ALMS: Superaquecimento acaba com a corrida de Christian em Sebring

Embora tenha tido um início promissor, a equipe Andretti Green do trio Christian Fittipaldi, Marco Andretti e Bryan Herta, foi obrigada a abandonar as 12h de Sebring, primeira prova da American Le Mans Series (ALMS), devido ao superaquecimento do protótipo Acura ARX-01B. No começo da disputa, mesmo largando na 5ª colocação, a equipe assumiu rapidamente a liderança da LMP2 e se manteve assim durante mais de três horas de corrida. No entanto, os problemas com a temperatura do motor iniciaram e as paradas extras nos boxes começaram a ser constantes, despencando na classificação. Christian, que fez sua estréia na ALMS e liderou 21 voltas no autódromo da Flórida, lamentou os problemas e o abando na última 1h30 de corrida.

“Foi muito decepcionante, ainda mais, porque era óbvio que tínhamos um carro muito sólido. Para mim, eu ainda tive muitas dificuldades no primeiro jogo de pneus porque definitivamente nós não fizemos a escolha certa para aquele momento. Mas o carro ficou muito bom quando trocamos os pneus”, explicou o paulista. “Sinto muito porque a nossa equipe esperou o ano inteiro para voltar aqui e tentar vencer de novo. Eu entrei na AGR há poucos meses atrás, mas estávamos todos entusiasmados. No entanto, algumas coisas fogem do nosso controle”, lamentou Christian. 


A vitória das 12h de Sebring ficou com a equipe Penske, de Romain Dumas, Timo Bernhard e Emmanuel Collard. Apesar do abandono, a AGR terminou na 7ª colocação na sua divisão (LMP2) e 19º na classificação geral. A próxima etapa da ALMS será o belo circuito de rua de ST.Petersburg, também na Flórida, prova preliminar da Fórmula Indy, no dia 5 de abril, às 14h15 (horário de Brasília).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *