Arena Cross: Team Honda domina primeira etapa

Wellington Garcia (MX1), Ratinho (MX2) e Cézar Zamboni (85cc) vencem em São Manuel, no interior paulista.

O Team Honda abriu em grande estilo a temporada 2008. Wellington Garcia (MX1), Marcello “Ratinho” (MX2) e Cézar Zamboni (85cc) foram os campeões da primeira etapa do Arena Cross, realizada na noite deste sábado em São Manuel, no interior paulista. Outros pilotos da equipe Honda também subiram ao pódio: Everaldo Filho (85cc) e Jean Ramos (MX2) foram vice-campeões e Leandro Silva (MX1) e Dudu Lima (MX2) confirmaram o quarto lugar.

O próximo desafio está marcado para os dias 8 e 9 de março, quando os pilotos voltam à pista para disputar a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross. O evento será realizado no Centro Educacional de Trânsito Honda (CETH), em Indaiatuba (SP), sendo que a principal competição da modalidade terá oito etapas no total.

MX1 – Wellington Garcia liderou de ponta a ponta e não teve problemas para levar o título. O piloto de Goiânia, que no ano passado conquistou o título da MX2, sobrou na bateria. “Deu tudo certo, fiz uma prova impecável. Agora quero vencer nas próximas etapas e no final do ano ser campeão novamente”, avisou. Em 2007, ele faturou nada menos que seis títulos.

Quem passou por apuros foi o companheiro de equipe Leandro Silva, que levou três tombos durante a corrida e chegou a ficar em último. Ele teve de suar para subir ao pódio. “Não foi o que eu imaginava, mas o mais importante foi que eu não me machuquei. Na primeira queda, estava em uma curva com o Wellington e ele fez uma linha diferente. Eu andava rápido por dentro, acabei me chocando com ele e caindo. O guidão torceu e senti dificuldade em acertar a roda nas canaletas”, contou o paranaense, atual campeão da categ oria.

MX2 – Na categoria MX2, Jean Ramos assumiu a liderança na segunda volta. Ratinho estava em quarto lugar, mas imprimiu um ritmo muito forte e logo foi para a segunda posição – sendo pressionado por Swian Zanoni. Porém, quando a bateria estava na segunda metade, Ratinho conseguiu ultrapassar o companheiro de equipe e abrir vantagem sobre os demais. Esbanjando preparo físico, o paulista conquistou a vitória em sua primeira prova defendendo as cores do Team Honda.

“Comecei o ano com o pé direito. A prova foi bem disputada, mas na metade dei um tiro e consegui escapar. A minha estratégia foi me poupar no início e deixar mais energia para o final. Deu tudo certo e estou muito feliz”, resumiu o piloto.

85cc – A prova da 85 cilindradas teve um desfecho surpreendente. Endrews Arm strong disparou na frente, seguido de Everaldo Filho e Cezar Zamboni. As posições foram mantidas até o final da bateria, quando a corrente da motocicleta de Armstrong quebrou e ele teve de abandonar a prova.

Everaldo assumiu a ponta, mas logo foi ultrapassado por Zamboni, que levou a bandeira quadriculada. Ainda deu tempo para Everaldo levar um tombo, mas nada que ameaçasse a segunda posição da corrida.

Zamboni comemorou bastante a vitória, a sua primeira no Team Honda. “A temporada começou bem. Estava em terceiro lugar, mas sempre de olho nos primeiros colocados. Descansei um pouco no meio da prova e estava pronto para aumentar o ritmo, quando infelizmente a moto do Endrews quebrou. Acreditei até o final nesta vitória”, comentou o jovem piloto.

85cc
1 – Cezar Zamboni – 20 pontos (Honda CRF 150R)
2 – Everaldo Filho – 17 pontos (Honda CRF 150R)
3 – Raul Faustino – 13 pontos
4 – Gabriel Zenni – 11 pontos
5 – Marcos Holtman – 9 pontos

MX2
1 – Marcello “Ratinho” – 20 pontos (Honda CRF 250R)
2 – Jean Ramos – 16 pontos (Honda CRF 250R)
3 – Lucas  Moraes – 13 pontos
4 – Dudu Lima – 12 pontos (Honda CRF 250R)
5 – César Popinhak – 9 pontos
8 – Thales Vilardi – 3 pontos (Honda CRF 250R)

MX1
1 – Wellington Garcia – 21 pontos (Honda CRF 450)
2 – Pipo Castro – 16 pontos
3 – Roosevelt Assunção – 13 pontos
4 – Leandro Silva – 11 pontos (Honda CRF 450R)
5 – João Paulo Feltz – 9 pontos

O Team Honda tem apoio da Mobil, Pirelli, Showa, ASW, Polisport, Riffel, Consórcio Nacional Honda, Oakley, Orbital, D.I.D., NGK, Master Freios, Pro Taper e Griffe Correa.

Fotos: Idácio Café

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *