500 milhas de Londrina: Protótipo de Nilson Ribeiro e José Ribeiro vencem a 21ª edição


TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Pai e filho guiando o protótipo nº 65 vencem a 21ª Edição das 500 Milhas de Londrina. Nilson Ribeiro (pai) e José Ribeiro (filho), largaram na pole position e perderam apenas a liderança na largada da prova, para o protótipo guiado por Jair e Duda Bana. Depois recuperaram a posição e não perderam mais, fizendo também a melhor volta e completaram a corrida em 6h44min12s107. Em segundo o protótio nº 113 de Carlos Silva/Gualter Pinheiro Jr com 5 voltas de diferença e em terceiro lugar chegou o protótio nº 77 Leomar Fendrich Jr/Jansen Bueno, com 6 voltas,isso na classificação geral. As “500 Milhas de Londrina 2012”, que há 21 anos é organizada por Daniel Procópio, Beto Borghesi e Aloysio Moreira, contou com supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

No Grupo I, domínio total da do protótipo de Nilson Ribeiro (pai) e José Ribeiro (filho) completando as 263 voltas em 6h44min12s107. Ficaram na segunda posição até a volta 79, quando o protótipo de Jair e Duda Bana teve problemas de combustível. A partir deste momento Nilson e José consolidaram a liderança rumo a vitória inédita. Na segunda posição, a dupla Carlos Silva/Gualter Pinheiro Jr, a 5 voltas, em terceiro lugar Leomar Fendrich Jr/Jansen Bueno, a 6 voltas, na quarta colocação Cláudio Simão/Richard Heidrich, a 7 voltas e em quinto lugar Edison Ferreira/Ney Faustini, a 28 voltas. “Esta foi a nossa segunda participação nas 500 Milhas e desta vez conquistamos a vitória. Largamos na pole position, perdemos a liderança no início da prova, mas recuperamos na volta 80 e depois adminstramos a vantagem adquirida”, disse Nilson Ribeiro. “Nosso carro estava perfeito, deu tudo certo e conseguimos a primeira vitória nas 500 Milhas. Toda nossa equipe está de parabéns, pois vamos levar para Campo Grande os troféus da Geral, Grupo I e do Brasileiro de Endurance”, argumentou José Ribeiro.

Já no Grupo II das 500 Milhas de Londrina, os vencedores foram Carlos Silva/Gualter Pinheiro Jr, a 5 voltas em segundo lugar Leomar Fendrich Jr/Jansen Bueno, a 6 voltas, na terceira colocação Cláudio Simão/Richard Heidrich, a 7 voltas em quarto lugar Robson Kolling/Geovane Ciesielski, a 49 voltas e em quinto José Córdova/José Vitte/Marcos Ramos/Marcelo Karam, a 87 voltas. “Tinhamos uma boa estratégia de corrida e fomos crescendo durante o decorrer da prova, até chegar na segunda posição. Depois passamos a administrar a vantagem e poupar o carro para chegar ao fim da prova”, declarou Carlos Silva. “Hoje foi um dia fantástico para todos da nossa equipe. O trabalho duro desde a última quarta-feirafoi coroado com o resultado final das 500 Milhas de Londrina”, comemorou Gualter Pinheiro Jr.

No Grupo III, vitória foi da dupla Leomar Fendrich Jr/Jansen Bueno, com 257 voltas completas, em segundo lugar ficou Beto Borghesi/José Vilel, com 253 voltas, na terceira colocação Curt Lindner/Alvaro dos Santos/Eberpacher, com 228 voltas, na quarta posição Mario Marcondes/Claudio Leoni, com 215 voltas e o quinto Paulo Totaro/José Soares/Ralf Publef, com 195 voltas. “Programamos nossa estratégia de corrida com três paradas e correu tudo certo, dentro do esperado. Nosso carro estava bem acertado e aceleramos forte, em busca da vitóriana nossa categoria”, disse Leomar Fendrich Jr. “Eu e Leomar fizemos uma prova de ritmo forte, querendo vencer na categoria. Mas acabamos em terceiro na Geral, segundo no Grupo II e primeiro no Grupo III. No final, fizemos apenas uma parada rápida para abastecimento e fomos para a bandeirada final”, compementou Jansen Bueno.

Os vencedores do Grupo IV, foram João Weiller/José Ademir, com 245 voltas, segundo colocado Algacir Sermann/Beto Cazuni/Toninho Espolador, com 239 voltas, na terceira posição Marcelo Miranda/João Miranda, com 228 voltas, em quarto lugar Bley Jr/Beto Bau/Valmor Emílio, com 227 voltas e na quinta posição Francisco Fiorese/Julio Machado, com 200 voltas. “Foi gratificante vencer no Grupo IV, com tantos carros competitivos e vários carros de ponta, em condições de “brigar” pela vitória na Geral”, declarou João Weiller. “Conseguimos levar nossa estratégia até o fim da prova e tudo deu certo. Alguns adversários ficaram pelo caminho e nós fomos rápido e constantes, o que nos ajudou na vitória”, argumentou José Ademir.

Pelo Grupo V, a vitória foi Max Mohr/Cristian Mohr/João Arruda, com 236 voltas, na segunda posição Rodrigo Tassi/Algacir Sermann/Luiz Ferreira, com 236 voltas, em terceiro lugar Carlos Brockveld/Angelo Marqueto/Ruslan Carta Filho, com 220 voltas, na quarta posição Felipe Lobo/Gustavo Magnabosco, com 199 voltas. “Eu corri com dois pilotos jovens, que mantiveram o ritmo forte de corrida e fiquei com a incumbência de levar o carro até a bandeirada final”, brincou Max Mohr. “Nosso carro estava bem acertado e fizemos duas paradas para o reabastecimento e troca de pilotos. Ganhamos tempo com isso e chegamos à vitória”, disse Cristian Mohr. “Foi bacana correr com o Max e o Cristian. Montamos uma equipe rápida e constante. Nosso empenho resultou na vitória no Grupo V”, declarou João Arruda.

E no Grupo VI, venceram Curt Lindenet/Alvaro dos Santos/C.Eberpacher, com 228 voltas, em segundo lugar Luiz Favareto/Jeferson Averbuck/Carlos Vaz, com 198 voltas completadas. “Mais uma vez saímos com a vitória nas 500 Milhas. Desta vez, com troféus em duas categorias”, argumentou Curt Lindner. “Essa já é a terceira ou quarta vitória minha e do Curt. Parece que a cada ano ficamos melhor”, brincou Alvaro dos Santos. “Tudo deu certo para nossa equipe neste sábado. Paramos na hora certa, aceleramos quando tinha que acelerar e poupamos o carro na parte final. Nos empenhamos e por isso chegamos à vitória no Grupo VI. De quebra, levamos um troféu também no Grupo III”, concluiu Eberpacher. A 22ª edição das 500 Milhas de Londrina está marcada para os dias 5, 6 e 7 de dezembro de 2013, no Autódromo Internacional Ayrton Senna, com organização de Daniel Procópio, Aloysio Moreira e Beto Borghesi.

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *