A1GP: Bruno Junqueira volta a levar o Brasil aos pontos em sua estréia na categoria

Com pouco tempo de adaptação, mineiro consegue sétimo lugar na África do Sul.

Se o mineiro Bruno Junqueira foi convocado por Emerson Fittipaldi para integrar o time brasileiro na etapa sul-africana da A1GP devido à experiência em circuitos de rua, o desempenho do piloto mineiro no traçado provisório de Durban, palco da oitava das 11 etapas da temporada 2006/2007, mostrou que o bicampeão mundial de F-1 estava certo. Mesmo com pouco tempo para se adaptar ao monoposto da chamada “Copa do Mundo do automobilismo”, bastante diferente do que costuma acelerar na Fórmula 3000, Bruno deu fim a um jejum verde-amarelo que já durava mais de três meses, garantindo a sétima posição na “feature race”, a segunda corrida do fim de semana, com uma hora e 10 minutos de duração e levando o país a pontuar novamente. Na primeira, mais curta (20 minutos), o brasileiro foi tocado na largada, foi obrigado parar nos boxes para trocar as partes danificadas e recebeu a bandeirada em 17º, depois de largar em 18º.

O mineiro não teve vida fácil para se adaptar à categoria, cujas características estão mais próximas da Fórmula 3000, da qual foi campeão intercontinental em 2000. Em vez dos mais de 700 cavalos de um ChampCar, o Lola da A1 tem cerca de 520, do motor V8 Zytek, e câmbio no volante, novidade que será adotada este ano nos ChampCars. Como se não bastasse, as restrições do regulamento limitam as possibilidades de mudanças no acerto. Bruno ainda se viu protagonista de um incidente involuntário que acabou limitando o tempo para se acostumar à A1. Nos treinos livres de sexta, quando passou sobre uma zebra do traçado de rua de 3,1 quilômetros na costa sul-africana, acabou fazendo com que a estrutura, montada de modo inadequado, se desmontasse, levando os organizadores a cancelar a segunda sessão, para que fossem feitos os reparos.

Na qualificação, mais novidades: além de enfrentar quatro sessões consecutivas de 15 minutos, em cada uma o mineiro, como os adversários, só podia completar uma volta rápida, e os tempos do grid eram estabelecidos com a soma das duas melhores passagens. Em meio a um equilíbrio que realmente fez lembrar a Fórmula 3000, e com um chassi reserva, de desempenho visivelmente inferior ao titular, Bruno conseguiu a 18ª marca. Depois de uma largada conservadora, para evitar riscos, pouco pôde fazer ao encontrar pela frente os carros da Malásia e do Líbano. Ao menos o tempo de pista o ajudou a ganhar intimidade com o carro e se preparar para a segunda corrida do dia.

Mesmo preocupado em evitar acidentes e as armadilhas dos circuitos de rua, Bruno foi um dos destaques da feature race. Dosando experiência e agressividade, recuperou posições e terminou a prova em sétimo. Dadas as circunstâncias, um resultado que trouxe satisfação. “Eu nunca fui de ficar feliz com um sétimo lugar mas, considerando todas as dificuldades que enfrentamos, levar o Brasil a marcar pontos novamente é algo bastante positivo. Poderia ter arriscado mais, mas minha primeira preocupação era em levar o carro inteiro à bandeirada e pontuar, o que acabou acontecendo”, explica. Em negociações para iniciar sua sétima temporada na ChampCar, Bruno tem boas chances de ser confirmado no time brasileiro para a corrida de 25 de março, no Circuito Hermanos Rodríguez, na Cidade do México, no qual já largou e terminou em segundo correndo na ChampCar.

A1GP
Oitava etapa
Circuito de rua de Durban (AFS)

Feature race

Piloto País Tempo
1 – Nico Hulkenburg Alemanha 49 voltas em 1h10min35seg582
2 – Robbie Kerr Inglaterra a 9seg556
3 – Matt Halliday Nova Zelândia a 10seg519
4 – Neel Jani Suíça a 12seg642
5 – Álvaro Parente Portugal a 15seg975
6 – Jeroen Bleekemolen Holanda a 16seg799
7 – Bruno Junqueira Brasil a 21seg868

Sprint Race

1 – Nico Hulkenburg Alemanha 15 voltas em 19min57seg070
2 – Loic Duval França a 2seg781
3 – Matt Halliday Nova Zelândia a 3seg490
4 – Jeroen Bleekemolen Holanda a 6seg356
5 – Neel Jani Suíça a 10seg697
6 – Richard Lyons Irlanda a 14seg356
7 – Adrian Zaugg África do Sul a 17seg109
8 – Álvaro Parente Portugal a 18seg947
9 – Robbie Kerr Inglaterra a 19seg916
17 – Bruno Junqueira Brasil a 1 volta

Classificação

País Pontos
1 – Alemanha 99
2 – Nova Zelândia 69
3 – França 57
4 – Inglaterra 46
5 – Suíça 45
6 – Holanda 43
7 – Malásia 38
8 – México 34
9 – Itália 29
10 – Canadá 28
16 – Brasil 9

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *