600 Hornet: Maico Teixeira vence corrida em casa e se aproxima do bicampeonato

Gaúcho vê rival cair e fica muito perto de conquistar título da 600 Hornet

Segundo colocado na classificação geral da 600 Hornet, o piloto Maico Teixeira (#36) precisava fazer todos os esforços para tentar tirar o título do rival Ricieri Luvizotto (#42), até então líder da competição, na última etapa da competição, em Nova Santa Rita (RS), no Autódromo Internacional do Velopark.

Maico liderou dois treinos livres, fez a pole e em corrida impecável conquistou a vitória em seus domínios. Um grande resultado para o gaúcho que pulou para a ponto, já que Ricieri abandonou a prova após uma queda.

“Obrigado a todos que me viram vencer esta corrida. Tivemos um show de prova e espero amanhã conquistar o campeonato para a minha família”, coloca Maico, que agora possui com 219 pontos.

Agora, o vice-líder da categoria com modelos Honda CB 600F Hornet é Wesley Gutierrez (#47). Com o terceiro lugar deste sábado (29), o paranaense possui 212 pontos e briga com o gaúcho pelo título da competição. Ainda com chances, Ricieri é o terceiro com 199 pontos.

Os pilotos voltam à pista neste domingo (30) para disputarem a segunda e última corrida da classe, às 10h25.

BATERIA
Como de costume, Guga Folheto (#28) fez ótima largada e foi para a ponta. Já o gaúcho Maico Teixeira (#36), pole position, caiu para a terceira posição. A segunda posição era ocupada por Marco Brunheroto (#777).

Os três primeiros colocados eram seguidos de perto por Murilo Colatreli (#74), em quarto, e Wesley Gutierrez, em quinto. Ao final das voltas iniciais, Guga, Maico e Brunheroto ganharam um folga em relação aos demais colocados ao abrirem uma pequena distância. Murilo não recebia pressão de ninguém, até que Wesley encostou e ultrapassou o rival.

O líder da categoria, Ricieri Luvizotto, estava no pelotão intermediário quando teve uma queda. O paulista ainda tentou voltar à pista, mas sem sucesso. Um olhar de tristeza tomou conta do competidor, que viu sua chance de conquistar a competição se complicar. Osmar Cefrin (#8) foi outro piloto que abandonou a prova. O competidor teve um problema na moto, foi para o box e não voltou mais.

Na ponta, Maico ditava o ritmo. Outro postulante ao título, Wesley seguia ultrapassando os adversários. Na 17ª volta, o paranaense alcançou o topo máximo. Levou a primeira posição, que pertencia ao concorrente. Porém, a liderança não durou muito tempo, já que o gaúcho deu o troco.

Com uma volta para o fim, Wesley foi pra o tudo ou nada. O piloto encostou no líder, no entanto, ao final da reta, quando tentava fazer a ultrapassagem, cometeu um erro e escapou. Melhor para o Maico, que caminhou livre para a vitória. Brunheroto foi segundo, seguido do próprio Wesley.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *