ALMS: Jaime Melo volta ao pódio da American Le Mans e assume vice-liderança da GT2

Largando em último, brasileiro da Risi Competizione obtém segundo lugar em Long Beach na etapa mais curta do calendário da categoria.

Jaime Melo Júnior comemorou na noite brasileira deste sábado (18) um resultado importante para sua pretensão de conquistar o segundo título na classe GT2 da American Le Mans Series. O piloto brasileiro da Risi Competizione e seu parceiro alemão Pierre Kaffer conquistaram o segundo lugar na terceira etapa da temporada, disputada no circuito de rua de Long Beach. A vitória foi da dupla formada por Patrick Long e Jörg Bergmeister, que ampliou a vantagem na liderança do campeonato.
 
Para Melo e Kaffer, o segundo lugar valeu a vice-liderança, com 46 pontos. A dupla, que pilota uma Ferrari F430 GT2, chegou à Califórnia em terceiro lugar na classificação depois das duas corridas na Flórida – abriu a temporada com vitória nas 12 Horas de Sebring e abandonou a etapa de St. Petersburg. Bergmeister e Long, com um quarto lugar e duas vitórias a bordo do Porsche 911 GT3 RSR, somam 60. Dominik Farnbacher e Ian James, de Panoz, caem para terceiro, com 42.
 
A dupla teve uma participação conturbada na corrida. Melo obteve o segundo lugar da classe GT2 no grid de largada. Contudo, a dupla foi desclassificada por conta de uma irregularidade na altura do carro em relação ao carro e teve de largar de último. “Foi um erro da equipe, a gente teve de aceitar e reprogramar a estratégia de corrida. Esta é a etapa mais curta do campeonato, então nós teríamos de fazer uma corrida agressiva para conseguir um bom resultado”, declarou.
 
Kaffer e Melo valeram-se do bom rendimento da Ferrari número 62 para ganhar posições. A seis minutos do final da corrida, instante em que a corrida teve uma intervenção do safety car, o brasileiro estava 24 segundos atrás do Porsche de Bergmeister. “A corrida terminou com a bandeira amarela e não tive tempo para tentar nada. Mesmo sem o safety car, se tivéssemos mais uma meia hora de corrida, a vitória seria nossa. Fizemos o que pudemos, na próxima a vitória vai ser nossa”, prometeu.
 
Campeão em 2007, o brasileiro reconheceu o bom trabalho feito por Kaffer no primeiro turno de pilotagem. “Pierre fez um ótimo trabalho, ótimo mesmo, e fez com que a gente estivesse no pódio. O carro estava saindo mais de frente do que nos treinos, mas mesmo assim a gente conseguia bons tempos de volta, a Ferrari era mais rápida, o que mostra que temos um grande carro nas mãos”, disse Melo, que cravou na fase final da corrida a volta mais rápida da classe GT2, em 1min21s371.
 
A próxima etapa da American Le Mans Series será disputada em Utah, no dia 17 de maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *