500 Milhas Granja Viana: Equipe Alcatéia conquista o pódio

Time liderado por Daniel Landi e Danilo Dirani superou 40 karts para encerrar a prova em quinto lugar.

 


Depois de partir do 35º lugar no grid e cair quase dez posições na largada, a conquista do pódio na 10ª edição das 500 Milhas de kart da Granja Viana, encerrada neste domingo (3), foi bastante comemorada pela equipe Alcatéia, formada pelos pilotos Daniel Landi, Danilo Dirani, Raphael Xavier, Caio Travaglini, José Rodrigues, Eduardo Rodrigues e Alberto Rodrigues. Eles finalizaram a prova em quinto lugar, completando 636 voltas.


Seis equipes subiram ao pódio, mas dentre todas a Alcatéia teve destaque pelo fato de ter largado mais atrás no grid. Os campeões foram os pilotos Otávio Bonder, Antonio Francesco Ventre, José Eduardo Ventre, Bruno Pacetti e Lucas Rodrigues, da equipe MG Polipetro. Eles largaram em segundo lugar e completaram as 644 voltas programadas em 10h36min26s782.


O time comandado por Felipe Massa, que partiu da pole position, não completou a prova, após enfrentar problemas em virtude de um acidente ainda no início da madrugada. Entre as estrelas convidadas para a corrida, Rubens Barrichello, Tony Kanaan, Felipe Giaffone e Dan Wheldon foram os que conquistaram o melhor resultado, terminando em segundo. Setenta e quatro karts participaram do evento.


Landi, que compete na Stock Car V8 Light, correu as 500 Milhas da Granja pela terceira vez e fez sua estréia no pódio. “Já havia chegado em oitavo e 12º, mas é muito bom estar no pódio”, comentou o piloto.


O final da corrida foi de muita emoção e também aflição para a equipe. “Estávamos com o quarto lugar praticamente garantido, mas o kart ficou sem tração nas últimas voltas e, no final, o Dirani teve de empurrar o kart até a linha de chegada. Acabamos perdendo uma posição, mas mesmo assim foi bom”, frisou Landi, que pilotou aproximadamente 3h30 da maratona de mais de 10 horas de disputa.


Piloto da Champ Car Atlantic nesta temporada, Dirani também ficou muito satisfeito com o resultado na Granja. “Foi melhor do que eu esperava. Na largada, houve algumas confusões e acabei caindo para 44º, ou seja, passamos quase 40 karts para chegar ao pódio. Tirando um problema no acelerador no começo da prova e o fato de termos ficado sem tração no final, o kart funcionou muito bem”, destacou o piloto, que disputou sua sétima 500 Milhas. Em 1999, ele venceu a prova e esteve no pódio em 60% de suas participações na corrida.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *