Asian Le Mans Series: Stefan Mucke/ Harold Primat vencem segunda prova em Okayama

A dupla Stefan Mucke/ Harold Primat num Lola-Aston Martin da Aston Martin Racing, venceu no domingo (1º/11), em Okayama, no Japão, a segunda prova do Asian Le Mans Series. Vencedora da primeira prova, a dupla Christophe Tinseau/ Shinji Nakano, num Pescarolo-Judd da Sora Racing, terminou em 2º, com a dupla Nicolas Lapierre/ Loic Duval, num Oreca-AIM do Team Oreca Matmut AIM, completando o pódio.

Saindo da quarta posição do grid, Mucke alcançou a primeira posição com vinte minutos, ao ultrapassar o então líder Jonathan Cocker, num Lola-Judd da Drayson Racing. Nas duas horas e 40 minutos restantes o Aston Martin não mais perdeu a liderança.

Cocker ainda manteve uma pequena pressão no turno de Mucke, porém no final da primeira rodada de pit stops, Primat assumiu o carro com mais de trinta segundos de vantagem sobre Nakano, substituto de Tinseau.

Mucker retornou ao carro na hora final, com um minuto de frente sobre o carro da Pescarolo. Faltando dez minutos para a bandeirada os dois carros entraram nos boxes para um splash ando go, saindo sem problemas. 

Tinseau saiu dos boxes com apenas 1s7 de vantagem sobre Duval, o terceiro colocado. Contudo o francês aumentou a diferença para oito segundos nas voltas finais, cruzando em segundo, um minuto atrás de Mucke. A dupla Paul Dryson/ Cocker terminou em 4º, marcando a volta mais rápida da corrida.

O trio Jacques Nicolet/ Richard Hein/Matthieu Lahaye, num Pescarolo-Mazda da Oak Racing, terminou em 7º, vencendo novamente na Classe LMP2. 
 
Pela Classe GT2 vitória da dupla Akihiro Tsuzuki/ Takeschi Tsuchiya, num Aston Martin da Hitotsuyama Team Nova. No geral foram 8º.

A dupla Dominik Farnbacher/ Allan Simonsen, numa Ferrari 430 da Farnbacher, terminou em 11º no geral, vencendo pela Classe GT2.

No combinado das duas provas, da etapa única da temporada, a equipe francesa Sora Racing somou 18 pontos na Classe LMP1. Também francesa a Oak Racing, com 21 pontos, venceu na Classe LMP2.  A japonesa JLOC, com 18 pontos, foi a melhor na Classe GT1. Na Classe GT2, com 16 pontos, a alemã Hankook Team Farnbacher, foi a melhor.

Os três primeiros de cada classe ganharam convites para disputar às 24 Horas de Le Mans em 2010.

Final:

1 – Mucke-Primat (Lola-Aston Martin) – Aston Martin 128 voltas em 3h01m08s944
2 – Tinseau-Nakano (Pescarolo-Judd) – Sora – 1’00”177
3 – Lapierre-Duval (Oreca-AIM) – Oreca – 1’08″479
4 – Drayson-Cocker (Lola-Judd) – Drayson – 1 volta
5 – Jarvis-Bakkerud (Audi R10) – Kolles – 1 volta
6 – Cressoni-Noda-Albers (Audi R10) – Kolles – 3 volta
7 – Nicolet-Hein-Lahaye (Pescarolo-Mazda) – OAK – 10 voltas
8 – Tsuzuki-Tsuchiya (Aston Martin) – Hitotsuyama – 13 voltas
9 – Yogo-Iiri (Lamborghini) – JLOC – 14 voltas
10 – Berville-Lemeret-Van Dam – (Saleen) – Larbre – 14 voltas
11 – Farnbacher-Simonsen (Ferrari 430) – Farnbacher – 14 voltas
12 – Ried-Holzer (Porsche 997) – Felbermayr – 15 voltas
13 – Yamanishi-Sakamoto (Lamborghini) – JLOC – 15 voltas
14 – Aoki-Fujii (Ferrari 430) – Daishin – 15 voltas
15 – Kinoshita-Kageyama (Porsche 997) – KTR – 16 voltas
16 – Muller-Milner (BMW M3 E92) – Rahal – 18 voltas
17 – Robertson-Robertson-Murry (Ford GT) – Robertson – 23 voltas
18 – Lee-Ma-Enge (Aston Martin) – HK – 35 voltas
19 – Toullemonde-Da Rocha-Ibanez (Courage-AER) – Ibanez – 36 voltas

Volta mais rápida: Drayson-Cocker 1’20″561

Abandonos:

Kojima-Hori-Kimura (Porsche 997) – Forme – 70 voltas
Tanaka-Hiranaka (Ferrari 430) – Jimgainer – 63 voltas
Lieb-Henzler (Porsche 997) – Felbermayr – 14 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *