ALMS: Audi faz a dobradinha em Sebring

A Audi fez a dobradinha na 61ª edição das 12 Horas de Sebring, etapa de abertura da American Le Mans Series. O trio Benoit Treluyer/Marcel Fassler/Oliver Jarvis venceu seguido dos parceiros de equipe Allan McNish/Tom Kristensen/Lucas di Grassi. Foi a 11ª vitória da Audi na prova e a primeira de um carro híbrido.

Os dois Audi R18 e-tron quattro, turbodiesel da Classe LMP1, da equipe Audi Joest, dominaram a prova, se revezando na liderança (trocaram de posição 21 vezes).

Mesmo com o carro #2 tendo que cumprir uma punição de um minuto, no final da terceira hora (devido a uma colisão do escocês McNish com um carro da LMP2), os dois carros da Audi nunca deixaram de ocupar as primeiras posições.

Na penúltima volta, o carro #1 assumiu a ponta em definitivo. O francês Treluyer fez o último reabastecimento faltando vinte minutos para o final e manteve o controle, recebendo a bandeirada com sete segundos de vantagem sobre o dinamarquês Kristensen, do carro #2. Fassler/Treluyer/Jarvis venceram pela primeira vez em Sebring.

O brasileiro Di Grassi, assim como o britânico Jarvis, estrearam na prova.
“Esta foi minha primeira corrida de 12 horas, minha primeira corrida guiando à noite e a primeira vez que corro em Sebring. Por isso, terminar no pódio é um final brilhante para o fim de semana. Foi uma corrida muito apertada, com alguns incidentes e uma punição controversa. Poderíamos ter conseguido mais, tivemos muitas chances e grandes disputas, mas a alegria com este segundo lugar com a Audi até me faz esquecer os problemas que tivemos. Foi um ótimo começo”, destacou di Grassi.   

O trio Neel Jani/Nick Heidfeld/ Nicolas Prost (Lola B12/60-Toyota/Rebellion), com cinco voltas de atraso, completou o pódio no geral, sendo os melhores entre as equipes privadas.

O trio Klaus Graf/Lucas Luhr/Romain Dumas (HPD ARX-03c/Pickett) perdeu o pódio devido a um stop and go de sessenta segundos e depois uma roda perdida, que custou uma volta. Terminaram em quarto.

O trio Mathias Beche/Congfu Frankie Cheng/Andrea Belicchi (Lola B12/60-Toyota/Rebellion) chegou em quinto. O trio Scott Tucker/Marino Franchitti/Ryan Briscoe (HPD ARX-03b/ Level5) chegou em sexto, vencendo na Classe LMP2, seguidos pelo segundo carro da equipe, com Tucker/Ryan Hunter-Reay/Simon Pagenaud.

Pela Classe LMPC, vitória do trio David Cheng/Michael Guasch/David Ostella (Oreca FLM09-Chevy/PR1), 9º no geral. O brasileiro Bruno Junqueira (Oreca FLM09-Chevy/ RSR), em trio com Alex Popow/Duncan Ende terminou em quarto na classe e 12º no geral.

Pela Classe GT, vitória do trio Oliver Gavin/Tom Milner/Richard Westbrook (Corvette C6.R/ Corvette ). O trio superou diversos problemas durante a prova, inclusive uma punição, perdendo voltas. Milner assumiu a ponta faltando apenas 14 minutos para o final, quando Gianmaria Bruni (Ferrari 458/Risi) escapou da pista. No geral chegaram em 15º.

O brasileiro Bruno Senna (Aston Martin Vantage/Aston Martin), estreando na categoria em trio com Darren Turner/Stefan Mucke, terminou oitavo na classe e 23 no geral. Antes da primeira hora de prova, Turner se envolveu em um acidente com uma Ferrari, um Corvette e o outro Vantage, danificando o radiador do carro. Foram 17 voltas nos boxes, para consertar o defeito.   

Derrubado por uma virose estomacal no começo da semana, Bruno foi obrigado a passar por tratamento à base de soro e chegou a ter a presença no grid ameaçada. “Depois de tudo o que passei nestes dias, dá para dizer que foi ótimo. Consegui fazer os dois turnos duplos e terminei bem, não no melhor da minha forma, mas andando em ritmo competitivo.”

Segundo Bruno, as características do circuito foram outro complicador. “Esta pista é um pouco estressante para uma corrida de 12 horas, com muitas ondulações e sujeira. É muito difícil administrar o tráfego, principalmente à noite. De dia, você vê os carros pelo retrovisor; à noite, no entanto, só vê a luz no espelho e não sabe quem está chegando, se é um protótipo muito mais rápido ou um GT. Vamos ter de conversar dentro da equipe para melhorar as informações nesse momento.”

Pela Classe GTC, vitória do trio Cooper MacNeil/Jeroen Bleekemolen/Dion von Moltke (Porsche 997 Cup/Alex Job). No geral foram 24º.

A prova teve quatro bandeiras amarelas, por 16 voltas.

Em 2014, com a fusão da American Le Mans Series com a Grand-Am, e a criação do United SportCar Racing, os carros da LMP1 não participarão mais da prova.

A próxima etapa da ALMS acontece em Long Beach, nos dias 19 e 20 de abril.
   
     

Final:

1.  P1   Fassler/Treluyer/Jarvis Joest Audi 364 voltas  12h00m11s638
2.  P1   di Grassi/Kristensen/McNish  Joest Audi + 7.679
3.  P1   Prost/Heidfeld/Jani Rebellion Lola-Toyota + 5 voltas
4.  P1   Graf/Luhr/Dumas Pickett HPD + 6
5.  P1   Beche/Cheng/Belicchi Rebellion Lola-Toyota + 10
6.  P2   Tucker/Franchitti/Briscoe Level 5 HPD + 18
7.  P2   Tucker/Hunter-Reay/Pagena Level 5 HPD + 19
8.  P2   Kimber-Smith/Zugel/Lux Greaves Zytek-Nissan + 22
9.  PC   Cheng/Guasch/Ostella PR1 Mathiasen FLM + 28
10.  PC   Marcelli/Cumming/Johansson  BAR1 FLM + 28
11.  PC   Nunez/Shears/Heinemeier Hansson Performance Tech FLM + 29
12.  PC   Junqueira/Popow/Ende RSR FLM + 29
13.  P2   Brown/van Overbeek/Lazzaro Extreme Speed HPD  + 29
14.  PC   Bennett/Braun/Wilkins CORE FLM + 30
15.  GT   Gavin/Milner/Westbrook Corvette + 31
16.  GT   Bruni/Beretta/Malucelli Risi Ferrari + 31
17.  GT   Henzler/Sellers/Tandy Falken Porsche + 32
18.  GT   Auberlen/Martin/Muller RLL BMW  + 34
19.  GT   Dalziel/Farnbacher/Goossens SRT Viper + 35
20.  GT   Miller/Holzer/Lietz Miller Porsche + 35
21.  PC   Drissi/Mitchell/Ducote BAR1 FLM + 38
22.  GT   Muller/Hand/Edwards RLL BMW + 43
23.  GT   Turner/Mucke/Senna Aston Martin + 46
24.  GTC  MacNeil/Bleekemolen/von Moltke Alex Job Porsche + 49
25.  GTC  Canache/Pumpelly/Wong Flying Lizard Porsche + 49
26.  GTC  Cisneros/Seefried/Edwards NGT Porsche + 50
27.  GTC  Hedlund/Heylen/Fogarty JDX Porsche  + 50
28.  GTC  Keating/Faulkner/Stanton TRG Porsche + 51
29.  GTC  Dempsey/Lally/Foster Dempsey Porsche + 53
30.  GTC  Avenatti/Davis/Faieta  Dempsey Porsche + 53
31.  GTC  Calvert-Jones/Curran/Aschenbach Competition Porsche + 55
32.  GTC  Ehret/Imperatori/Sandberg Flying Lizard Porsche + 55
33.  GT   Dalla Lana/Johnson/Lamy Aston Martin + 57
34.  GT   Bomarito/Kendall/Wittmer SRT Viper + 61
35.  GTC  Gomez/Farnbacher/Giermaziak NGT Porsche + 63
36.  PC   Schultis/Simon/Kaffer DragonSpeed FLM + 78
37.  P2   Sharp/Cosmo/Brabham Extreme Speed HPD + 83
38.  GTC  Carter/Estre/de Quesada TRG Porsche + 95

Abandonos:

GT   Magnussen/Garcia/Taylor Corvette 213
GT   Sweedler/Bell/Keen  AJR/West Ferrari 209
P1   Dyson/Smith/Leitzinger Dyson Lola-Mazda  81
P1   Meyrick/Pla DeltaWing  10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *