500km Interlagos: Adversários apontam Porsche como favorito

Max Wilson e Marcel Viscondi foram os mais rápidos nos três treinos livres desta sexta-feira (13). Com mais de dois segundos e meio de vantagem.

Foi apenas o primeiro dia de treinos, mas os inscritos para os 500 km de São Paulo, prova que será disputada neste domingo (15), às 13h00, em Interlagos (SP), foram unânimes ao apontar o favorito para a 26ª edição da prova, que está completando 50 anos de história: o Porsche RSR da dupla Max Wilson e Marcel Viscondi. A dupla dominou os três treinos livres realizados nesta sexta-feira (13) e terminou o dia com um tempo mais de dois segundos e meio mais rápido que o do segundo colocado, Aloysio Andrade, com seu Protótipo 5.0 – o mesmo que fez a pole position em 2006.

“Na verdade, foi apenas um treino, estávamos testando uma série de coisas para o carro. O importante mesmo é a tomada de tempo. Mas estou bastante satisfeito com o que conseguimos hoje”, disse Max Wilson, que não disputa os 500 km de São Paulo desde 2002, quando venceu também andando de Porsche (no caso, um RS). “Aumentaram uma letra no nome”, brincou. “A diferença é que este carro é muito mais novo, modelo 2007, que vira três segundos melhor que aquele”, contou. A única prova disputada pelo carro RSR até o momento foi a Mil Milhas Brasileiras do ano passado.

O que só reforça o favoritismo. “Nós sabemos que o Porsche está um degrau acima dos outros. A durabilidade dele é muito alta e os pneus são ótimos”, reconhece Aloysio Andrade. “Fizemos a nossa parte e até aqui foi tudo muito bem. Checamos se estava tudo em ordem e testamos o consumo do carro”, disse o piloto, também chefe de equipe na Stock Car. O carro não entrava na pista desde que disputou os 500 km de São Paulo em 2006. Daí a satisfação de Aloysio Andrade com o segundo melhor tempo do dia. Eduardo Souza Ramos e Leandro Almeida, com um Mitsubishi Eclipse, ficaram em 3º.

A atração do dia em Interlagos foi a nova Ferrari 360 GT2 trazida por Lucas Molo, piloto que venceu a edição passada dos 500 km de São Paulo, em 2006, mas com outro modelo. “Foram três sessões complicadas, foi a primeira vez que colocamos este carro na pista e quando isto acontece a equipe sempre tem muito trabalho para deixar tudo em ordem. Mas já deu para notar a diferença de potencia – muito maior que a Ferrari 550 que usávamos. Me surpreendi com a competitividade do grid. Acho que pole não dá para fazer, mas fico contente com um 3º lugar. E na corrida tudo pode acontecer”, falou.

Os treinos livres recomeçam neste sábado (14) a partir das 09h00, com mais duas sessões, as últimas antes do treino classificatório, marcado para às 14h50. A corrida, no domingo (15), será às 13h00. Esta é a 26ª edição dos 500 km de São Paulo, prova que deve ter uma disputa especial em números, já que o Porsche demonstrou tanto favoritismo. A marca alemã tem quatro vitórias na corrida de longa duração. Se ganhar novamente, empata com a Maserati, recordista histórica, com cinco. Entre os pilotos, Celso Lara Barberis e Luiz Pereira Bueno são os líderes, com três conquistas cada.

Os melhores tempos em Interlagos:

1 Max Wilson/Marcel Viscondi, Porsche RSR, 1min36s778
2 Aloysio Andrade, Protótipo 5.0, 1min39s332
3 Eduardo Souza Ramos/Leandro Almeida, Mitsubishi Eclipse, 1min39s485
4 Jair Bana/Carlos Bana, Scorpius 2.0, 1min41s126
5 Edson Machado/Paulo Machado, Horus, 1min41s497
6 Lucas Molo, Ferrari 650 GT2, 1min41s605

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *