24 Horas de Le Mans: ‘Não achei que sairia vivo’, diz Gené

O piloto de testes da Ferrari, Marc Gené, disse que achava que não sairia vivo do acidente que sofreu no último domingo, durante os treinos para as 24 Horas de Le Mans, tradicional prova realizada no circuito francês. Para o espanhol, que saiu andando do carro após colidir a cerca de 270km/h, foi um milagre sair ileso.

“A verdade é que achei que não sairia vivo. Este com certeza foi o acidente mais grave da minha vida”, disse Gené El País. O espanhol passou por uma série de exames para assegurar que não tinha nenhum ferimento mais grave, mas já pensa em voltar às pistas.


“Agora só penso em me recuperar para estar preparado para a corrida. Teremos que construir o carro de novo, mas eu confio plenamente na Peugeot, que me apoiou depois do acidente”, completou.


Marc Gené colidiu durante os treinos para prova em um breve momento quando não chovia no circuito. O piloto perdeu o controle de seu carro nas curvas “Porsche” e sofreu um violento impacto. Apesar da violência da batida, o espanhol só teve dois dedos do pé quebrados e hematomas pelo corpo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *