prova do automobilismo mundial, que acontece no próximo fim de semana (26 e 27 de janeiro) no Daytona International Speedway, no estado da Flórida, no Estados Unidos. Em parceria com a equipe italiana Scuderia Corsa, a Via Italia Racing vai participar da prova com quatro pilotos a bordo de uma Ferrari 458 GT3. Além de Chico Longo e Daniel Serra – pilotos oficiais da equipe – Xandinho Negrão e Rafael Matos fazem parte do time. A parte técnica vai praticamente completa aqui do Brasil, com o engenheiro e chefe de equipe Hilton Lellis e mais três mecânicos. Será a primeira participação da Via Italia na prova que este ano completa 51 anos.

Chico Longo é um amante de corridas de longa duração. Bicampeão brasileiro de Endurance, bicampeão dos 1000 km de São Paulo, o empresário e piloto aguarda com expectativa a prova. “Será uma experiência máxima na minha carreira participar desta renomada prova e com pilotos das mais importantes categorias do automobilismo mundial. Fiquei muito feliz com o convite da Ferrari para montarmos um time totalmente brasileiro. Estou muito entusiasmado para encarar este desafio. Estamos levando a nossa equipe técnica para facilitar o trabalho durante a desgastante corrida. Este entrosamento é importante. Com os pilotos da equipe, sou mais próximo ao Serra e ao Xandy. O Rafa Matos vai ajudar muito com a sua experiência de outras edições da corrida. Esperamos fazer um ótimo trabalho com a Ferrari sendo competitivos a prova toda”, disse Longo.

Daniel Serra, parceiro de Longo nas conquistas citadas, vai encarar pela primeira vez uma corrida utilizando parte de um traçado oval. Nos treinos no inicio do ano, Serra conseguiu ótima adaptação. “O traçado é tranquilo. O miolo não é muito difícil, mas a inclinação é impressionante! Chega a dar tontura nas primeiras voltas. O carro anda com muito pouco downforce, então ele fica meio estranho… Mas é muito legal.”, disse o piloto da Stock Car referindo-se as curvas de até 31° de inclinação.

Rafa Matos já teve o privilégio de disputar e vencer a 24 Horas de Daytona. Foi em 2008 na categoria GT, a mesma que a Via Italia Racing disputa este ano. “Acredito que todo piloto em alguma fase da sua carreira sonha em correr em uma Ferrari. Já tive o privilégio de pilotar uma 458 ano passado e nos treinos de Daytona semanas atrás. Posso dizer sem duvida que é a melhor e mais equilibrada Ferrari já feita. É uma evolução das 430 e o mais belo automóvel do padock”, disse Matos. Sobre o circuito de Daytona, no qual Rafa Matos já competiu em várias categorias no automobilismo americano, ele comenta. “É um circuito relativamente simples, mas que exige muita concentração. Principalmente nos pontos de freada depois da parte do oval. A intensidade e o ritmo de corrida são muito altos. Estamos acelerando 100% em mais da metade do traçado. Uma corrida de 24 Horas é extremamente desgastante para os pilotos. Vamos dormir no Motor Home com o barulho dos motores e acordamos com o mesmo som. É uma experiência fantástica”, descreveu Matos.

Xandinho Negrão, piloto da Stock Car e com vasta experiência internacional (Mundial GT, GP2, entre outras) busca adaptação a Ferrari 458. “A Ferrari é um carro fantástico. Estou me adaptando com os pneus mais duros que estamos acostumados e a frear sem ABS. Adorei o traçado. A inclinação nas curvas é algo que nunca tinha experimentado na minha carreira. Com certeza será um fim de semana diferente. E a bordo de uma Ferrari, só temos que aproveitar”, disse Xandinho.

Até o momento são 59 carros confirmados. 17 Protótipos, 36 GTs (categoria da Via Italia) e 6 da categoria GX.

A programação começa nesta quinta-feira (24 de janeiro) com treinos e tomada de tempos. Na sexta-feira, além de ações promocionais, o ultimo treino antes da prova. No sábado, mais ações para o público e a largada para a 51ª edição da 24 Horas de Daytona às 15h30 horário local (18h30 horário de Brasília). A chegada acontece 24 horas depois, no domingo (27 de janeiro).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *